A Calvície é Considerada Doença?

problemas de calvície

Apesar de ser um problema que deixa as pessoas com baixa estima, a calvície não pode ser considerada uma doença.

Quando a pessoa tem disposição à calvície, isso se dá exclusivamente por fatores genéticos e não necessariamente patológico, apesar de alguns problemas contribuírem para tal.

Alterações Que Contribuem Para Calvície

Existem algumas alterações hormonais que contribuem para perda mais acelerada dos fios e as mesmas precisam ser detectadas através de acompanhamento médico. Conheça os mesmos:

Hipoproteinemia

É a diminuição de proteína no corpo e sangue.

Hipovitaminoses

Diminuição de vitaminas no corpo e stress que podem contribuir para queda capilar.

Tricotilomania

Ato compulsivo de arrancar os cabelos e não pode ser tratada diretamente com medicamentos, precisa passar por um psicólogo ou terapeuta.

Alopecia Ariata

Queda concentrada em regiões do couro cabeludo em formato circular e precisa ser diagnosticada com exame médico.

Eflúvio Telógeno

Ocorre principalmente nas mulheres devido alterações hormonais, nutricionais ou stress.

O tratamento é feito através de tratamento clínico.

Alopecia Cicatricial

A queda capilar ocorre devido tração excessiva nos cabelos como prender os cabelos com muita força, secar com secador muito quente, cirurgia facial ou quimioterapia.

Portanto, a calvície não pode ser considerada doença, mas, existem motivos que podem causá-la.

No caso dos homens, geralmente ocorre por questões genéticas, sendo que as mulheres também podem ser acometidas devido a esse fator, mais, geralmente ocorre por questões relacionadas aos hormônios ou stress da vida agitada.

Tratamento Para Calvície

Como vimos, muitos são os fatores que contribuem para esse agravante, mas, felizmente os tratamentos são diversos:

Uso de medicamentos

Uso de produtos adequados

Terapia

Higiene adequada dos cabelos

Visita ao dermatologista

Tratamento capilar rigoroso

Uso de estimulantes para crescimento

Alimentação adequada

Controle da ansiedade

Cuidados rigorosos com os cabelos

Por seguir as orientações indicadas pelos profissionais terá cabelos mais fortes e saudáveis.

Lembre-se, a calvície não é uma doença, mas, deve ser tratada com apoio de um dermatologista.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close