Novidades Sobre a Calvície

A universidade de Columbia no Estados Unidos vem se destacando com respeito a novidades sobre a calvície. Surpreendentemente descobriram algo que era estudado por anos e não havia uma resposta exata.

A cura para calvície pode está mais perto do que longe e lidar com esse problema pode ser cada vez mas fácil.

Veja as Novidades Sobre a Calvície

calvície em homem

Segundo as novas descobertas cientificas, quando os médicos passaram a centrar seus esforços na base do cabelos, principalmente no folículo piloso,  acabaram por descobrir que os calvos podem ser livrar definitivamente desse problema.

Embora as células pilosas eram estudadas durante muitos anos, quando inseridas no couro cabeludo os efeitos se revertiam e não apresentava resultados significativos.

Ao realizarem diversas tentativas ao longos dos anos, os cientistas acabaram por obter resultados espantosos, dando assim esperança para quem é acometido pela calvície.

Sabe-se que a ser calvo deve-se sobretudo por questões ligadas à genética, isso no caso da maioria dos homens, embora as mulheres também não estejam isentas desse problema.

As novidades sobre a calvície tem deixado até mesmo a ciência na expectativa de que boas notícias definitivas virão para resolver esse problema que os homens se deparam.

Mesmo que os estudos estejam em fase inicial as esperanças são positivas e os resultados podem ser plenamente satisfatórios tanto para ciência como para quem é acometido pela calvície.

Recentemente também houve descobertas significativa em relação a Alopecia Ariata, problema que atinge muitas mulheres em fase de intenso stress e que causa diversos transtornos, principalmente ligados a ansiedade por medo de não ter os fios de volta.

No entanto, enquanto os estudos prosseguem recomenda-se que homens e mulheres afetados por esse problema utilize de recursos para disfarçar a calvície, os quais podem proporcionar mais segurança e conforto enquanto realiza-se o tratamento sob uso de medicação.

As novidades sobre a calvície trazem mais esperança e quem sabe uma solução definitiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close