Queda de cabelos: 6 razões para isso estar acontecendo

Todo mundo perde cabelo. Acontece durante o banho, enquanto você o seca ou quando o escova e isso é completamente normal. Entretanto, a perda de cabelo pode ser um sinal de algum problema de saúde mais sério que necessita da avaliação de um dermatologista e de um possível tratamento.

Abaixo, separamos algumas das possíveis causas para a perda de cabelos e como você deve lidar com elas.

1.  Perda de cabelo hereditária

A queda de cabelo que é genética é conhecida como alopecia androgenética e, de acordo com a Academia Americana de Dermatologia, é a causa mais comum da  perda de cabelos. O gene pode ser herdado tanto do pai como da mão, sendo mais fácil ainda sofrer desta condição se você tem ambos os pais portadores do gene.

Neste caso, é comum a linha do cabelo afinar atrás da franja. A condição geralmente se desenvolve de forma lenta e pode começar ainda nos vinte anos de idade. Em alguns casos, a perda pode ser difusa, se espalhando através de todo o couro cabeludo. Neste caso, é necessário procurar um dermatologista, que fará exames e, se confirmada a condição, indicará remédios para serem aplicados no couro cabeludo.

Queda de cabelos: 6 razões para isso estar acontecendo

 

2.  Hipotiroidismo

Milhões de pessoas, em sua maioria mulheres, sofrem de alguma doença da tireóide. Quando o seu corpo produz pouco hormônio na tireóide (responsável pelo metabolismo, humor e outros), significa que você tem hipotiroidismo. Esse hormônio é também responsável pelo crescimento do cabelo, pele e unhas. Porém, quando você não tem a quantidade correta, é possível notar alguma mudança nas funções corporais.

É comum perceber o ganho de peso, fadiga, constipação, depressão e dificuldade em se concentrar quando se tem hipotiroidismo. O cabelo, unhas e pele se tornam quebradiços e podem se partir com mais facilidade. É bem comum em mulheres acima de 50 anos. Para tratar, é necessário tomar medicações para controlar a quantidade de hormônio produzida, por isso consulte o seu médico.

3.  Lúpus

Lúpus é uma doença crônica e autoimune na qual o próprio sistema imunológico do corpo ataca células saudáveis. A doença afeta cerca de 1.5 milhões de pessoas. Os sintomas da doença geralmente são fadiga, dores de cabeça, úlceras orais e juntas doloridas. Muitas pessoas também se tornam mais sensíveis ao sol, bem como perdem os cabelos, o que pode ocorrer enquanto os lava ou os escova. Essa queda de cabelo pode ser mais severa, acompanhada de erupções cutâneas no couro cabeludo.

Se você está passando por algum destes sintomas, consulte um reumatologista. Se a sua perda de cabelos for acompanhada de dor nas juntas e fadiga, ele tratará com medicações orais, como a prednisona. Mas nunca se medique sozinho sem ter a certeza de que é portador da doença. Se houver também a erupção cutânea no couro cabeludo, visite um dermatologista para conseguir um creme tópico de tratamento.

4.  Anemia por deficiência de ferro

Em mulheres, a deficiência de ferro é mais comum por conta dos períodos menstruais. É comum também por conta da má alimentação. Na deficiência de ferro, o sangue não produz glóbulos vermelhos o suficiente, que são as responsáveis pelo transporte de oxigênio por todo o corpo, dando a ele a energia necessária para funcionar.

Fadiga extrema, fraqueza e pele pálida são alguns dos sintomas mais comuns da deficiência de ferro no organismo. Dores de cabeça, dificuldade de concentração, membros frios e perda de cabelo também podem ser considerados sintomas comuns da deficiência.

Para confirmar, consulte seu médico, que fará os exames necessários. Se a deficiência for confirmada, não deixe de acrescentar na sua dieta alimentos ricos em ferro, como as carnes, grãos, cereais, juntamente com alimentos ricos em vitamina C. Suplementos de ferro também são uma opção, mas somente se indicados pelo seu médico.

5.  Condições do couro cabeludo

Um couro cabeludo que não é saudável pode causar inflamações que tornam o crescimento do cabelo mais difícil. Problemas de pele que podem levar à perda de cabelo são a dermatite seborreica, psoríase e até mesmo infecções por fungos. Cada uma destas condições necessita de um tratamento e acompanhamento específico, por isso consulte o seu dermatologista o mais rápido possível se você acredita estar sofrendo de alguma dessas condições.

Shampoos específicos, bem como outros produtos para os cabelos são as medicações mais comuns nestes casos e devem ser utilizadas conforme o prescrito.

6.  Alopecia Areata

A alopecia areata é um distúrbio autoimune no qual o sistema imunológico ataca os folículos capilares. Afeta quase 4.7 milhões de pessoas somente nos Estados Unidos e acontece igualmente em homens e mulheres. A causa ainda é desconhecida, mas pode estar relacionada ao estresse ou outras doenças.

Ela pode ocorrer de três formas, podendo causar entradas redondas no couro cabeludo, sobrancelhas e pernas. A perda total de cabelo na cabeça é conhecida como alopecia totalis. É muito importante, para diagnosticar essa condição, estar atento ao padrão das entradas e onde elas aparecem.

Para diagnosticá-la, também são realizados testes hormonais e de sangue. Ela é tratada com medicamentos controlados, mas a redução do estresse geralmente também está relacionada ao tratamento da condição.

Conhece alguma outra condição que possa causar a queda dos cabelos? Conte para nós e continue acompanhando as nossas postagens! Até a próxima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close