7 dicas para prevenir calvície com hábitos diários

Muitas pessoas, em um determinado momento da vida, acabam tendo queda de cabelo. Seja por fatores genéticos, por causa de estresse ou de tratamentos capilares que não deram certo, a calvície e a queda de cabelo é um grande problema para muitas pessoas.

Por consequência, há cada vez mais procura para novos tratamentos contra calvície, sempre buscando resoluções que caibam no bolso e que atinjam um resultado satisfatório. Porém, até chegar nesse resultado, pode-se ter um longo caminho pela frente.

A calvície é muito mais comum nos homens do que nas mulheres,  mas isso não que dizer que as elas também não sofrem com esse problema.

Além disso, ainda tem o fator da autoestima, pois quando a pessoa perde o cabelo pode não se sentir bem consigo mesma. Por isso, destacamos algumas dicas para prevenir a calvície com hábitos diários.

Administrando o problema precocemente

Na maioria das vezes, a calvície aparece depois dos 30 anos. Porém, por volta dos 20 anos, já é possível observar alguns sinais.

Mesmo tendo o fator hereditário, não são todos que se predispõem à calvície de forma obrigatória. Se você já tem tendência familiar, a melhor opção é fazer um tratamento preventivo, fazendo com que os seus efeitos sejam controlados de forma satisfatória.

Para isso, é importante procurar um profissional correto, pois ele vai apresentar o melhor tratamento no seu caso.

7 dicas para prevenir calvície com hábitos diários

1.     Alimentação

É muito importante ter bastante atenção quanto à alimentação. Cabelos, unhas e pele dependem da ingestão da quantidade correta de certos nutrientes, entre eles proteínas, vitaminas e minerais.

Assim sendo, recomenda-se que se tenha uma alimentação balanceada, garantindo assim todos os nutrientes necessários para o combate à queda capilar sem precisar utilizar medicamentos.

2.     Estresse

O alto nível de estresse faz com que acarrete em queda de cabelo. É importante prestar bastante atenção na sua rotina diária.  A correria do dia a dia faz com que a pessoa fique mais estressada e ansiosa, causando problemas em diferentes áreas.

Normalmente, isso ocorre devido a produção de cortisol, hormônio liberado em grande quantidade no organismo em períodos de estresse contínuo, causando queda de cabelo.

3.     Atividades físicas

Praticar atividades físicas regularmente é uma forma de amenizar o estresse do dia a dia, uma vez que diminui as taxas de cortisol liberadas no organismo. A atividade física aumenta a produção de endorfina, conhecida também como o hormônio da sensação do prazer, facilitando a circulação sanguínea. Ou seja, isso contribui para a nutrição e para a absorção de elementos que são cruciais para o couro cabeludo.

4.     Temperatura do banho

Um hábito muito comum é tomar banho bem quente, principalmente para quem deseja aliviar o estresse. Porém, água muito quente para o cabelo não é uma boa opção, uma vez que aumenta ou promove ainda mais oleosidade no couro cabeludo, prejudicando assim, muito a saúde dos fios.

Por isso, é importante deixar o hábito de tomar banho quente de lado. Se não conseguir, o ideal é que lave o cabelo com uma água mais morna ou fria.

5.     Leite e seus derivados

O leite e seus derivados são ricos em cálcio, substância  muito importante para conservar a saúde de nossos ossos. Entretanto, não é só para isso que é importante ingerir leite. Muitos não sabem, mas tomar leite também é indicado para quem quer ver a calvície longe, já que o cálcio ajuda a evitar a queda e dá brilho aos cabelos.

6.     Leguminosas

As leguminosas também são alimentos essenciais para quem deseja evitar a calvície, uma vez que possuem aminoácidos em sua composição. É importante ressaltar que os aminoácidos são  elementos absolutamente indispensáveis para que o organismo produza mais colágeno e queratina, que são as proteínas muito importantes para a saúde dos cabelos.

As leguminosas são, dentre outras, lentilha, arroz e feijão. Portanto, se você não as têm em sua dieta é melhor incluí-las.

7.     Soja

Um dos principais benefícios da soja é melhorar a circulação sanguínea no couro cabeludo. Isso faz com que o sue cabelo cresça de forma saudável e muito mais forte. Por isso, incluir soja na sua alimentação também é uma ótima saída para evitar a calvície.

Como você pode perceber, a alimentação é fator crucial para que se evite o aparecimento da calvície. Mesmo sendo de origem genética, há formas de retardar ou de amenizar os seus efeitos de forma natural, ainda mais se for tratada desde cedo.

Ressaltamos que qualquer linha de tratamento que você escolha é importante ter o acompanhamento de um profissional qualificado, pois terá a certeza da saúde preservada e a eficácia atingida. São inúmeras as opções, mas nem sempre serão as mais adequadas para o seu caso. Exames específicos farão a diferença no tratamento.

Bem, agora é com vocês todos os pontos necessários foram dados para mantê-los bem informados.

Continue com o blog e deixe logo abaixo seu comentário é importante. Até breve!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close