5 dicas para prevenir a calvície com alimentos

A alimentação deve ser balanceada, a fim de prevenir a queda de cabelos. Essa é uma das informações a que poucas pessoas têm acesso, mas que fazem total diferença para quem deseja eliminar essa situação de sua vida e combater a calvície de forma mais efetiva, mantendo seus cabelos com saúde e beleza incríveis, por muito tempo.

De acordo com várias pesquisas, a calvície é causada majoritariamente por conta da genética. Ou seja, se o pai sofrer de calvície, é bem capaz de que o filho também tenha queda de cabelo.

Mas há alguns alimentos que retardam a calvície, vamos conhecê-los mais no post de hoje? Acompanhe tudo sobre o assunto!

1.  Alimentos ricos em vitamina D

Uma das principais fontes de força para que os cabelos estejam firmes é a vitamina D, que ajuda a deixar o organismo mais saudável, em especial os dentes e os ossos. Mas ele é bem mais conhecido por fornecer energia e nutrientes inclusive nos seus cabelos, ajudando a estimular o folículo piloso e as células que formam o eixo capilar.

Não apenas isso, há pesquisas que comprovam que alimentos ricos em vitamina D ajudam a prevenir cânceres e a deixar o sistema cardíaco mais resistente a doenças. Outro aspecto é a importância da conversão da vitamina D para o uso do seu corpo. Essa conversão é feita a partir da radiação ultravioleta presente nos raios solares. Contudo, por conta da falta da exposição ao sol que as pessoas estão tendo nos últimos dias, a alimentação mais equilibrada e até mesmo o consumo de suplementos podem também ajudar na falta de nutrientes para controlar a queda de cabelo.

5 dicas para prevenir a calvície com alimentos

2. Alimentos ricos em vitamina H

Ela também é conhecida como biotina (ou ainda vitamina B7 ou B8), um dos mais populares nutrientes recomendados no combate à calvície, além de trazer benefícios aos seus cabelos. Ele atua diretamente na queratina, principal componente dos fios de cabelo.

A vitamina H pode ser encontrada em levedo de cerveja, na soja, em grãos integrais e leguminosas. A biotina ajuda no crescimento de células e no crescimento dos cabelos, prolongando assim a duração do fios, porque ele altera o ciclo capilar.

Essa vitamina faz parte do grupo do complexo B, que se trata de nutriente “hidrossolúvel”, onde a absorção no organismo ocorre na presença de água, o que justifica as recomendações de consumo diário de ao menos dois litros de água por dia.

3. Proteínas

A ingestão de proteínas é importante para a sua saúde capilar. Podem ser encontradas em alimentos de origem animal, como carnes, ovos, leites e seus derivados, como iogurte e queijo.

Se você é vegetariano, fique tranquilo; afinal, as proteínas também podem ser encontradas em alimentos de origem vegetal, como ervilhas, brócolis, lentilha, feijão, soja e aveia. O grão de bico é mais rico em carboidratos do que proteínas, mas é citado como uma boa fonte de proteínas vegetais.

4. Ferro

Outro nutriente que também atinge diretamente os fios de cabelo é o ferro, cujo déficit pode fazer com que piore a queda de cabelo. Mulheres com fluxo menstrual podem sofrer com o déficit de ferro no seu corpo, uma vez que pode ser eliminado em excesso durante a menstruação – momento em que há perda de sangue.

Nesses casos, deve-se ingerir uma proteína conhecida como ferritina, que  deve estar sempre em concentrações acima de 20 ng/ml (em alguns dos casos recomenda-se 40 ng/ml).

Os alimentos de origem animal oferecem grande quantidade de ferro,. Suas principais fontes são a carne vermelha, ovos e farinha de peixe, entre outros.

O ferro de origem vegetal podem até estar em menor quantidade se for comparado entre os alimentos de origem animal, Mas ele pode ser aumentado se estiver acompanhado de outro alimento rico em um outro nutriente, como frutas cítricas ricas em vitamina C. O ferro pode ser encontrado também em vegetais de cor escura, como couve, rúcula, agrião, espinafre e oleaginosas, como amêndoas, nozes e aveia.

5. Ômega 6

Presente nos peixes e no azeite, o ômega 6 é importante para a saúde capilar porque ajuda no controle da oleosidade dos fios. Um déficit dessa gordura do bem pode causar a queda dos fios de cabelo mais rápido, acelerando assim os efeitos da calvície.

Calvície é tudo o que você, que está lendo neste post agora, não deseja, concorda?

Ressaltamos a importância de procurar uma nutricionista para acompanhar a sua alimentação. O que achou de conhecer mais sobre as 5 dicas para prevenir a calvície com alimentos? A saúde dos cabelos começa pela boca, lembre-se sempre disso. Gostaria de sugerir outros para a lista? Deixe seu comentário abaixo. Continue acompanhando o nosso blog para mais informação e conteúdo de qualidade sobre calvície e saúde capilar.

Quer conhecer uma ótima linha de produtos para o couro cabeludo? Confira aqui! Até breve, com novidades!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close