Calvície de tração: como evitar

É fato que os cabelos de qualquer pessoa é motivo de orgulho e tem tudo a ver com a autoestima. Aqueles que têm o cabelo bastante vasto então, com certeza o exibem com orgulho. Tanto por causa da autoestima ou por motivos culturais, ter muito cabelo é sinônimo de inveja.

Prender o cabelo com diferentes penteados não é uma coisa ruim, porém, tornar o puxa-puxa dos fios uma rotina pode ter consequências a longo prazo, entre elas a calvície de tração. Cuidado com esse procedimento.

E ela é muito mais comum do que as pessoas pensam. Pode acontecer tanto em homens quanto em mulheres – e nelas, o problema é muito mais visível. Principalmente porque há mulheres que, para facilitar o dia a dia, mantêm o cabelo preso de alguma forma.

Há também casos que quando a pessoa tem pouco cabelo, faz uso de apliques de forma contínua, podendo também ocasionar a calvície de tração. O couro cabeludo é uma área sensível e delicada, todo o cuidado é pouco.

Calvície de tração: como evitar

O que é Calvície de tração

A calvície de tração tem como nome científico alopecia de tração que são áreas calvas (sem cabelo), sendo resultados de agressões submetidas aos fios e ao couro cabeludo. Por isso, é preciso ficar atento quanto aos danos causados, pois se não forem percebidas a tempo, podem ser irreparáveis.

A calvície por tração pode ocorrer em diferentes casos, como a tricotilomania, quando a pessoa arranca os próprios fios, conhecida como uma compulsão; pode ocorrer por causa de uso excessivo de tratamentos químicos no cabelo e aplicação de forma incorreta, como alisamentos, relaxamentos, tintura, todo o procedimento deve ser bem cuidadoso.

A conversão telogênica é outro fator que pode ser caracterizado pela produção de penteados que puxam de forma excessiva a base de onde nascem os fios, como escova, uso de bobes, prancha, entre outros.

Assim é preciso que o tratamento seja feito no momento correto, pois se a calvície por tração se desenvolver, pode não ter volta.

Tipos de Calvície de Tração

Tricotilomania

Não nos estenderemos muito nesse caso, uma vez que já falamos acima. Mas esse é um dos três padrões. É um distúrbio não é identificado com tanta frequência. Isso ocorre porque quem tem esse tipo de compulsão tem vergonha desse tipo de comportamento, sobre o qual a pessoa não tem controle.

Quanto ao tratamento, deve-se ter além da intervenção convencional, um acompanhamento psicológico, já que a perda de cabelo faz com que a pessoa se deprima e se sinta mal, afetando sobretudo a autoestima.

Conversão telogênica

A danificação nesse caso chega a tal ponto que os fios podem parar de serem produzidos pelo corpo. Por isso, é necessário ter cautela quanto ao uso de bobes e de chapinha.

Processamento excessivo

Desencadeado pelo uso excessivo de processos químicos. Esses produtos, quando usados de forma desordenada e sem moderação, acabam enfraquecendo a estrutura do fio, fazendo com que ela atrofie, por isso, sempre indicamos produtos de qualidade.

Como evitar a calvície por tração

Existem algumas medidas que podem evitar com que a pessoa desenvolva a calvície por tração. Destacamos algumas dicas, confira:

Deixar o cabelo solto mais tempo

Sabemos que sair para trabalhar e fazer um coque ou um rabo de cavalo é muito mais prático. Porém, deixar os cabelos soltos por mais tempo é uma estratégia eficaz para evitar a calvície por tração, hoje já existem técnicas bem simples e eficazes para se fazer um lindo coque.

Profissionais especializados

Se o seu trabalho exige uma figura mais alinhada ou que não possa utilizar os cabelos soltos, como comissárias de bordo, a dica é tratar o seu cabelo com bons cabeleireiros, sempre deixando os seus cabelos mais hidratados com tratamentos profundos. A qualidade dos produtos usados fazem toda a diferença, não esqueçam desses detalhes, são importantes.

Além disso, deve procurar a ajuda de um dermatologista, pois ele saberá o melhor tratamento a ser realizado no seu caso. O dermatologista vai tirar todas as dúvidas que ainda restarem sobre a calvície, falando também qual é a melhor forma de combate.

Tratamento

Se for identificada logo no início, a calvície de tração é muito fácil de ser tratada. Porém, em casos mais complicados e identificados mais tarde – quando já está mais avançado –, o folículo pode desaparecer, uma vez que pode haver sua cicatrização, aumentando a gravidade do problema.
Ou seja, a calvície de tração tem a ver com os hábitos que as pessoas têm no seu dia a dia, de como arrumar o cabelo ou por causa de alguma compulsão que afete o couro cabeludo. Por isso, o tratamento deve ser iniciado o mais rápido possível para não ter consequências irreversíveis.

Ressaltamos que qualquer tratamento deve ser acompanhado por um profissional qualificado.

Gostou? Continue com o blog e deixe seu comentário logo abaixo. Até breve, com novidades.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close