Por que você tem queda de cabelo? – Parte II

Saber o porquê de ter queda de cabelo é um grande mistério para muitas pessoas. Tanto, que montamos uma série de artigos tentando responder a essa questão. Veja a parte I.

Agora, no post de hoje, vamos desenvolver mais algumas razões que justificam a ocorrência da queda de cabelos.

Hereditariedade

Se em sua família existe um histórico de mulheres que apresentam calvície a partir de certa idade, é muito possível que você também passe a ter queda de fios em algum momento da sua vida.

Diferente do caso dos homens, onde a linha capilar retrocede, a mulher apresenta alargamento nas linhas e afinamento dos fios. Para evitar a calvície no caso de hereditariedade, assim como no caso de testosterona excessiva, o minoxidil é de enorme ajuda. O creme influencia no crescimento e volumosidade do cabelo.

Medicamentos orais também é uma opção. O follixin, diferente do minoxidil, funciona em qualquer fase da calvície e tem os mesmos resultados positivos na saúde e no crescimento dos fios.

Hormônios femininos

Assim como a gravidez, medicamentos que influenciam os hormônios femininos, como pílulas anticoncepcionais, podem causar o eflúvio telógeno (alopecia), especialmente se você já possui um histórico de calvície na família.

O desequilíbrio hormonal causado pela menopausa também é responsável pela queda de cabelo.. Isso faz com que os folículos capilares sejam danificados até que os fios comecem a cair, deixando apenas o couro.

É importante verificar com seu médico se o contraceptivo que você está usando pode prejudicar a saúde do cabelo e quais ele recomenda, caso precise trocar ao verificar a possibilidade de calvície devido ao uso do mesmo. Não pare de ingerir o medicamento por conta própria, pois a interrupção repentina de anticoncepcionais dentro do corpo também afeta os hormônios, causando queda de cabelo.

Existem formas mais naturais de equilibrar os hormônios femininos. Uma alimentação pobre pode desequilibrar o nível de hormônios, por isso é importante ficar atenta aos seus hábitos alimentares. Cansaço e estresse são outras interferências nos hormônios da mulher.

Comece diminuindo a ingestão de fast-food, comidas congeladas e outros alimentos artificiais. Evite gorduras trans, cerveja e refrigerante. Glúten também deve ser evitado. Se quiser consumir carnes, procure carnes orgânicas, uma vez que a carne comum possui esteroides que afetam os níveis hormonais.

Consuma frutos do mar, sementes de girassol, linhaça e abóbora, frango orgânico, vegetais com folhas verde-escuro, nozes, ovos e chocolate amargo. Todos esses alimentos potencializam a produção de hormônios e evitam a queda de cabelo. Com certeza uma alimentação balanceada trarão enormes benefícios ao seu organismo.

Receitas caseiras para parar queda de cabelo já

Estresse emocional

Embora não cause queda de fios de forma tão violenta quanto o estresse físico (traumas), calvície causada por estresse emocional pode acontecer. Um divórcio ou a perda de um ente querido são exemplos de eventos que causam um estresse emocional forte o suficiente para ocasionar queda de cabelo.

Esse tipo de calvície pode ser evitado da mesma forma que a calvície por estresse físico: exercícios de relaxamento e alimentação adequada vão equilibrar os níveis químicos e nutrientes do corpo. Aos poucos, a queda de fios irá diminuir naturalmente. Lembrando que a diminuição do estresse não garante o combate à calvície, é importante manter uma alimentação saudável rica em ferro e proteínas.

Anemia

Uma em cada 10 mulheres, entre os 20 e 49 anos, sofrem de fraqueza devido à escassez de ferro no organismo. É necessário realizar exame de sangue para determinar se você possui esse tipo de anemia. Além da queda de cabelo, essa debilidade pode causar dor de cabeça, tontura, fadiga, palidez e mãos e pés gelados.

Esse problema pode ser corrigido com um suplemento ou ingerindo alimentos ricos em ferro. Exemplos de fontes desse nutriente são: carne vermelha (magra), pão de cevada ou soja, grão de bico, ervilha, feijão e ovos (de preferência as gemas). Lembre-se de tomar cuidado com o nível de estresse, pois isso afeta a capacidade do corpo de absorver nutrientes. Atividade física é sempre bem-vinda.

Se após o período de anemia o organismo ainda apresentar sintomas de queda de cabelo, procure um médico e inicie tratamento imediato contra calvície.

Hipotireoidismo

Causado por queda na produção dos hormônios T3 e T4 na tireoide. Além de fadiga, aumento de peso, depressão e ressecamento da pele, o hipotireoidismo também causa queda de cabelo.

Os hormônios presentes na glândula tireoide são responsáveis por manter o metabolismo, assim como o crescimento e desenvolvimento do corpo. Quando há escassez de hormônios no organismo, a raiz dos cabelos enfraquece, o cabelo deixa de crescer e a queda ocorre. Procure um médico para identificar se esta é mesmo a causa de sua calvície.

Medicamentos sintéticos para a tireoide irão equilibrar os níveis hormonais em seu corpo. Assim como nos casos de doenças autoimunes, o tratamento da doença eventualmente trará o crescimento normal e saudável do cabelo. Se após o tratamento a calvície continuar, procure um dermatologista.

O artigo nos esclarece sobre os cuidados necessários com a saúde. Agora só nos resta ressaltar que qualquer tratamento deve ser acompanhado por profissional qualificado, para a total eficácia do mesmo.

Continue com o blog. Deixe seu comentário logo abaixo, é importante ! Continue acompanhando a série, na parte III!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close