5 melhores medicamentos no combate à calvície

Surgem no mercado, a toda hora, um número enorme de opções de produtos e tratamentos estéticos feitos para as pessoas que gostam de cuidar da aparência. Um cabelo e uma maquiagem impecáveis são importantes, por exemplo, para conseguir um emprego ou se sentir mais seguro nas relações sociais.

Uma questão que ainda hoje preocupa bastante a todos os que sofrem com seus efeitos é a calvície, ou alopecia, seu nome científico. Aproximadamente metade da população masculina do mundo todo sofre desse mal, que é caracterizado pela ausência parcial ou total de cabelo.

Mulheres também são afetadas por tal quadro, porém em menor número. Ambos homens e mulheres podem ter seu bem-estar e autoestima afetados, atrapalhando sua vida pessoal e o trabalho.

O texto de hoje vai trazer para você 5 dicas de remédios atuantes no combate à calvície. Sim, esse problema tem solução! Fique atento e cuide da sua saúde capilar.

5 melhores remédios contra a calvície

1. Rogaine (Minoxidil)

O Rogaine é o remédio mais utilizado no combate à calvície em todo o mundo. Nada mais é  que uma solução tópica composta de 2% de minoxidil. A sua aplicação é feita diretamente no couro cabeludo, em contato com a região afetada pela perda de cabelo. O resultado pode não aparecer em todos os casos, mas para aqueles que obtiveram boas respostas, o uso do remédio deve ser contínuo, caso contrário, corre-se o risco de a calvície voltar.

2. Propecia (Finasterida)

Assim como o Rogaine, o Propecia é um dos remédios mais receitados ao redor do mundo para o combate à calvície. A finasterida, componente principal do Propecia, age no couro cabeludo inibindo a ação da enzima 5α-redutase, que transforma testosterona em DHT (di-hidrotestosterona), hormônio responsável pelo afinamento dos fios. Comercializada desde 1998 no Brasil, a Propecia já demonstrou que pode, sim, atuar em favor da saúde capilar.

3. Dutasterista

A Dutasterita é a mais recente alternativa de fármaco para atuar no combate à calvície. A sua ação pode ser comparada à da Propecia (Finasterida), pois também bloqueia a ação da enzima 5α-redutase I e também a II, sendo considerada 3 vezes mais potente em bloquear a primeira e 100 vezes em bloquear a segunda. Sua eficácia é comprovada, tanto em homens quanto em mulheres. O resultado do tratamento pode variar de paciente para paciente.

4. Shampoo de Cetoconazol

Uma opção menos conhecida do que as anteriores, o xampu de cetaconazol também é utilizado para evitar a calvície. É um antifúngico e anti-inflamatório. À primeira vista, seu uso pode parecer estranho, mas a verdade é que fungos encontrados no couro cabeludo podem ser responsáveis pela queda de cabelo. Os médicos também indicam o seu uso em parceria com outro remédio mais forte, como o Rogaine e o Propecia.

5. Gel FF (Flutamida e Finasterida)

O Gell FF é um produto popular no mercado de combate à calvície. O segredo está na sua fórmula, composta da junção de dois elementos tradicionais no que diz respeito ao tratamento contra calvície: Flutamida (1%) e Finasterida (0,025%). Atua mais na função de prevenção, que propriamente de tratamento.

Por isso, os médicos alertam que o seu uso não deve ser associado à reversão do desaparecimento dos fios. O Gel FF pode ser adquirido em drogarias e farmácias de manipulação, sem receita médica.

6. Pantogar

Uma das últimas novidades no mercado é o Pantogar, um complexo de vitaminas cuja função é evitar a queda de cabelos e estimular o crescimento de novos fios. Além das vitaminas, aminoácidos, queratina e leveduras fazem parte do pacote.

Relatos dizem que os resultados podem aparecer em apenas um mês de utilização do produto. O Pantogar pode ser adquirido em qualquer farmácia sem o uso da receita, mas é importante consultar um médico para saber a razão exata da sua calvície.

Cuidados a tomar:

Com exceção do Xampu de Ceronozazol, do Gel FF e do Pantogar, os medicamentos apresentados neste texto só podem ser adquiridos por meio de receita médica. Portanto, antes de sair testando os diversos tratamentos disponíveis para a calvície, consulte o seu médico.

Vale ressaltar o fato de que esses remédios tem efeitos colaterais fortes, a depender de quem os utiliza, sendo um fator importante para a continuidade ou não do tratamento. Procure o seu médico assim que um efeito colateral muito forte se manifestar.

As pessoas respondem de forma diferente aos mesmos tratamentos. Ou seja, se um desses remédios deu certo para uma pessoa, não quer dizer que o mesmo resultado se apresente em você. Não desista, e procure o melhor tratamento para o seu problema.

Os medicamentos são importantes para o combate da calvície, mas a consulta com o médico é ainda mais. Apenas dessa maneira você poderá saber qual a causa da sua calvície e, junto com o seu médico, procurar o tratamento mais adequado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close