Calvície precoce: como enfrentar essa realidade

Mesmo não sendo especificamente uma doença, a calvície afeta a vida de 50% dos homens adultos, prejudicando sua autoestima. Quando os cabelos começam a cair na juventude, o problema é ainda mais preocupante. A calvície normalmente costuma surgir a partir dos 20 anos de idade e dura até os 60 anos, quando se torna uma calvície avançada com diversas cavidades ou praticamente careca.

Existem casos raros em que a calvície surge durante os 16 anos, porém, sem sombra de dúvidas, a queda de cabelo não é um problema exclusivo dos adultos ou idosos.

Por que a calvície acontece

O motivo principal é a herança genética. Se na sua família os homens costumam desenvolver calvície, é muito provável que você também apresente o problema. O mesmo se atribui as mulheres, quando existe histórico na família. Mesmo que não exista um histórico familiar, ainda é possível que surja uma predisposição genética que facilite a queda dos fios.

Se não existe histórico nem disposição genética, não necessariamente significa que você está livre da queda de cabelo. Ainda existe a chance de acontecer por diversos outros motivos, como estresse físico e psicológico, má alimentação, disfunções na tireoide e circulação sanguínea e doenças autoimunes.

Calvície precoce: como enfrentar essa realidade

Como prevenir a calvície

O primeiro passo é identificar a causa. Quando perceber a queda de cabelo, vá imediatamente para um dermatologista e, após exames, ele indicará o melhor método para tratar o problema. Recomenda-se uma dieta balanceada e rica em nutrientes e vitamina A e B, acompanhado de exercícios físicos regulares, para manter o equilíbrio do corpo e da saúde do cabelo.

No caso de estresse, exercícios de relaxamento ajudam a diminuir a atividade da testosterona no couro cabeludo, principal fonte de calvície, pois ela gera uma enzima chamada di-hidrotestosterona. Essa enzima ataca a raiz, prejudicando a saúde do cabelo e causando a queda.

Quando a calvície é causada por uma doença autoimune ou distúrbios hormonais, a melhor maneira de lidar com ela é tratando da doença em questão. Quando a doença é tratada, é normal que o cabelo volte a crescer. Se isso não acontecer, procure um especialista e inicie o tratamento contra a queda de cabelo.

Nunca inicie o tratamento sem o acompanhamento de um profissional. E mesmo que o tratamento seja um sucesso, não significa que a queda de cabelo nunca vai acontecer novamente. Em alguns casos, a calvície retorna, mesmo que bem depois, durante idade avançada.

Por que a calvície é mais preocupante na juventude

Para o jovem, o cabelo é um cartão de visitas. Então o penteado é fundamental no desenvolvimento do jovem, tanto nos homens quanto nas mulheres. Quando esse cartão de visita é prejudicado pela queda de cabelo precoce, a autoestima é prejudicada e pode ser mais difícil de recuperá-la em comparação com um adulto, que geralmente é mais preventivo e, até mesmo, se espera que a calvície surja em algum ponto de sua vida.

Hoje em dia, o padrão do homem de sucesso mudou. Não basta apenas ser bem-sucedido no trabalho, ele deve parecer jovem. Uma tendência que vai se tornar cada vez mais comum, vindo diretamente da juventude. Ele deve ser atraente e saudável, então a aparência do cabelo é fundamental.

Existe cura para a calvície?

Não. É difícil definir uma cura específica, pois, como mencionado anteriormente, a calvície acontece por muitos motivos e cada um deve ser tratado de uma maneira diferente. Não existe uma única cura, e sim diversos métodos de prevenir e, às vezes, reverter os danos causados pela queda de cabelo.

Cientistas já fizeram testes injetando células-tronco no couro cabeludo de pacientes, com resultados positivos em todos. As células-tronco substituíram as células mortas da raiz e o cabelo dos pacientes voltou a crescer naturalmente. Eles acreditam que estão no caminho certo para encontrar uma cura definitiva.

Existem medicamentos eficazes que você pode usar durante o tratamento. Um deles é o minoxidil, um creme capilar que promove o crescimento dos fios ao influenciar na circulação do sangue e oferecer nutrientes. O minoxidil é uma ótima opção para os jovens, uma vez que ele é efetivo principalmente nas primeiras fases da calvície. Em calvície avançada, é difícil obter resultados com o creme.

Também é possível utilizar o follixin, um medicamento oral com os mesmos efeitos que o minoxidil, porém é efetivo tanto para jovens com início de calvície quanto para adultos em situação avançada.

Fique atento, pois nenhum desses medicamentos deve ser utilizado sem a opinião de um especialista. Se ele for recomendado por seu médico, melhor ainda. Todo o cuidado é pouco em se tratando de sua saúde.

Seguindo esses passos, você consegue evitar a calvície e manter um penteado estiloso. Falando em penteados, evite aqueles que puxam demais o cabelo ou então a raiz enfraquece e morre.

Continue com o blog, logo traremos novidades importantes para vocês, deixe seu recado logo abaixo. Até breve!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close