Como mulheres podem lidar melhor com calvície feminina

As mulheres também são afetadas pela calvície e isso pode trazer consequências devastadoras, afinal, quem não gosta de cuidar dos cabelos ou fazer um belo penteado. Neste texto, vamos saber mais o que é calvície feminina e quais são suas causas.

Calvície

Também conhecida como alopecia, a calvície é definida pela perda parcial ou total dos cabelos e de outras áreas do corpo que possuem pelos. Normalmente, cada pessoa perde de 50 a 100 fios de cabelo por dia, e o fio perdido é substituído por um novo. Apesar disso, com o passar da idade, principalmente quando atingimos a velhice, os fios de cabelo ficam mais fracos e o crescimento fica mais lento, podendo até mesmo ocasionar a calvície.

Quais são as causas da calvície?

A calvície possui diversas causas podendo ser consequência de um ou vários fatores, assim como distúrbios hormonais ou fisiológicos e herança genética (seja paterna ou materna).As alterações dos níveis hormonais podem levar a calvície total. Em homens que têm predisposição à testosterona, ela atua sobre os folículos capilares e afinam os fios, ocorrendo a diminuição no crescimento dos fios  e a queda dos mesmos.

Nas mulheres, a mudança ocorre quando entram na menopausa, fazendo com que aconteça a rarefação. Existem outras causas também que podem levar a calvície, assim como a utilização intensa de fixadores, secadores, alisamentos ou permanentes, tingimentos e o uso de água muito quente ao lavar os cabelos, pois isso faz com que aumente o nível da oleosidade levando a queda dos cabelos.

Como mulheres podem lidar melhor com calvície feminina

A calvície feminina

A queda de cabelos ocorre após a puberdade, quando os hormônios sexuais são produzidos. O desenvolvimento é lento e é comum ocorrer uma rarefação difusa, fazendo com que os fios fiquem finos e menores. A mulher não chega a ficar careca, mas isso pode ocorrer em casos graves e em idade mais avançada.

A anemia ou alterações tireoideanas também são as causas que provocam a queda de cabelos, ocorrendo a rarefação (a diminuição da densidade dos fios capilares), mas sem afinar os mesmos, isso acontece na alopecia androgênica, que ocorre devido a ação da enzima 5-alfa redutase sobre o hormônio testosterona e a mulher possui pouca quantidade desse hormônio. Em algumas mulheres, a alopecia androgenética também pode ocorrer após a menopausa. O quadro pode se tornar mais grave se a mulher apresentar mudanças hormonais, assim como o hirsutismo (aumento excessivo do crescimento dos pêlos terminais na mulher em partes anatômicas específicas da distribuição masculina)  ou a síndrome do ovário policístico.

O combate à calvície

O tratamento da calvície feminina existe e ajuda a resgatar a autoestima da mulher. O tratamento pretende evitar a ação hormonal sobre os folículos e reverte o processo de afinamento e diminuição, realizado pelo uso de antiandrógenos (que combatem os hormônios masculinos). Ele pode ser utilizado sob a forma de loções que são aplicados no couro cabeludo ou via oral.

Existe um medicamento que também é utilizado no tratamento da calvície masculina e feminina, mas, caso a mulher esteja em idade fértil, pode ocorrer problemas em caso de gravidez. Logo, existem outros tipos de produtos que possuem o mesmo resultado dos medicamentos. Pode também ser utilizada suplementação vitamínica e substâncias de uso local, pois isso estimula o crescimento dos cabelos.

O tratamento é regular e o seu resultado pode demorar a aparecer, deve-se ter muita paciência e dedicação. Muitas vezes é preciso trocar o medicamento até obter o melhor resultado. Se o tratamento for suspenso, o processo se restaura e a queda voltará a ocorrer. É necessário realizar uma avaliação hormonal e exames que excluam causas como eflúvio telógeno (alopecia difusa) e alopecia areata para assim saber qual será o tratamento adequado indicado por um médico ou dermatologista.

Como lidar melhor com a calvície feminina?

É normal uma mulher ficar triste e entrar em pânico quando se descobre que se está com calvície, até porque o cabelo é uma das “peças” essenciais para ela se sentir bem.  É muito importante que você procure apoio nesse momento, principalmente em grupos sobre calvície feminina, pois, quando conhecemos mais pessoas com o mesmo problema que nós, nos sentimos mais confortáveis e aprendemos a lidar com ele.

Lembre-se que você é linda da maneira que você é, não é necessário ficar constrangida ou com vergonha, pois a calvície é algo que muitas mulheres enfrentam. Você não está sozinha e existem diversas formas para recuperar os seus cabelos, basta conversar com um profissional, informar o seu ciclo menstrual, se você teve alguma doença recentemente ou estresse excessivo e, após isso, ele irá falar sobre os tratamentos e qual será melhor para você.

A calvície feminina pode ser reversível, não se preocupe, seja você mesma e sinta-se bem consigo mesma. O importante é buscar ajuda médica para que não haja nenhum problema durante o tratamento.

Gostou do artigo? Deixe o seu comentário e continue com o nosso blog! Até breve!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close