Como evitar a calvície na juventude?

A calvície é uma das doenças que afetam mais os homens do que as mulheres e tem diversos tipos e causas. Ela não tem a idade correta para acontecer, por isso a necessidade de termos diagnósticos precisos, para então darmos início ao tratamento e acompanhamento do caso. Vamos saber mais sobre ela.

O que é a calvície?

A calvície (conhecido pelo termo médico alopecia) é definida pela queda parcial ou total de fios capilares, sendo mais perceptível no couro cabeludo (também pode afetar outras áreas do corpo que contêm pelos). Uma pessoa normalmente perde, em média, 50 a 200 fios de cabelo por dia e, sempre que um fio cai, é recolocado um novo.

Com o avanço da idade, especialmente na velhice, os fios diminuem.  Os homens são mais afetados, pois possuem grande quantidade de testosterona, sofrendo a ação da enzima que diminui a velocidade da multiplicação das células e pode até mesmo provocar a morte das mesmas, deixando os cabelos mais finos.

Como evitar a calvície na juventude?

Os tipos e causas de calvície

Existem vários tipos e causas da calvície. São elas:

Androgenética: faz com que os fios de cabelo ficam mais finos e fracos. Atinge mais homens que mulheres. É o tipo mais comum de calvície e tem a ver com a genética;

Areata: afeta homens e mulheres de qualquer faixa etária. A sua causa é desconhecida, mas pode ser relacionada ao estresse. A areata apresenta diversos círculos no couro cabeludo e pode se espalhar para outras áreas do corpo que têm pelos;

Cicatricial: afeta homens e mulheres de qualquer faixa etária e não tem relação com a herança genética. Ocorre a perda total dos fios de cabelo, uma vez que atinge os folículos capilares e pode ser até mesmo irreversível se não for tratado o quanto antes;

Difusa: de modo geral, os fios de cabelo são recuperados com o tempo, pois a sua queda é temporária. Nesse tipo de calvície, a queda é causada por estresse, febre, doenças crônicas, entre outros fatores.

Por tração: ocorre a má-formação da estrutura folicular ou a ruptura completa delas, podendo até mesmo se tornar irreversível. A sua causa é pela tensão que os fios sofrem, assim como os penteados: coques, rabos de cavalos apertados, tranças, entre outros.

A idade e a calvície

A maioria dos homens tem medo de ficarem calvos, principalmente no auge da juventude. Aos que possuem predisposição genética, em 80% a calvície se manifesta entre os 24 a 26 anos de idade; 15% apresentam os sintomas aos 17 anos; e somente 5% apresenta calvície após os 30 anos.

Os homens que estão na juventude tendem a sofrer a alopecia androgenética, a calvície que ocorre em indivíduos que são geneticamente expostos. Ela ocorre quando a enzima 5-alfa-redutase transforma a testosterona em uma substância conhecida como dihidrotestosterona, que afeta o crescimento dos folículos pilosos, deixando os cabelos fracos até caírem.

Por ser hereditário, há poucas formas de tratamento, no entanto, existem diversos medicamentos que podem ser utilizados de acordo com recomendação médica e até transplante de cabelo é indicado. Uma cirurgia é realizada para retirar cabelos de uma parte do couro que possui fios, e são aplicados na parte calva. Eles também servem para fazer perucas.

É possível prevenir a calvície na juventude?

Caso a calvície seja geneticamente determinada, há pouco o que se fazer, mas existem dicas que ajudam a preveni-la:

Consumir proteínas, vitaminas e nutrientes

A falta de vitaminas também pode causar a queda de cabelos. Muitos jovens se alimentam de produtos nada saudáveis, como batata frita, refrigerante e chocolate. Esses produtos não possuem as vitaminas necessárias para o organismo, ou seja, é preciso se alimentar de alimentos ricos em vitaminas, nutrientes e proteínas, como carnes, legumes e verduras.

A alimentação é o melhor combustível para mantermos o organismo funcionando de maneira correta, afastando qualquer desequilíbrio. Não podemos esquecer também de mencionar o sono, pois é importante que tenhamos qualidade no mesmo, a falta provoca inúmeras perturbações orgânicas que com certeza irão recair na calvície.

Evite o estresse

Para evitar o estresse, a dica é respirar fundo antes das atividades e pensar que tudo pode ser resolvido sem grandes problemas. Você pode até mesmo praticar meditação ou alguma atividade relaxante, como pintar e ouvir músicas suaves.

Há estudos que comprovam a eficácia do relaxamento em situações de estresse, principalmente na adolescência fase tão delicada, onde as dúvidas e questionamentos surgem.

Por isso, ressaltamos a importância de procurar profissionais qualificados para acompanhar qualquer tipo de tratamento por mais simples que sejam.

Existem inúmeros produtos no mercado, por isso o cuidado do blog em mantê-los informados sobre os produtos e onde comprá-los, a qualidade e eficiência são a nossa marca.

As informações sobre a calvície devem ser buscadas em blogs como o nosso , pois sempre trazemos informações recentes para melhor orientá-los.

Gostou? Deixe o seu comentário logo abaixo e continue com o nosso blog! Logo teremos novidades. Até breve!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close