Tintura de cabelos pode provocar calvície?

É comum afirmar que tinturas para cabelo causam a queda dos fios. Isso pode ser considerado verdade, uma vez que o contato excessivo de compostos químicos causa perda de nutrientes no corpo.

Mas será que tudo que dizem sobre a queda de cabelos relacionados às tinturas é verdade? Vamos saber mais a seguir!

O que muitos dizem sobre cabelos tingidos?

O conhecimento geral que se tem sobre  tinturas nos cabelos é que seu uso excessivo pode causar enfraquecimento de fios, causando assim a queda dos mesmos. Mas também existem outros fatores que podem fazer com que os cabelos fiquem mais fracos e quebradiços, especialmente se os seus cabelos estiverem tingidos ou descoloridos.

Por conta disso, cabelos tingidos exigem mais cuidados. Caso contrário, pode acontecer dos fios ficarem mais porosos, deixando-os mais fracos, perdendo a capacidade de armazenar água no seu interior, deixando-os mais quebradiços e secos.

Contudo, esses problemas também podem ser reparados mesmo para quem não tinge ou descolore os fios. Por ser uma condição muito específica de cada organismo, as quedas devem ser investigadas para saber se a tintura está causando a calvície.

Tintura de cabelos pode provocar calvície?

O que fazer se o cabelo cair por conta da tintura?

Uma das coisas a se fazer se os cabelos se tornarem mais fracos por conta de uso de tinturas é o tingimento constante e o mau uso dos produtos. É necessário fazer o uso corretos desses materiais, além de um intervalo entre os períodos de tingimento dos cabelos.

Deve-se sempre dar um tempo para que os seus cabelos se recuperem da ação agressiva a que foram submetidos.

Que tipos de tinturas que podem causar maior dano nos cabelos?

O dano que seus cabelos irão sofrer vai depender também do tipo de tingimento que você aplicar nelas. Por isso, separamos para você os tipos mais comuns para que você possa conhecer melhor quais são os seus efeitos e como utilizá-las sem riscos de enfraquecer os fios de cabelo. Veja mais a seguir:

Quais tipos de tinturas existem no mercado?

As tinturas podem ser separadas em três grupos: os temporários, os semipermanentes e os permanentes. As temporárias tingem o cabelo pela sua capacidade de depositar os corantes na superfície dos fios. Geralmente duram entre duas e três lavagens.

As semipermanentes atingem os fios com maior profundidade. Contudo, elas não fixam completamente nos fios de cabelo, durando cerca de seis lavagens.

Por fim, temos as tinturas permanentes. Elas absorvem o corante pela fibra capilar e, por causa disso, conseguem durar muito mais lavagens nos cabelos, o que é bem interessante.

Quais são os ingredientes perigosos que estão nos cabelos?

Para cabelos grisalhos, existe uma série de componentes metálicos que podem trazer riscos aos fios, como chumbo, bismuto e prata. São elementos muito pesados e que podem ser encontrados em outros cosméticos. Nas tinturas, o chumbo se encontra na forma de acetato.

No organismo, ele pode causar problemas gastrointestinais, neurológicos, musculares e hormonais. Esse último fator pode também afetar diretamente no crescimento dos cabelos mais tarde, provocando assim a calvície em longo prazo.

Outro componente que provoca riscos à saúde é o formaldeído, cuja venda no Brasil é permitida apenas como conservante e não como alisante. Ele também pode causar queda de cabelos, além de dermatite, ulcerações e câncer.

Boa parte das tinturas sintéticas tem como um ingrediente os liberadores de dioxano, conhecidos por serem cancerígenas pelas agências internacionais de pesquisa contra o câncer. Eles podem causar no organismo irritação no couro cabeludo, na garganta e nas narinas.

Um componente que facilita a queda dos fios de cabelos encontrados em tinturas é a parabeno. Ele está presente em diversas formas, como metilparabeno, propilparabeno, etilparabeno, butilparabeno. Causa alergias, envelhecimento de pele e desregula os hormônios, que alteram o ciclo de crescimento dos fios de cabelo.

Por tudo isso, é sempre importante seguir as regras de uso das tinturas capilares, além de respeitar o intervalo entre um tingimento e outro. Isso pode evitar os riscos de perder fios de cabelos e com isso, o aparecimento da calvície.

Qualquer tipo de embelezamento para os cabelos, antes de fazê-lo, vá ao seu dermatologista para não ter surpresas futuras, é de extrema importância, pois existem no mercado de cosméticos inúmeros produtos, ninguém melhor do que seu médico para orientá-lo.

Sempre fique atento aos produtos que os profissionais utilizam para realizar os procedimentos. Além disso, faça a tintura de seus fios em estabelecimentos de confiança, com profissionais qualificados que fizeram treinamentos e estudaram para isso, e não se esqueça do teste numa pequena mecha do cabelo para ver se essa é a melhor cor para você.

Esperamos que tenham gostado das orientações, afinal é importante termos informações qualificadas. Preservar a saúde deve ser a nossa maior meta.

Gostou do nosso artigo? Que tal comentar para nós o que achou? Deixe o seu comentário logo abaixo e até breve, sempre teremos dicas para melhor te orientar.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close