5 razões para a queda de cabelo em mulheres

A queda de cabelos acontece com todas as pessoas, independente do sexo. E por conta disso, a calvície é algo com o que as mulheres também devem se preocupar. A queda de fios pode acontecer por conta de vários motivos que vamos mostrar a seguir; no post de hoje. Confira:

5 razões para a queda de cabelo em mulheres

1. Fator hereditário

Um dos principais motivos de calvície em mulheres e homens, de uma forma geral, é o fator genético, que afeta diretamente a reconstituição dos fios, que substituem os que deixam o couro cabeludo.

Normalmente, no caso da calvície, os fios que aparecem no couro cabeludo acabam ficando cada vez mais finos e frágeis, diminuindo a resistência, à medida em que o tempo passa. Por conta disso, os fios de cabelo acabam caindo com mais frequência, além de diminuir muito a quantidade de fios no couro cabeludo.

Esse tipo de problema, muitas vezes, é associado a um distúrbio conhecido como alopecia androgenética, que é um distúrbio de ordem genética e que causa em sua maior parte das vezes o afinamento e a queda repentina dos fios de cabelo.

2. Problemas de saúde e efeitos de certos tipos de medicamentos

A queda de cabelo em mulheres também pode indicar outras doenças e deficiências do corpo que podem não ser aparentes por ser um sintoma que se agrava ou se intensifica se não for tratado de forma correta. Problemas hormonais, anemia, problemas de tireoide e estresse são algumas das complicações que causam a queda de fios capilares.

A queda de cabelos também pode acontecer após uma cirurgia. A anestesia, estresse e a queda relativa de sangue, conhecida com anemia transitória, pode também causar a calvície, além de possíveis reações hormonais que acontecem após a operação.

Sempre esteja atento aos sinais do seu corpo. Se você sentir que algo está errado e que está causando a perda de fios de cabelos, procure ajuda médica. Ao mesmo tempo, alguns medicamentos também podem conter hormônios que, dependendo da resposta do seu organismo, poderá causar também desregulagem hormonal e consequentemente, a queda de cabelos.

Converse com seu médico caso estiver sendo medicado para que assim, o profissional da saúde possa indicar para você o melhor remédio que deixe os seus cabelos seguros e saudáveis.

3. Dormir com cabelos molhados

Uma dica a se fazer para evitar o enfraquecimento dos fios de cabelo e a calvície é não dormir com os fios molhados. Caso contrário, pode aumentar o nível de oleosidade do couro cabeludo, o que pode fazer com que haja dermatite seborreica. Isso enfraquece o bulbo piloso e pode agravar a queda dos fios.

Por isso, sempre seque bem os cabelos antes de dormir, de preferência ao ar livre, ou se preferir, com secadores, mas em baixa potência. Caso contrário, nos leva ao próximo tópico.

4. Uso excessivo de secadores, chapinhas e alisamentos

Excesso de compostos químicos nos cabelos pode promover o enfraquecimento dos fios de cabelo, seja diretamente com o couro cabeludo, quando os fios caem junto com o bulbo ou que causam a queda de fios ou a quebra desses.

O uso excessivo de secador de cabelo pode causar a quebra dos fios de cabelo por tração, quando a escova passa nos cabelos ou quando os fios queimam na hora de passar a chapinha – nesse caso, os fios acabam se partindo.

Para evitar esses problemas, controle mais o uso desses aparelhos, lavando e secando o cabelo em dias alternados. Isso ajuda com que a estrutura dos seus fios seja mais resistente. Além disso, para o uso das chapinhas, também deve ser reduzido para, no máximo, 1 vez por semana.

Tratamentos químicos devem também ser feitos em frequência mais reduzida. O uso excessivo de tinturas, alisamentos e descoloração deixam os fios de cabelo mais fracos e ressecados com a ação do tempo. Dê preferência aos produtos de beleza fortificados com algum produto natural para manter a nutrição dos seus fios.

5. Efeitos da gravidez

A gravidez pode elevar a quantidades de fios que caem diariamente do couro cabeludo. Geralmente, três meses depois do nascimento da criança, é normal que as mulheres percam muito cabelo. Em alguns casos, chegam a ter áreas sem nenhum fio, o que faz com que haja espaços abertos no couro cabeludo.

Contudo, o motivo mais comum para as quedas constantes de cabelo que causa a calvície entre as mulheres na pós-gravidez é um quadro de anemia. Mas também as alterações hormonais decorrentes dessa fase também podem causar a queda de fios e, possivelmente a calvície nas mulheres.

Para melhor prevenir a queda de cabelos nessa situação, é recomendado que você tenha uma alimentação mais saudável e equilibrada, rico em vitaminas, proteínas e minerais, além de exercícios físicos que ajudam a regular melhor os hormônios do seu corpo.

O que achou de conhecer as 5 razões para a queda de cabelo em mulheres? Comente abaixo e continue acompanhando o blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close