Por que o estresse ajuda na queda de cabelos?

O estresse é uma das maiores causas dos problemas de saúde nos dias atuais. Por causa disso, é muito frequente a recomendação de várias práticas de relaxamento mental como forma de prevenção de diversas enfermidades, como a pressão alta, a diabetes e calvície, que por sinal, pode ser agravada se a pessoa tiver várias tensões durante o dia. Em alguns casos, médicos recomendam até o uso de medicamentos para que a pessoa possa se sentir mais calma com as tensões do dia-a-dia. Nesse artigo iremos mostrar em detalhes como o estresse pode ajudar na queda de cabelos. Você pode conferir mais a seguir:

Por que o estresse ajuda na queda de cabelos?

Remédios contra a queda de cabelos

Existem vários remédios que ajudam a controlar o estresse para quem sofre de problemas que também causam a queda de cabelos, entre elas suplementos alimentares vitamináceos. Especialmente nesse último caso, é normal eles serem mais recomendados pelos médicos para poder ajudar na nutrição do seu corpo.

Os remédios, por sua vez, pode fazer com que os cabelos tenham brilho melhor, além de evitar a sua queda de cabelos pela raiz. Com o uso de shampoos para queda de cabelo e oleosidade, você pode fazer com que medicamentos como Nizoral tenha melhor resultado.

Contudo, por que o estresse faz com que os cabelos fiquem mais propensos a cair?

O estresse pode fazer com que vários hormônios fiquem em níveis desequilibrados por conta da tensão que o corpo entra, entre elas a serotonina, o principal hormônio que deixa o corpo em modo de alerta. Por conta disso, os hormônios que levam o estresse canalizam os nutrientes e vitaminas para as partes mais importantes do corpo humano, como o coração e os pulmões – os cabelos se tornam a parte menos importante.

Por esse motivo, os cabelos se tornam mais fracos e quebradiços, pois eles não recebem nutrientes o suficiente para se manterem fortes e saudáveis, causando assim a queda de cabelos, o que leva a acontecer a calvície por conta do estresse.

Além disso, o estresse aumenta o nível de oleosidade no couro cabeludo, favorecendo assim o aparecimento da caspa, o que também faz com que os cabelos fiquem mais quebradiços com o tempo.

Mas como a queda de cabelos acontece no seu corpo?

O estresse ajuda na queda de cabelos  que pode acontecer de diversos modos, não apenas por conta do estresse, muito embora ele seja um dos fatores que ajudam os cabelos a ficarem mais fracos e quebradiços. Alimentação inadequada, disfunções hormonais, uso excessivo de eletrônicos voltados para tratamento de cabelos, como o secador de cabelos e de chapinhas e exposição excessiva de altas temperaturas são algumas das suas maiores causas da queda de cabelos do couro cabeludo.

O estresse pode fazer com que os cabelos fiquem mais ralos por conta da manifestação da alopecia areata, que solta cabelos em várias partes do couro cabeludo ao redor da cabeça, comprometendo assim a circulação sanguínea, dificultando assim a permanência dos fios do couro cabeludo.

É normal acontecer a queda de cerca de 50 a 100 fios de cabelos ao longo do dia, contudo, a queda de cabelos excessivo pode ser sinal de algum problema no seu corpo. Ele pode acontecer por conta de conflitos pessoais, amorosos, perda de um ente querido, mudança de cidade, trabalho ou até mesmo de um outro familiar.

Como então, combater o estresse para prevenir a queda de cabelos?

Além de um tratamento adequado para a queda de cabelos, você deve ao menos relaxar por um tempo para o sucesso do tratamento da queda de cabelos. Existem várias formas de relaxamento do corpo e da mente para combater o estresse. Veja mais algumas delas a seguir:

– Identificando a causa do estresse e desabafar com uma pessoa próxima, de confiança. Isso pode ajudar você a não se sentir sozinho. Além disso, ao ouvir um desabafo, você irá se lembrar que inúmeras pessoas também possuem as suas inseguranças e que muitas vezes, pode levar ao estresse.

– Focar a atenção em outras situações e evitar ao máximo os problemas que levam à conflitos, em especial os familiares e pessoais.

– Tome chás. É comprovado a partir de estudos que o consumo de chás calmantes, como camomila e hortelã ajudam no relaxamento do corpo, acalmando assim o seu organismo. Remédios naturais como Valeriana também ajudam a acalmar também.

– Use a energia para praticar algum exercício físico – em especial corrida ou natação, que libera endorfinas, hormônios de bem estar, ajudando assim no controle de serotonina no seu corpo.

– Durma bem e suficientemente, para que o seu corpo não sinta cansaço durante o dia e assim, ter mais energia para realizar as tarefas do dia-a-dia.

Em muitos os casos, se a o motivo do estresse for por conta de fatores externos, como trabalho, é necessário avaliar as necessidades profissionais, como resolver os conflitos dos colegas, buscar conhecimento ou até mesmo mudar de emprego caso não se sinta realizado no trabalho. Ainda bem que o mercado oferece vários produtos de qualidade.

Deixe seu comentário! Até breve!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close