4 dicas para evitar descamação do couro cabeludo com baixas temperaturas

Com temperaturas baixas, os cuidados especiais para os cabelos se tornam necessários, especialmente por conta da queda brusca de temperatura, que pode afetar diretamente os seus cabelos. Pensando nisso, nós separamos para você algumas das nossas dicas que podem te ajudar a evitar descamação do couro cabeludo com baixas temperaturas nesse artigo. O que você está esperando? Confira mais a seguir:

4 dicas para evitar descamação do couro cabeludo com baixas temperaturas

1.Lavar os cabelos com xampu adequados em tempos regulares

Um dos melhores conselhos que muitas pessoas fazem para evitar a descamação do couro cabeludo em baixas temperaturas é a utilização de cosméticos adequados para evitar o aparecimento de diversos problemas envolvendo o tratamento de cabelos nos dias de frio.

Nos dias frios, normalmente as glândulas sebáceas produzem mais gordura para evitar a perda de água. Com isso, no couro cabeludo aumenta-se a oleosidade e a quantidade de sebo, o que faz com eu a caspa apareça no couro cabeludo nessas situações. O couro cabeludo mais oleoso desencadeia a proliferação do fungo Malassezia, que está relacionado com a ocorrência da dermatite seborreica, tendo como uma das manifestações à caspa.

Exatamente por conta desse motivo, uma das dicas que podemos dar a você para evitar a descamação do couro cabeludo devido às baixas temperaturas é de lavar os cabelos de forma regular com produtos voltados para cada tipo específico de cabelo.

De preferência, utilize água mais fria, para que os cabelos não enfraqueçam. Utilize shampoos anticaspa, que possuam anti-inflamatórios e antifungicidas. Ah! E depois sempre seque seus cabelos para que não haja a proliferação de fungos mais tarde.

2. Hidrate bem os seus cabelos nos dias frios

Além da boa lavagem dos cabelos em dias de frio, para evitar a descamação do couro cabeludo com baixas temperaturas deve-se utilizar cremes e produtos de hidratação que ajudam a melhorar a saúde dos seus cabelos, fazendo com que eles não fiquem ressecados durante os dias de inverno.

Por ser um distúrbio que afeta o couro cabeludo, na região podem acontecer descamações por conta do enfraquecimento dos fios de cabelo devido ao ressecamento dos fios de cabelo. Por conta disso, um dos maiores problemas que envolvem a higienização inadequada do couro cabeludo, que também está relacionada à descamação dos fios de cabelo em temperaturas baixas, são os banhos quentes e demorados, que podem também afetar diretamente seus fios.

Por isso, uma das coisas que os dermatologistas recomendam a todos os seus pacientes é de sempre hidratar os fios de cabelo após uma lavagem, o que pode ajudar bastante a evitar a descamação do couro cabeludo devido à baixas temperaturas. Por forçar as glândulas sebáceas a produzirem mais sebo para deixar os fios mais saudáveis, a hidratação pode ajudar com toda certeza os seus cabelos, o que deixará os fios com a sua nutrição mais equilibrada, especialmente por conta da melhoria na sua aparência.

3. Diminua o tempo de uso de chapinhas e de secadores de cabelo

Por incrível que pareça, um dos maiores problemas que envolvem o aparecimento de caspas nos dias de frio é o uso constante de secadores e chapinhas, que, embora possam ajudar na secagem e na modelagem dos cabelos nos dias de frio, se eles forem utilizados de forma excessiva, podem fazer com que os fios do seu cabelo fiquem mais fracos.

Isso pode facilitar em muito a evitar descamação do couro cabeludo em temperaturas baixas. E isso pode se tornar problema, especialmente se os secadores de cabelo e as chapinhas forem utilizados em tempos demorados e em altas temperaturas, por exemplo.

Para que o uso desses produtos não se torne problema, você deve sempre usar esses produtos da forma mais controlada possível, com temperaturas ajustadas no mínimo. Isso é bem importante de ser feito, especialmente quando estamos em dias com temperaturas baixas e necessitamos secar e modelar os cabelos com mais facilidade.

4. Procure um médico dermatologista caso os sintomas não desapareçam

Você tentou utilizar todas essas dicas e até agora o seu couro cabeludo ainda continua descamando? Isso pode indicar que existe no seu corpo algum tipo de problema de saúde que esteja oculto. Então, para evitar ou solucionar a descamação do couro cabeludo em temperaturas mais baixas, é necessário de que os seus sintomas sejam avaliados com a ajuda de um médico dermatologista.

Especialmente no caso de mulheres que se encontram na menopausa, que têm a produção de estrógeno diminuída, o que pode comprometer bastante na lubrificação de sebo no couro cabeludo, Nessas situações, é melhor procurar a ajuda do dermatologista a fim de poder escolher, com uma melhor orientação, os melhores produtos capilares que ajudam a evitar descamação do couro cabeludo em temperaturas baixas.

O que você achou do nosso artigo? Tem alguma coisa que você gostaria que fosse acrescentada? Comente algo para nós!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close