Quais são os principais tipos de alopecia que existem?

Neste artigo, vamos informar os principais tipos de alopecia que existem para você poder conhecer e tentar combater esta doença.

A alopecia é a doença que causa a queda de cabelo e de outras partes do corpo de forma inesperada e rápida.

Diferenciada da calvície padrão, em que a perda de cabelos se concentra no couro cabeludo, é gradual e normalmente afeta mais os homens.

São diversas as causas desta doença e devem receber tratamentos específicos para cada tipo de alopecia identificada.

Quais são os principais tipos de alopecia que existem?

Principais tipos de alopecia

Como já mencionado, a alopecia é a queda intensa dos pelos do corpo e está relacionada ao estresse, disfunções do organismo e à alimentação inadequada.

O tratamento depende de identificar o tipo de alopecia e atuar sobre as causas específicas.

Vamos informar os principais tipos de alopecia, porém, estudos científicos já apresentam mais de uma centena de variações.

  • Alopecia areata

Entre os principais tipos de alopecia com causas desconhecidas, está provavelmente aquelas provocadas por desequilíbrios emocionais (estresse).

Apresenta-se em forma de círculos em partes do corpo,  e ataca principalmente o couro cabeludo, tanto em homens como mulheres, que apresentam os efeitos mais brandos com perda parcial de seus cabelos.

De acordo com estatísticas, este tipo atinge uma em cada mil pessoas, podendo ocorrer a perda total de pelos, mas não de forma definitiva, pois, na maioria dos casos, eles voltam a crescer.

Quando da queda total e não se identificando novo crescimento, somente o tratamento por microtransplante é indicado.

Formas Clássicas:

Alopecia areata em placa única ou unifocal: é encontrada apenas uma placa alopécica redonda ou ovalada.

Alopecia areata em placas múltiplas ou multifocal: nessa forma ocorrem múltiplas placas alopécicas típicas, afetando apenas o couro cabeludo ou também outras áreas pilosas.

Alopecia areata total: ocorre perda total dos pelos terminais do couro cabeludo sem afetar os restantes dos pelos corporais.

Alopecia areata universal: ocorre perda total dos pelos do corpo, acometendo o couro cabeludo, os cílios, os supercílios, a barba, o bigode, as axilas e áreas genitais.

  • Androgenética

Um dos principais tipos de alopecia por concentrar mais de 90% de todos os casos é a famosa calvície e pode ter origem genética associada à testosterona na corrente sanguínea.

Atinge de forma quase absoluta o sexo masculino, mas pode ser identificada, embora muito raramente, também em mulheres.

Surge normalmente na juventude, no entanto, há casos em pessoas mais idosas – e isso é um motivo de preocupação estética para muitos homens.

Não foi descoberta uma cura para este tipo e somente implante capilar pode atenuar seus danos.

  • Seborreica

Dentre os principais tipos de alopecia está a seborreia, uma dermatite que provoca grande incômodo com coceiras intensas e queda de cabelo.

Esta doença atinge indiscriminadamente ambos os sexos e está relacionada ao estresse, ansiedade e a uma alimentação inadequada rica em gorduras e em refeições condimentadas em excesso.

Seu tratamento ocorre utilizando xampus e condicionadores que tratam a redução da gordura excessiva.

Eflúvio telogênico crônico

Um dos principais tipos de alopecia é o eflúvio telogênico crônico, em que ocorre a perda acentuada e constante dos pelos, normalmente após fortes ocorrências de estresse ou doenças crônicas.

O eflúvio é definido como uma situação normal do corpo, que se refere à perda natural dos pelos, porém é quando esta situação se acentua que esta doença é caracterizada.

Entre as causas são consideradas também disfunções orgânicas, como o hipotireoidismo, e o uso de medicamentos anticoagulantes, anticoncepcionais e quimioterápicos. Outro fator importante refere-se a uma alimentação inadequada pobre em ferro e zinco.

Remédios naturais para tratar a alopecia

Existem medicamentos alopáticos que auxiliam o tratamento da alopecia, porém, o uso de remédios naturais para combater alguns tipos da doença é o mais adequado para não provocar danos à saúde.

Seguem algumas dicas de elementos naturais que podem auxiliar no tratamento ou prevenção de alguns tipos de alopecia:

  • Óleo de gergelim – indicado para melhorar a pele e cabelos é um eficiente remédio natural. Você deve aplicá-lo antes do banho e manter por alguns minutos para atuar nos pelos do corpo;
  • Óleo de coco – atua para reduzir a queda de cabelos e pelos. Você deve massagear o óleo no corpo antes do seu banho, mantendo assim por minutos e depois enxaguando de forma normal;
  • Canela – excelente antioxidante e anti-inflamatório, atua de forma intensa no combate a doenças neurodegenerativas. Ativa a circulação;
  • Infusão de manjericão – utilize as folhas de manjericão para obter a infusão e, depois de preparada, aplique massageando toda a pele;
  • Sementes de linho – cozinhe em água e obtenha um gel natural para massagear pelos. A circulação sanguínea irá melhorar o local onde se identifica a alopecia, reduzindo as inflamações.

Mesmo com o uso de medicamentos naturais, a consulta a um médico especialista é necessária para a correta identificação do tipo de doença e assim poder atuar de forma mais efetiva sobre sua cura.

Considerações finais

Vimos os principais tipos de alopecia. Esperamos que este artigo tenha sido útil e pedimos que escreva seu comentário no post, isso nos ajudará a melhorar sempre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close