6 dicas para saber diferenciar calvície e queda de cabelos

Uma das coisas que mais afetam a autoestima das pessoas é o cabelo, ou mais precisamente, sua queda. Esse transtorno é mais conhecido como calvície ou alopecia, que, ao contrario do senso comum, pode ser manifestada em diferentes idades e possuir níveis diferentes de aparência.

Outro aspecto que causa bastante dúvida nas pessoas é a diferença dessa disfunção e a queda de cabelos. Afinal, por apresentar alguns sintomas parecidos, é comum causar uma confusão nas pessoas que passam por esse problema. Pensando nisso, listaremos 6 dicas para saber diferenciar calvície e queda de cabelos com facilidade.

6 dicas para saber diferenciar calvície e queda de cabelos

Saiba a definição de calvície

Primeiramente, para saber diferenciar calvície e queda de cabelos é preciso entender a definição de calvície e os seus sintomas.

Na prática, é normal a perda natural de cabelo até um certo nível. A média é cerca de 50 a 100 fios de cabelo por dia. Nesses casos, os fios crescem novamente, mantendo um volume de cabelo equilibrado.

Já na ocorrência de calvície há uma alteração hormonal no organismo. O hormônio DHT (dihidrotestosterona), que atua na raiz do cabelo, se junta com enzima (alfa-redutaze II). Isso causa a miniaturização do bulbo, que faz com que os fios do cabelo cresçam mais finos. Por essa razão, os cabelos, ou caem ou se tornem ralos, de forma mais intensa se comparados com os cabelos naturais.

Essa diminuição mais violenta do volume capilar caracteriza a calvície.

Fique atento se há casos de queda de cabelos na família

Outro fato que ajuda a saber diferenciar calvície e queda de cabelos é a sua origem. A calvície acontece a partir de uma predisposição genética, o que faz com que o distúrbio seja hereditário. Por ser uma condição diretamente ligada à presença dos hormônios sexuais masculinos, principalmente à testosterona, a calvície acaba se manifestando mais nos homens. O organismo feminino produz esse hormônio em uma quantidade muito pequena, por isso são menos afetadas pela calvície.

Então, saber se outros homens da sua família já tiveram esse problema pode ajudá-lo saber diferenciar calvície e queda de cabelos.

Fique atendo a seus hábitos diários

Outro fator que ajuda a saber diferenciar calvície e queda de cabelos é entender que a queda de cabelos está ligada a inúmeros elementos que não dependem de uma predisposição genética. Entre eles estão:

·         Estresse;

·         Carências nutricionais – de minerais ou vitaminas;

·         Disfunções hormonais;

·         Anemias;

·         Dermatites do couro cabeludo;

·         Excesso de procedimentos químicos no cabelo com tinturas e alisamentos;

·         Uso de medicamentos como antidepressivos, entre outros.

Fique atento ao volume de cabelo que está sendo perdido

Na calvície, a perda de cabelo demora para ser notada, pois, os fios que caem já são finos e pequenos e a pessoa muitas vezes não percebe. Já no caso de queda de cabelos, os fios que caem estão inteiros e grossos, principalmente quando o cabelo está sendo penteado, por isso as pessoas rapidamente já notam.

Entender em qual dos casos você se enquadra é fundamental para saber diferenciar calvície e queda de cabelos.

Saber a recorrência entre as perdas de cabelo

Outra forma de saber diferenciar calvície e queda de cabelos é ficar atento à rotina de ocorrência de perdas dos fios. A calvície, por ser uma predisposição genética, vai ser um problema mais recorrente. Ao contrário da queda de cabelos, pois, uma vez que a causa da queda esteja sendo corretamente tratada, os cabelos vão voltar a crescer normalmente.

Por isso, se o seu cabelo continuar crescendo, mesmo após tomar algumas medidas preventivas (como uma mudança de alimentação e no estilo de vida) pode ser um sinal de que você está sofrendo de calvície.

Procure um especialista

Mesmo ficando atento aos sintomas, confiar no senso comum pode ser perigoso. O ideal é fazer uma consulta médica com um dermatologista, pois, mediante seus exames clínicos podem identificar a causa da perda dos fios de cabelo e diferenciar calvície e queda de cabelo.

A partir disso, pode ser decidido o que pode ser feito no tratamento. No caso da queda de cabelo, o mais comum é utilizar uma medicação com suplementos nutricionais de vitaminas, proteínas, minerais e aminoácidos.

Na maioria das vezes, são indicados medicamentos como Minoxidil, Estradiol tópico e Finasterida oral. Além disso, existem formas de prevenir a queda de cabelo, como uma melhor alimentação, realizar mais exercícios físicos e utilizar produtos específicos para o seu tipo de cabelo. Essas ações, em conjunto, melhorarão a nutrição dos fios e vão impedi-los de cair.

Já para os casos de calvície, o recomendado é realizar de transplante capilar, um procedimento cirúrgico que consiste em retirar fios do cabelo em regiões que não foram afetadas pela calvície e transplantar para outras áreas.

Os resultados estéticos são ótimos, trazendo bastante naturalidade para o paciente. O médico pode indicar também produtos antiqueda para diminuição dos sintomas.

Esperamos que, depois dessas dicas, você esteja preparado para saber diferenciar calvície e queda de cabelos. Mas se você ainda possui alguma dúvida sobre os sintomas e tratamentos para calvície, deixe logo abaixo o seu comentário. Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close