Saiba mais sobre dermatite seborreica e calvície

A calvície geralmente é um problema decorrente de alterações hormonais e pode ocasionar a queda de cabelo. Neste artigo falaremos mais sobre dermatite seborreica e calvície.

Calvície: um problema que surge de várias formas

Saiba mais sobre dermatite seborreica e calvície

Dermatologistas e estudiosos afirmam que a quantidade normal de queda  é de cem fios por dia. Contudo, pessoas com predisposição para a calvície podem desenvolver esse problema já na fase adulta.

A calvície pode se desenvolver por vários fatores: genéticos, químicos, físicos, emocionais e mecânicos, quando derivam de traumas no couro cabeludo. A dermatite seborreica e calvície juntas não é tão comum, mas acontece. Vamos falar um pouco sobre essas doenças mais abaixo.

Dermatite seborreica

Ao contrário do que muitos pensam, a caspa não é a mesma coisa que dermatite seborreica. A caspa pode ser uma consequência da dermatite, mas a dermatite não é consequência da caspa. A caspa, em geral, é leve e não causa grandes problemas, não é algo a se preocupar apenas se ela estiver relacionada com a alopecia androgenética, uma das formas de calvície.

A dermatite é uma doença de caráter crônico, de acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia. Ela se apresenta por meio da formação de escamas, vermelhidão e incômodo em algumas áreas da face, como sobrancelhas e cantos do nariz.

Bebês também podem apresentar esse quadre de dermatite, no entanto, é mais comum em adultos e idosos. Nos adultos, as áreas atingidas podem ser: pálpebras, cantos do nariz, lábios, parte de trás das orelhas, couro cabeludo e sobrancelhas.

Alguns sintomas da dermatite seborreica são:

  • oleosidade excessiva (tanto na pele quanto no couro cabeludo);
  • escamas brancas que descamam (caspa) ou escamas amareladas (que são oleosas e ardem);
  • coceira;
  • ardor;
  • irritação/vermelhidão na área;
  • possível queda de cabelo.

A dermatite seborreica e calvície não são transmissíveis.

Causas da dermatite seborreica

Não se sabe ainda o que causa a dermatite seborreica, mas as descamações ocorrem em regiões de grande oleosidade. Alguns estudos mostram que fatores hormonais podem interferir, gerando a oleosidade excessiva, por consequência, a seborreia.

Existe também um fungo chamado Malassezia presente na pele de todas as pessoas, faz parte da oleosidade natural. Entretanto, alguns especialistas acreditam que o corpo pode reagir contra esse fungo, ocasionando a dermatite seborreica.

Dermatite seborreica e calvície

Com o surgimento da dermatite seborreica aumenta a oleosidade local, ocasionando um processo inflamatório, que vai acabar atrapalhando o desenvolvimento dos fios. Por isso, ela pode, sim, causar a queda do cabelo.

Formas de evitar e tratar a dermatite seborreica e calvície

Ao contrário do que pensam, a dermatite seborreica e calvície não ocorrem por falta de higiene. Existem outros fatores que acabam ocasionando o problema, mas de que maneira se pode evitar?

Para evitar a dermatite seborreica e calvície, os dermatologistas recomendam:

  • parar de fumar, se você tem esse hábito;
  • deixar os cabelos molhados soltos;
  • higiene dos fios, mas sem exageros;
  • uma boa alimentação, que não restrinja nutrientes e vitaminas;
  • evitar o estresse;
  • evitar o uso de tecidos sintéticos, já que o suor fica abafado, tornando algumas regiões do corpo suscetíveis à contaminação por fungos.

A dermatite seborreica e calvície não têm cura, são doenças crônicas. Por isso, seu tratamento se baseia no controle das inflamações, reduzindo assim o incômodo. Casos de caspa podem ser controlados apenas com xampu. É importante ficar atento ao xampu utilizado, pois ele deve ser “compatível” com o seu couro cabeludo, ou seja, ter o pH correto. Produtos inadequados para a pele podem causar forte irritação, que culminará em uma dermatite seborreica e, na pior das hipóteses, em queda dos fios.

Sendo assim:

  • lavar com mais frequência a área afetada;
  • usar de tecidos como algodão ou fibras naturais, permitindo que a pele respire;
  • interromper o uso de cremes e géis que promovam a oleosidade;
  • suspender o uso de bonés e chapéus;
  • não prender os cabelos molhados;
  • usar xampus que tenham em sua composição zinco, selênio, alcatrão, ácido salicílico, cetoconazol e antifúngicos;
  • mudar os hábitos alimentares;
  • eliminar o tabagismo;
  • controlar a imunidade do corpo;

Essas são algumas orientações dadas por dermatologistas àqueles que já sofrem com a dermatite seborreica e a calvície.

Tratamentos para a calvície

A calvície consequente da dermatite seborreica pode ser trata com remédios como finasterida, minoxidil, cetoconazol e zinco.

Existem também as formas cirúrgicas, como os lasers, que vão acelerar a pressão sanguínea no couro cabeludo, aumentando a espessura dos fios. O transplante também pode ser uma solução para quem sofre de dermatite seborreica e calvície. Nele é retirado os cabelos da nuca que são transplantados na parte calva.

Essas foram algumas informações sobre dermatite seborreica e calvície. Conhecendo mais sobre essas doenças é mais fácil buscar ajuda para um tratamento eficaz.

E você? Conhece alguém que sofre desses problemas? Deixe seu comentário contando sua experiência!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close