Caspa: 5 problemas do couro cabeludo que podem causar

Você sofre com as caspas? Tem conhecimento sobre quais problemas elas podem causar? Nesse artigo falaremos tudo sobre a caspa e quais problemas do couro cabeludo que ela pode causar.Caspa: 5 problemas do couro cabeludo que podem causar

A caspa

A pele do nosso couro cabeludo normalmente elimina por descamação as células velhas e dão lugar as mais novas. Essas células são de tamanho tão minúsculo que esse processo acaba nem sendo percebido. Portanto, quando ocorre uma dermatite do couro cabeludo, a pessoa perde escamas da pele na forma de flocos brancos, conhecidos como caspa.

Há dois tipos de caspa: a seca que é formada por pequenas películas que empoeiram o pescoço e ombros e a gordurosa que é causada pelas escamas embebidas em sebo. Normalmente as causas dela são: estresse, mudanças repentinas de temperatura, clima seco e alterações hormonais.

Quando se tem caspa, o couro cabeludo produz e solta quantidades excessivas de células mortas da pele e isso faz com que dê a sensação de coceira e coçar não é nada bom para o nosso couro cabeludo, podendo até mesmo infeccionar.

Problemas do couro cabeludo que a caspa pode causar

Abaixo listamos os problemas do couro cabeludo que a caspa pode causar. Confira:

1.       Psoríase

A psoríase é uma das doenças que a caspa pode causar no couro cabeludo que é bastante comum e que se caracteriza por lesões descamativas e avermelhadas, normalmente em placas que surgem com maior frequência no couro cabeludo, cotovelos e joelhos. Porém, ela também pode surgir nas mãos, pés, na região genital e unhas.

A extensão da psoríase pode variar de lesões localizadas e até mesmo comprometer toda a pele. Essa é uma doença crônica e autoimune, possui gravidade variável, podendo apresentar desde formas leves e de fácil tratamento até casos muito graves, levando a incapacidade física e comprometendo as articulações.

2.       Dermatite seborreica

Também conhecida como caspa, ela é uma inflamação cutânea caracterizada pela presença de escamas amareladas e brancas com aspecto oleoso. Esse tipo de inflamação é mais comum no couro cabeludo, porém pode também afetar a face, sobrancelha, tronco, cantos do nariz, entre outros.

Na seborreia, há um acúmulo maior de sebo em certas áreas do corpo, onde acontecem as descamações. É mais comum em homens do que em mulheres e o seu surgimento pode estar relacionado a problemas hormonais e estresse.

3.       Dermatite de contato

Conhecida também como eczema, ela é um tipo de reação na pele que acontece por conta do contato com algum tipo de substância ou objeto irritante gerando sintomas como inchaço, coceira e vermelhidão. Há dois tipos de dermatite de contato: alérgica ou irritativa. A dermatite de contato não é contagiosa, pois ela se trata de uma reação exagerada do corpo de uma pessoa.

4.       Queda capilar

A queda capilar por meio da ocorrência de caspa, é um problema que atinge homens e mulheres mundialmente. A queda de cabelo pode ocorrer por diversas causas assim como alterações hormonais, estresse excessivo, excesso de vitamina A ou B, e até mesmo a falta de higiene no couro cabeludo pode causar a queda dos fios.

5.       Oleosidade em excesso

O nosso couro cabeludo produz oleosidade e quando em excesso pode causar problemas assim como a dermatite seborreica. A oleosidade em excesso deixa os fios com aspecto de gorduroso e com aparência de sujeira, por isso é muito importante lavar os cabelos diariamente.

O que fazer para evitar?

A queda de cabelo e as dermatites do couro cabeludo parecem semelhantes, mas as dermatites apresentam a possibilidade de causar o aumento da queda de cabelos.

O melhor resultado do tratamento dessas afecções depende da distinção correta entre elas. Ao se notar vermelhidão, caspa, coceira ou até lesões no couro cabeludo, o mais recomendado a se fazer é procurar um médico especialista para ele analisar e diagnosticar o que está ocorrendo e indicar o melhor tratamento para o seu caso.

As caspas não possuem uma cura definitiva, mas elas podem ser controladas com shampoos anticaspa que possuem princípios ativos que ajudam a diminuir e medicamentos orais receitados por dermatologistas. Caso os cuidados sejam interrompidos as caspas podem retornar podendo até causar a calvície.

É muito importante não coçar o couro cabeludo e ao lavar procure fazer massagem com as pontas dos dedos, e mudar a alimentação com pouca ingestão de açúcar e gorduras pode ajudar. Outra dica para evitar a caspa é manter o couro cabeludo sempre limpo e evitar o uso de ferramentas de calor como o secador, a chapinha, entre outros.

Também é recomendado tomar sol logo pela manhã e no final da tarde diariamente, pois o Sol é um anti-inflamatório natural. Evitar lavar os cabelos com água quente também é muito importante para prevenir as caspas, a dica é utilizar apenas água morna ao lava-los.

Gostou do artigo sobre os problemas que a caspa pode causar no seu couro cabeludo? Deixe o seu comentário e continue acompanhando o nosso blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close