Como seu emocional pode influenciar na queda de cabelos

Você anda sofrendo com queda capilar? Anda vivendo altas emoções na sua vida com o estresse do dia a dia? Sabia que as nossas emoções podem influenciar na queda capilar? Nesse artigo falaremos tudo sobre como seu emocional pode influenciar na queda de cabelos.

Como seu emocional pode influenciar na queda de cabelos

As emoções

Nós, seres humanos, estamos sempre cheios de emoções e em constante mudança. E a rotina do dia a dia pode causar o estresse, por exemplo. Ou até mesmo ver alguém especial que há muito tempo você não via, causa a felicidade. Ou seja, as emoções podem tanto ser benéficas quanto maléficas, assim como a tristeza ou até mesmo problemas psicológicos, como a depressão, podem causar a queda capilar.

Sim, o emocional pode influenciar na queda de cabelos, um dos males que muitas pessoas, tanto homens quanto mulheres, têm medo.

Queda capilar

Nós perdemos entre 100 a 120 fios por dia e isso é considerado normal. Com o avanço da idade, os nossos fios ficam cada vez mais finos, podendo até mesmo causar a calvície. A calvície é a perda parcial ou total dos fios capilares, podendo atingir outras áreas do corpo que possuem pelos. Há diversas causas e tipos de calvície, podendo ser desde desequilíbrios hormonais até mesmo o emocional pode influenciar na queda de cabelos.

Como o emocional pode influenciar na queda de cabelos?

Uma pesquisa que foi demonstrada no Encontro da Academia Americana de Dermatologia em 2010 nos Estados Unidos, apontou que para as mulheres, a queda capilar causa um grau de sofrimento tão intenso quanto à perda de um ente querido. Há diversas  explicações, justificativas e argumentos possíveis para explicar este problema.

O fato é que interfere de forma significativa na qualidade de vida das pessoas, reduzindo a autoestima e alteração da autoimagem. Há diversos tipos de queda capilar, um deles é a alopecia androgenética que é a calvície que vem de um histórico familiar, tanto materna quanto paterna. E até mesmo o emocional pode influenciar na queda de cabelos.

Tanto para homens quanto para as mulheres o emocional pode influenciar na queda de cabelos e pode se tornar em um círculo vicioso, ou seja, quanto mais a queda ocorre, mais baixa fica a autoestima, provocando nova queda dos fios. Afinal, os cabelos estão ligados diretamente a nossa imagem e ao status que queremos passar.

O ritmo da nossa vida nos deu acesso a diversas coisas boas, porém trouxe também problemas nunca antes imaginados. O estresse é uma das principais causas que indica que o emocional pode influenciar na queda de cabelos e as mulheres são as mais afetadas por ter uma rotina de trabalhar fora e dentro de casa, por cuidar dos filhos, e ser diversas mulheres em uma só todos os dias da semana.

E isso faz com que os cabelos sofram com as doenças psicossomáticas causando a queda e dermatites no couro cabeludo. O estresse é uma das maiores causas, pois com ele ocorre o aumento da taxa do hormônio cortisol que prejudica a fixação dos fios.

Como já mencionado, é normal perdemos cerca de 100 a 120 fios capilares por dia, mas é preciso ficar atento para notar se há grandes quantidades de fios capilares no travesseiro, ou fios agarrados nos braços ou em blusas e se junto a isso não está ocorrendo à substituição, pois nesses casos é recomendado procurar imediatamente um especialista em tratamento capilar para realizar exames e verificar se realmente o emocional pode influenciar na queda de cabelos e, se esse for o caso, qual o melhor tratamento a ser indicado.

É recomendado não deixar que o problema piore, pois quanto antes o tratamento for iniciado, mais rápido será resolvido. Conforme os especialistas, a queda capilar emocional pode ser temporária, causada por desequilíbrio das taxas de hormônio devido à tensão. Portanto, também pode causar a calvície em quem possui predisposição genética à alopecia.

Lembre-se de que as receitas milagrosas não servem para nada! O que pode auxiliar no tratamento da queda capilar por causa do emocional é melhorar a sua autoestima e ter um acompanhamento de um tricologista. Esqueça aquelas receitas que possuem misturas de ingredientes que se dizem milagrosas ou descobertas que surgem na internet. Na maioria das vezes, essas receitas não surtem efeito, podendo até piorar o quadro.

Gostou do artigo sobre como o nosso emocional pode influenciar na queda de cabelos? Deixe o seu comentário e continue acompanhando o nosso blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close