Atletas e calvície: qual a relação

Há diversas formas de você se sentir bem com sua aparência e uma delas, com certeza, é possuir uma boa cabeleira sedosa e bem cuidada, mas, às vezes, a falta de cabelos causa um dano no psicológico de quem não aceita tal situação.

Especificamente em atletas, a calvície tem sido um grande vilão e há vários fatores que levam a esse acontecimento. Mas é importante ressaltar que quem pratica esporte de maneira regular e sem exageros, até pode fazer com que os cabelos nasçam mais belos e fortes, porém sabemos que os atletas profissionais estão sempre buscando ultrapassar seus limites e, com isso, acabam por exagerar em algum aspecto que faz com que essa calvície aconteça.

Fatores que vão desde uma alimentação adequada a um uso exacerbado de algumas substâncias encontradas em suplementos ou esteroides anabolizantes, assim também como a falta de higienização necessária, entre outros, têm sido a causa dessa ocorrência.

Atletas e calvície: qual a relação

Causas e efeitos da calvície

Sabe-se que a calvície pode ocorrer em pessoas de todas as idades independentemente do sexo, de fatores sociais, e também a calvície ocorre mais em homens em detrimento as mulheres.

É importante saber que há vários fatores ligados a isso e que cada caso é um caso. Nos atletas, as causas não são muito diferentes das demais, o que difere uma da outra é que em atletas esse processo pode ser acelerado por outros acontecimentos.

Para isso, preparamos para você alguns tópicos explicativos indicando possíveis causas relacionando a atletas e calvície. Confira algumas das mais comuns.

Dieta de um atleta

A dieta de um atleta é sempre rica em nutrientes para melhorar seu desempenho, porém, todo atleta tem o que chamamos de fases e objetivos, ou seja, sua alimentação muda de acordo com o objetivo que ele quer alcançar, seja aumento de peso ou perda do mesmo.

Nessas fases, ele consome nutrientes em uma determinada etapa que já na outra eles são excluídos para que possa ser alcançado seus perspectivos objetivos; e esse ‘põe e tira’ pode fazer com que haja um impacto na distribuição de nutrientes necessário para os folículos capilares ocasionando assim na queda de cabelo.

Suplementos alimentares

A ideia de ingerir suplementos foi feita para suprir a carência de determinadas vitaminas e minerais que a alimentação do dia a dia não consegue suprir.

A relação que há entre atletas e calvície pode ser entendida da seguinte forma: há no mercado fitness certos shakes e suplementos que contêm aditivos com potencial de afetar o equilíbrio hormonal.

Os chamados “estimulantes de testosterona ou suplementos naturais de testosterona” ou até mesmo a creatina, que são usados para o aumento de força e para melhorar o desempenho de atletas, principalmente de praticantes de musculação, podem aumentar os níveis de testosterona de maneira exagerada que de início pode não provocar efeitos aparentes, mas pode, por outro lado, causar a tão temida calvície, tanto em homens quanto em mulheres.

Esteroides anabolizantes

O uso exagerado de esteroides anabolizantes (hormônio masculino sintético) pode ser a maior causa da ocorrência da calvície de forma definitiva em atletas de ambos os sexos.

Por aumentarem os níveis de hormônios masculinos de forma rápida, os esteroides podem ocasionar uma calvície não desejada.

Quando a produção hormonal natural em um indivíduo é alterada através dos hormônios sintéticos, os esteroides anabolizantes, os fios de cabelo começam a afinar progressivamente e, juntamente a isso, o desaparecimento de alguns folículos capilares, em homens na parte frontal da cabeça e em mulheres na parte de cima e laterais, transformando a pele da cabeça lisa, a brilhosa e com poros fechados.

  • Mitos e verdades sobre esteroides anabolizantes em relação à calvície

O que vai determinar o avanço da calvície em determinada pessoa são os níveis de androgenia que cada esteroide possui e o uso excessivo que este pode alcançar. Porém, os esteroides que possuem baixo nível de androgenia podem causar a queda de cabelo de forma precoce, principalmente se houver um fator genético por parte do indivíduo.

  • Importante

Em outros casos, o uso de esteroides anabolizantes pode até ter o efeito contrário dos remédios que combatem a calvície quando usados na dosagem correta, provavelmente por bloquear a ação da enzima que dá origem ao DHT (hormônio duas vezes mais forte que a testosterona que provoca a queda de cabelos).

Anemia e estresse

Atletas e calvície é uma relação que, como já foi citado, não depende de sexo para ocorrer nem de uma idade específica, pois existem causas muito mais simples do que se pensa e que são importantes de se observar. Uma delas é a anemia que ocorre mais frequentemente em mulheres por estarem sempre em período menstrual e, por isso, estão sempre com falta de ferro no organismo, e a outra causa é, com certeza, o estresse.

Quem mora em cidades grandes e é atleta deve estar sempre disposto a mudar alguns hábitos alimentares, pois estão sempre sendo pressionados a serem melhores no esporte no qual praticam e isso pode ocasionar em estresse e, por fim, na queda de cabelo indesejada.

 

Muito obrigado por ler este texto sobre atletas e calvície: qual a relação. Qualquer dúvida ou sugestão é só deixar um comentário para nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Busca

Recentes

Arquivos


Close