Aromaterapia e cura da calvície: qual a relação?

Os diferentes tipos de problemas capilares que causam a queda de cabelo ou até mesmo a calvície proporcionaram inúmeras descobertas e diferentes tratamentos. E o que vamos ver hoje neste texto é um desses tratamentos, de nome aromaterapia. Neste mesmo texto vamos saber ainda qual a relação entre aromaterapia e cura da calvície. Acompanhe.Aromaterapia e cura da calvície: qual a relação?

Uso de essência de sândalo para queda de cabelo

Os vários tratamentos para queda de cabelo têm sido divulgados pelos meios de comunicação, porém, o que muitos não sabem é que cada caso é um caso específico. Nesse momento que entra a importância de procurar por um bom profissional para saber qual o melhor tratamento para o seu problema.

A aromaterapia e cura da calvície é uma relação inovadora e mais uma, dentre muitas, dessas alternativas de tratamento capilar. Pois, nesse tratamento tem sido utilizada a essência do óleo de sândalo para queda de cabelo.

A aromaterapia e cura da calvície: tratamento através do cheiro

Para podermos entender como funcionaria essa terapia do cheiro usada nesse caso para o tratamento da queda de cabelo, é necessário estudarmos um pouco sobre os efeitos que os cheiros em geral causam em nosso cérebro.

A percepção dos cheiros ocorre graças à ligação de moléculas chamadas odorantes ou odoríferas a receptores olfatórios específicos. Esses, por sua vez, localizam-se no nariz que, quando está contato com algum tipo de aroma, emitem sinais para o cérebro e este decodifica o aroma recebido e o transforma em sensação de cheiro.

Sendo assim, a aromaterapia é usada para que haja uma determinada reação da qual traga algum tipo de benefício, pois estimula de diferentes formas outras percepções no organismo.

Não somente o nariz, pois também há ainda receptores olfatórios em outras partes do corpo, com funções diversas. São encontrados, por exemplo, em espermatozoides, no gastrointestinal, na pele e também nos folículos capilares.

Na pele, por exemplo, estudos científicos apontam que determinados aromas podem até mesmo ajudar a acelerar o processo de cicatrização.

A aromaterapia e cura da calvície também acontece da mesma forma que no caso da pele. Segundo pesquisas, os receptores olfatórios podem estar diretamente relacionados ao ciclo dos fios, seu crescimento e sua queda.

Estudos sobre a essência do óleo do sândalo

Uma descoberta sobre a relação que há entre aromaterapia e cura da calvície foi publicada pela Nature Communications. Pesquisa essa que foi realizada por empresas privadas e universidades na Alemanha e Reino Unido.

Segundo os pesquisadores envolvidos, nessa pesquisa foi encontrada uma substância química na essência do óleo do sândalo chamada de Sandalore, que foi capaz de estimular o crescimento dos fios em tecidos humanos.

Sabemos que há hoje no mercado de cosméticos vários produtos que contêm em sua composição química a essência do óleo de sândalo.

Para que fossem realizados esses estudos, os cientistas coletaram amostras de biópsia da pele do couro cabeludo de pacientes que foram submetidos às cirurgias plásticas.  Amostras essas que foram levadas para laboratórios para serem analisadas e submetidas a experimento.

Na prática, como funciona a essência do óleo de sândalo?

Pra comprovar essa relação entre aromaterapia e cura da calvície com o uso da essência do óleo de sândalo, as amostras foram submetidas a pequenos testes. E, através disso, os pesquisadores descobriam que o Sandalore, produto sintético que imita a essência do óleo de sândalo, poderia interferir no ciclo dos fios.

A ação do Sandalore no organismo se daria através de uma ligação através de um receptor de odor presente nos folículos capilares, chamado OR2AT4.

Através dessa observação foi possível contatar que o receptor encontrado na camada externa das células do couro cabeludo, mostrou-se capaz de prolongar a fase de crescimento do fio, via IGF-1. O IGF-1 é um fator de crescimento envolvido no ciclo do cabelo e também no desenvolvimento e crescimento de uma pessoa.

O  prolongamento da fase de crescimento capilar (fase anágema) é o que determina, por exemplo, características como o comprimento dos cabelos. O contrário disso é o encurtamento dos fios e a interferência na velocidade do crescimento, essas ações são encontradas na alopecia androgenética e no eflúvio telógeno.

Para a comprovação dessa pesquisa foi preciso bloquear o receptor OR2AT4, chamado Phenirat, que causou a diminuição dos efeitos causados pelo Sandalore.

Expectativas do uso do sândalo para o futuro

A aromaterapia e cura da calvície podem ser um processo promissor no futuro, mas antes que você comece a querer usar a essência do sândalo para o tratamento capilar é preciso saber de algumas informações importantes.

A essência usada no experimento se chama sandalore que é uma versão sintética produzida na indústria de cosméticos da Itália. Ao contrário do óleo de sândalo original, que não se liga ao receptor OR2AT4, essa essência sintética estimula o crescimento capilar e inibe a queda de cabelo.

Porém, não é possível determinar como a essência do óleo de sândalo pode ser usada como solução 100% viável para o tratamento da alopecia. Isso porque os testes foram feitos com poucas amostras, o que nos leva a crer que pode funcionar em alguns e em outros não.

Então, para que sejam aceitas de forma satisfatória, é necessário que haja mais estudos em cima dessas descobertas.

Muito obrigado por ler esse texto sobre aromaterapia e cura da calvície: qual a relação? Deixe sua dúvida ou comentário para nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Busca

Recentes

Arquivos


Close