Confira 10 Conselhos Sobre Como Cuidar da Calvície

O cabelo pode ser visto como expressão da personalidade ou até mesmo do estado de saúde das pessoas. Sua perda, muitas vezes, causa grande insatisfação, baixa autoestima e pode até mesmo acarretar problemas psicológicos como ansiedade e depressão. Mas você sabe o que é a queda de cabelo exatamente? Vamos entender melhor isso para saber como cuidar da calvície. Confira no post de hoje!

Confira 10 Conselhos Sobre Como Cuidar da Calvície

Meu cabelo está caindo, e agora?

Em primeiro lugar, nem toda queda de cabelo significa calvície, ou alopecia, seu nome científico. Em média, uma pessoa adulta tem de  100.000 a 150.000 fios de cabelo e perde, diariamente, entre 50 e 100 deles. Se você está perdendo mais que isso, nota “entradas” ou falhas no couro cabeludo, pode estar desenvolvendo algum tipo de alopecia. Nesse caso, a primeira providência é procurar um especialista para investigar a causa e orientar você sobre como cuidar da calvície.

Conheça os tipos mais comuns de calvície

Apesar do termo alopecia ser usado como se fosse uma doença específica, tem um conceito bastante amplo, englobando várias condições médicas que podem levar ao comprometimento capilar. Os principais tipos de alopecia são:

  • a androgenética;
  • a aerata;
  • a de tração;
  • as cicatriciais.

Entenda mais um pouco sobre as duas mais recorrentes a seguir:

Alopecia Androgenética – “Calvície genética”

A alopecia androgenética é uma condição hereditária e a causa mais comum de queda de cabelos em homens e mulheres. Acomete metade dos homens com 50 anos de idade, pode afetar até 85% deles aos 70 anos e 40% das mulheres após a menopausa.

Como o próprio nome desse tipo de alopecia sugere, o fator hereditário é responsável por 80% da predisposição do indivíduo em desenvolvê-la. Provoca alterações no ciclo do fio, que cai antes do esperado, passa a crescer cada vez menos até desaparecer completamente. Embora ainda não haja cura definitiva, quem desenvolve esse quadro pode ter como cuidar da calvície, retardando seus efeitos ou mesmo transplantando fios.

Alopecia Aerata – Perdendo cabelo de repente

É considerada uma doença autoimune não transmissível em que a queda de cabelo acontece em tufos, sem formação de cicatriz. O que ocorre é que o próprio organismo ataca o folículo piloso – onde nasce o fio de cabelo –, interrompendo seu crescimento e levando à queda.

Sua causa é desconhecida, mas alguns fatores que podem estar envolvidos, como:

  • Estresse;
  • Traumas;
  • Infecção;
  • Hormônios em desequilíbrio;
  • Medicamentos;
  • Uso de produtos químicos.

Como cuidar da calvície em 10 passos

1 – Procure um médico. Considerando que existem tratamentos capilares efetivos disponíveis para o tratamento da alopecia, tão logo sejam notados os sinais da calvície. Um especialista pode indicar métodos para que seja controlada, e quanto mais cedo for reconhecida e tratada, melhor;

2 – Se tiver qualquer dúvida, pergunte ao especialista, ainda que precise lhe explicar a mesma coisa mais de uma vez. É importante ter ciência sobre o que acontece com o nosso corpo e aprender como cuidar da calvície corretamente;

3 – Tenha hábitos saudáveis. Os cigarros contêm substâncias tóxicas que provocam danos aos cabelos e seu consumo frequente está relacionado ao aumento da queda e progressão da calvície;

4 – Cuidado com a exposição excessiva ao sol! Embora a radiação não esteja associada diretamente à calvície, ficar muito tempo exposto à luz solar pode danificar a estrutura do fio, que fica ressecado, enfraquecido e quebradiço;

5 – Poluição e agentes químicos, como o cloro das piscinas, também são fatores que influenciam na sua saúde capilar. Os cabelos devem ser lavados após atividades físicas, banhos de mar ou piscina;

6 – Lavar os cabelos em excesso com água quente pode agravar a queda de cabelo, pois a alta temperatura remove com mais facilidade a camada de gordura natural que protege o couro cabeludo;

7- Se você é daqueles que usam bonés e chapéus para esconder a calvície, pode estar piorando a situação. Umidade, oleosidade e abafamento favorecem a proliferação de fungos, dermatite e, consequentemente, queda;

8 – Existem medicamentos indicados para combater a queda e cuidar da calvície, como por exemplo a finasterida, de uso oral; o minoxidil, de uso tópico e até mesmo corticoides injetáveis. Contudo, não tome nenhum remédio sem a prescrição de um médico;

9 – Há também outros tratamentos, como o laser capilar e diversos tipos de transplantes. E, assim como os remédios, esses recursos devem ser indicados e executados por especialistas credenciados;

10 – Se você não sabe ainda como cuidar da calvície, uma solução eficaz para esconder as falhas é a maquiagem capilar, que não prejudica os fios. Para saber mais sobre essa opção, clique aqui.

E você, já usou algum método de tratamento desses acima relacionados? Conte para a gente nos comentários qual é o seu jeito de saber como cuidar da calvície, ou então diga qual é a sua dúvida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close