Calvície masculina e queda de cabelo: existe diferença?

Entre os problemas estéticos relacionados à saúde dos fios que mais afetam os homens, encontram-se a calvície masculina e queda de cabelo.

A calvície é um quadro decorrente da ação de uma enzima sobre a testosterona, na raiz capilar. A hereditariedade é uma das principais causas da calvície, que pode ser agravada por meio da má alimentação e níveis elevados de estresse.

Já a queda costuma ocorrer de modo natural, com a renovação dos fios. Porém, fatores como problemas de saúde, tendências genéticas, cuidados diários indevidos e o estresse podem agravar a situação, de modo que necessite maior atenção.

Uma vez que ambos, calvície masculina e queda de cabelo, relacionam-se à perda dos fios, esse artigo tem como objetivo apresentar a distinção entre esses dois problemas, de modo que você possa estar mais atento à saúde dos seus fios. Boa leitura!

Calvície masculina e queda de cabelo: existe diferença?

O que é a calvície masculina?

A calvície é uma condição que pode afetar ambos os gêneros, entretanto, os homens são os maiores prejudicados, uma vez que a queda dos cabelos está diretamente ligada ao hormônio sexual masculino, sobretudo a testosterona.

Ao atingir a raiz capilar, a testosterona sofre a ação de uma enzima, que promove a redução da velocidade da multiplicação das células naquela região ou até mesmo provoca a morte delas. Desse modo, o cabelo apresenta-se mais fino e com um ritmo de crescimento mais lento.

Outro fator crucial para a manifestação da calvície é a hereditariedade. Apesar desta influenciar o desenvolvimento da queda, a ciência aponta que questões emocionais, como o estresse, podem agravar o quadro.

Quando a calvície pode ser verificada a partir dos 17 anos, expressa-se forte influência hereditária. Já os homens que começam a perder cabelos ou apresentar as famosas “entradas” a partir dos 25 ou 26 anos de idade, podem obter melhores resultados com tratamento, já que a participação de aspectos genéticos é menor.

A participação genética no desenvolvimento dos fios pode se dar de duas formas: o gene pode provocar a calvície masculina e queda de cabelo, gradualmente e em menor quantidade que na calvície.

A queda do cabelo se dá por excesso de oleosidade, principal causa da dermatite seborreica (caspa).

Segundo dados de 2018, divulgados pela Sociedade Brasileira do Cabelo (SBC), em média 42 milhões de brasileiros apresentam a condição da calvície. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o problema afeta metade dos homens com até 50 anos.

O que é a queda de cabelo masculina?

Fios de cabelo caem todos os dias. Trata-se de um processo fisiológico e de renovação dos fios, de modo que se estima que, diariamente, perdemos entre 50 e 100.

Sendo assim, se você está preocupado com a queda de cabelos, atente-se mais à sua imagem do que ao volume de cabelos que cai: compare fotos, perceba se há as chamadas “clareiras” na cabeça. Caso você veja menos fios, é um sinal de que a saúde capilar possa estar comprometida.

Além desse processo e de possíveis influências genéticas, existem outros fatores que podem influenciar a queda de cabelos nos homens, como a saúde, os níveis de estresse, o envelhecimento, perdas e ganhos constantes de peso e desequilíbrio hormonal.

Calvície masculina e queda de cabelo: diferenças

Embora a calvície masculina e queda de cabelo pareçam estabelecer uma clara relação, os homens não são acomeditos por calvície pelo simples cair dos cabelos.

Como vimos em relação à calvície, trata-se de um quadro onde a raiz dos cabelos deixa de funcionar, gerando fios finos que acabam desaparecendo.

A calvície masculina e queda de cabelo apresentam influências genética, sendo a calvície mais afetada pela hereditariedade, enquanto a queda relaciona-se principalmente a fatores ligados à saúde e ao estresse.

Como evitar a calvície masculina e queda de cabelo

Como mencionado anteriormente, o aparecimento da calvície cedo indica forte influência genética. Os homens que passam a perder os cabelos a partir dos 25 anos de idade podem contar com melhores resultados no tratamento.

Já a queda de cabelos pode ser contornada caso adotados alguns cuidados:

  • Boa alimentação: o organismo necessita da ingestão de certos nutrientes para garantir o crescimento saudável dos fios. Mantenha uma dieta equilibrada, rica em proteínas;
  • Penteio dos cabelos: o regular ato de pentear os cabelos ativa a circulação sanguínea do couro cabelo, auxiliando no fortalecimento dos fios;
  • Hidratação: com produtos adequados às reais necessidades dos seus fios, garante-se a sua devida nutrição;
  • Boné: o uso prolongado pode ser prejudicial ao crescimento dos fios, pois aumenta a oleosidade da região, propicia a proliferação de fungos e diminui a circulação sanguínea do couro cabeludo.

Outra dica para quem sofre de calvície masculina e queda de cabelo é a maquiagem cosmética. Jet Hair, produzido pela Miss Mag Cosméticos, é feito à base de queratina e promove a cobertura dos fios de modo prático e indolor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Busca

Recentes

Arquivos


Close