Maquiagem capilar ou tintura: o que é melhor para o couro cabeludo

O couro cabeludo é uma barreira física em que se encontram implantados os fios de cabelos. É constituído por tecidos moles, dispostos num revestimento contínuo, resistente e suave. É uma região extremamente suscetível à ação de substâncias, por estar repleta de vasos sanguíneos.

Se você está em dúvida entre o uso de maquiagem capilar ou tintura, é importante levar em consideração as funções de cada produto e seu histórico de utilização. Junto da popularidade das tinturas, vem aumentando também o número de casos alérgicos relacionados à coloração dos cabelos.

A maquiagem capilar, por sua vez, ao se apresentar na forma em pó, garante eficaz aderência capilar, invisível aos olhos, o que se traduz num efeito natural aos cabelos.

Maquiagem capilar ou tintura: o que é melhor para o couro cabeludo

Como a maquiagem capilar afeta o couro cabeludo

A maquiagem capilar vem ganhando cada vez mais espaço entre os produtos relacionados à beleza dos fios, por conta de sua eficácia e composição. Sua ação se dá rapidamente, aderindo aos fios de maneira eletrostática.

Sua fórmula, à base de queratina, dificilmente provoca irritações na pele e promove o aumento do volume dos cabelos de modo instantâneo e uniforme, preenchendo falhas e calvície. É comercializado em oito tonalidades diferentes (castanho-escuro, castanho-escuro médio, castanho-claro, preto, loiro, ruivo, branco e grisalho), de modo a atender às diferentes tonalidades de cabelo.

Assim como outros produtos capilares, como cremes para penteio, deve ser devidamente retirado após o período de uso, para que não seja permitido o acúmulo de resíduos no couro cabeludo, que pode impedir a respiração da pele. Tal processo é facilmente realizado com o uso de xampu.

Entre maquiagem capilar ou tintura, caso sua opção seja pela primeira, apostamos em Jet Hair, a maquiagem capilar produzida pela Miss Mag Cosméticos.

Como a tintura afeta o couro cabeludo

Pintar os fios de cabelo é uma tradição antiga na história, datada de 4 mil anos. É o que comprova os resquícios de hena, um corante natural ainda hoje utilizado, encontrados nos cabelos de múmias egípcias.

Embora a hena ainda seja utilizada no tingimento dos fios, as técnicas e os produtos disponíveis no mercado avançaram e se modernizaram. Como muitos desses são procedimentos ou produtos químicos, o cuidado durante sua aplicação é indispensável.

A principal substância contida nas tinturas de cabelo responsável por reações alérgicas em usuários é a parafenilenodiamina, utilizada como um fixador da cor. Muitas tinturas normalmente utilizadas para colorir fios de cabelos grisalhos trazem corantes metálicos, como chumbo ou prata.

Trata-se de metais pesados que, quando no organismo, pode levar ao desenvolvimento de quadros neurológicos, gastrointestinais, hormonais etc.

Entretanto, qualquer substância pode desencadear quadros de alergias, pois se caracterizam como condições hereditárias.

Sendo assim, é imprescindível a testagem da tintura antes de sua aplicação aos fios. Avalie as possibilidades e os riscos e realize testes alérgicos, aplicando uma fração do produto na pele, ou no próprio cabelo, em uma pequena mecha.

Alguns sintomas alérgicos resultantes do contato com tintura de cabelos são:

  • Sensação de coceira;
  • Queimação no couro cabeludo;
  • Feridas no couro cabeludo;
  • Perda de cabelos; e
  • Pele avermelhada nas regiões de contato direto com o produto, como o couro cabeludo, testa e orelhas.

Algumas medidas importantes durante a aplicação de tinturas nos fios é não deixar o produto agir por mais tempo que o indicado na embalagem, não realizar misturar caseiras ou itens não indicados pelo fabricante.

Maquiagem capilar ou tintura? Conclusões

No dilema entre maquiagem capilar ou tintura, ambos os produtos apresentam benefícios e desvantagens. Enquanto as tinturas permanentes são absorvidas pela fibra capilar e duram certo período, a maquiagem capilar é recomendada sobretudo para o disfarce de falhas e preenchimento uniforme dos cabelos.

Apesar de extremamente popular, o uso de tinturas oferece riscos aos organismos que trazem condições genéticas adversas às substâncias presentes nas fórmulas. Já a maquiagem capilar, por se constituir à base de queratina, apresenta-se como eficaz e inofensivo ao couro cabeludo, a menos que o produto não seja devidamente retirado após o uso.

Independente de sua escolha entre maquiagem capilar ou tintura, atente-se às propriedades de cada produto, suas sugestões de uso e seu histórico de saúde. Aposte na testagem do produto antes de sua completa aplicação, de modo a observar seus efeitos quando em contato com a pele.

Esperamos que as informações acima lhe sejam úteis durante a decisão entre maquiagem capilar ou tintura. Caso você tenha algo a acrescentar ou qualquer dúvida, deixe-nos seu comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Busca

Recentes

Arquivos


Close