Cortisol e queda de cabelo: qual a relação?

Diversas são as causas da queda de cabelo que podem levar, quando em excesso, à calvície.

Uma das principais causas está relacionada ao estresse, que ao se elevar a níveis muito elevados acaba exercendo uma ação intensa sobre a saúde dos fios de cabelos e são grandes provocadores da queda acentuada.

Existe um hormônio conhecido que provoca esse processo em situações de estresse, e assim veremos, neste artigo, como o cortisol e queda de cabelo estão diretamente relacionados para o avanço da calvície.

Diversas são as causas da queda de cabelo que podem levar, quando em excesso, à calvície. Uma das principais causas está relacionada ao estresse, que ao se elevar a níveis muito elevados acaba exercendo uma ação intensa sobre a saúde dos fios de cabelos e são grandes provocadores da queda acentuada. Existe um hormônio conhecido que provoca esse processo em situações de estresse, e assim veremos, neste artigo, como o cortisol e queda de cabelo estão diretamente relacionados para o avanço da calvície. O que é o cortisol? O cortisol é um hormônio que se origina na glândula suprarrenal que age sobre o controle do estresse, no equilíbrio do sistema imunológico, e atua para reduzir as inflamações no organismo e equilibrar a glicose e a pressão arterial. Quando em níveis adequados esse hormônio exerce importante papel para o bem-estar e a saúde do corpo. Porém, em desequilíbrio ele desencadeia um papel importante em diversas funções vitais, entre eles o enfraquecimento dos fios de cabelos. Isso ocorre porque o cortisol é encontrado nos folículos capilares e, quando em desequilíbrio, provoca uma paralisação do crescimento e do enfraquecimento dos fios, desde suas raízes, o que leva a maior quantidade de perda de fios de cabelos. Dessa forma, o cortisol e queda de cabelo estão relacionados e deve ser adotada a verificação constante das causas da calvície para identificar se alterações nesse hormônio estão afetando o aumento da queda de fios.  A relação do cortisol e queda de cabelo O cortisol e queda de cabelo estão intimamente ligados porque a ação do hormônio que se relaciona ao estresse provoca uma reação para comprometer tanto o crescimento dos fios como suas forças. Como cortisol inibe o fluxo sanguíneo no couro cabeludo, os fios acabam comprometidos, por não desfrutar de nutrição adequada e se enfraquecem, causando morte do bulbo e eliminação do fio. Quando o estresse se encontra em níveis elevados, o organismo emite uma maior adrenalina no organismo que provoca um desnível de cortisol, e assim passa a ser um fator de risco para os cabelos e outras funções do corpo humano. Como reduzir a ação do cortisol na queda de cabelos? Existem várias ações que podem equilibrar o cortisol no organismo e, dessa maneira, assim reduzir a relação adversa do cortisol e queda de cabelo, mantendo os fios sempre fortes. Uma das mais eficientes e que requer apenas a determinação e postura da própria pessoa é equilibrar suas emoções mantendo o estresse sob controle. Uma excelente alternativa é manter habitualmente uma prática de meditação e relaxamento mental. A meditação traz um equilíbrio importante para a pessoa combater a ansiedade e as preocupações, que têm um peso enorme sobre o processo de estresse, e assim pode conseguir equilibrar o cortisol no organismo. Cuidar de sua rotina e alimentação Para manter uma boa relação entre o cortisol e queda de cabelo, além da meditação e busca do equilíbrio mental e emocional, manter uma rotina diária dentro de limites que não ultrapassem a sua capacidade de atuação é uma excelente forma de manter o controle sobre esse hormônio e evitar que cause danos ao organismo. Além disso, efetuar uma reeducação alimentar com o uso de alimentos saudáveis é fundamental para harmonizar todo o funcionamento do corpo e manter os hormônios em equilíbrio. A pessoa deve buscar levar uma vida mais saudável e sem exceder os seus limites físicos, assim poderá obter grande sucesso para evitar o estresse e a queda de cabelos. Rever prioridades e estilo de vida passam a ser recomendações fundamentais para conseguir superar as causas de quedas de cabelos e melhorar a saúde de forma geral. Introduzir a prática de exercícios físicos habituais Habituar-se a ter um estilo de vida mais adequado requer que a pessoa passe a rever seu cotidiano e também a praticar exercícios como rotina na vida, que lhe tragam mais bem-estar e equilíbrio. Essa atitude não exige que a pessoa se torne um atleta de alta performance, mas sim que deixe de ser sedentário e passe a manter sua saúde de maneira adequada e com o estresse totalmente controlado. Com isso, o cortisol e queda de cabelo conviverão sempre positivamente e a pessoa somente terá ganhos em sua vida.  Conclusão: cortisol e queda de cabelo Há uma relação intensa entre o cortisol e queda de cabelo e esse efeito nocivo deve ser combatido com a busca constante de um equilíbrio emocional e ação de tratamentos com uso de medicamentos para tentar controlar esse processo. Dessa maneira, faz-se necessária a busca de um profissional que possa auxiliar a combater o desequilíbrio hormonal e manter os cabelos fortes e sem queda excessiva. Porém, existem casos em que a calvície já se apresentou e pode ser disfarçada com o uso de uma maquiagem capilar de qualidade. Se a opção for por esse caminho, Jet Hair é a melhor alternativa, por ser um produto de qualidade e seguro e possuir autorização e comercialização da Anvisa. Busque todas as informações sobre esse produto e poderá fazer sua compra de forma segura e rápida. Aproveite e deixe seu comentário sobre o que achou a respeito do artigo que falou da relação entre cortisol e queda de cabelo.

O que é o cortisol?

O cortisol é um hormônio que se origina na glândula suprarrenal que age sobre o controle do estresse, no equilíbrio do sistema imunológico, e atua para reduzir as inflamações no organismo e equilibrar a glicose e a pressão arterial.

Quando em níveis adequados esse hormônio exerce importante papel para o bem-estar e a saúde do corpo.

Porém, em desequilíbrio ele desencadeia um papel importante em diversas funções vitais, entre eles o enfraquecimento dos fios de cabelos.

Isso ocorre porque o cortisol é encontrado nos folículos capilares e, quando em desequilíbrio, provoca uma paralisação do crescimento e do enfraquecimento dos fios, desde suas raízes, o que leva a maior quantidade de perda de fios de cabelos.

Dessa forma, o cortisol e queda de cabelo estão relacionados e deve ser adotada a verificação constante das causas da calvície para identificar se alterações nesse hormônio estão afetando o aumento da queda de fios.

A relação do cortisol e queda de cabelo

O cortisol e queda de cabelo estão intimamente ligados porque a ação do hormônio que se relaciona ao estresse provoca uma reação para comprometer tanto o crescimento dos fios como suas forças.

Como cortisol inibe o fluxo sanguíneo no couro cabeludo, os fios acabam comprometidos, por não desfrutar de nutrição adequada e se enfraquecem, causando morte do bulbo e eliminação do fio.

Quando o estresse se encontra em níveis elevados, o organismo emite uma maior adrenalina no organismo que provoca um desnível de cortisol, e assim passa a ser um fator de risco para os cabelos e outras funções do corpo humano.

Como reduzir a ação do cortisol na queda de cabelos?

Existem várias ações que podem equilibrar o cortisol no organismo e, dessa maneira, assim reduzir a relação adversa do cortisol e queda de cabelo, mantendo os fios sempre fortes.

Uma das mais eficientes e que requer apenas a determinação e postura da própria pessoa é equilibrar suas emoções mantendo o estresse sob controle.

Uma excelente alternativa é manter habitualmente uma prática de meditação e relaxamento mental.

A meditação traz um equilíbrio importante para a pessoa combater a ansiedade e as preocupações, que têm um peso enorme sobre o processo de estresse, e assim pode conseguir equilibrar o cortisol no organismo.

Cuidar de sua rotina e alimentação

Para manter uma boa relação entre o cortisol e queda de cabelo, além da meditação e busca do equilíbrio mental e emocional, manter uma rotina diária dentro de limites que não ultrapassem a sua capacidade de atuação é uma excelente forma de manter o controle sobre esse hormônio e evitar que cause danos ao organismo.

Além disso, efetuar uma reeducação alimentar com o uso de alimentos saudáveis é fundamental para harmonizar todo o funcionamento do corpo e manter os hormônios em equilíbrio.

A pessoa deve buscar levar uma vida mais saudável e sem exceder os seus limites físicos, assim poderá obter grande sucesso para evitar o estresse e a queda de cabelos.

Rever prioridades e estilo de vida passam a ser recomendações fundamentais para conseguir superar as causas de quedas de cabelos e melhorar a saúde de forma geral.

Introduzir a prática de exercícios físicos habituais

Habituar-se a ter um estilo de vida mais adequado requer que a pessoa passe a rever seu cotidiano e também a praticar exercícios como rotina na vida, que lhe tragam mais bem-estar e equilíbrio.

Essa atitude não exige que a pessoa se torne um atleta de alta performance, mas sim que deixe de ser sedentário e passe a manter sua saúde de maneira adequada e com o estresse totalmente controlado.

Com isso, o cortisol e queda de cabelo conviverão sempre positivamente e a pessoa somente terá ganhos em sua vida.

Conclusão: cortisol e queda de cabelo

Há uma relação intensa entre o cortisol e queda de cabelo e esse efeito nocivo deve ser combatido com a busca constante de um equilíbrio emocional e ação de tratamentos com uso de medicamentos para tentar controlar esse processo.

Dessa maneira, faz-se necessária a busca de um profissional que possa auxiliar a combater o desequilíbrio hormonal e manter os cabelos fortes e sem queda excessiva.

Porém, existem casos em que a calvície já se apresentou e pode ser disfarçada com o uso de uma maquiagem capilar de qualidade.

Se a opção for por esse caminho, Jet Hair é a melhor alternativa, por ser um produto de qualidade e seguro e possuir autorização e comercialização da Anvisa.

Busque todas as informações sobre esse produto e poderá fazer sua compra de forma segura e rápida. Aproveite e deixe seu comentário sobre o que achou a respeito do artigo que falou da relação entre cortisol e queda de cabelo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Busca

Recentes

Arquivos


Close