Como evitar o eflúvio telógeno

A queda de cabelo sempre é uma preocupação na vida das pessoas, sobretudo por causa da calvície, isto é, quando a perda dos fios é em excesso.

O eflúvio telógeno é uma doença que pode acentuar a calvície. Portanto,  é importante saber como combate-la;  para isso, vamos aprender um pouco mais a respeito de maneiras como evitar eflúvio telógeno.

Como evitar o eflúvio telógeno

O que é eflúvio telógeno?

Para saber como evitar o eflúvio telógeno, é importante compreender o que é essa doença.

Ela está relacionada à perda de fios de cabelo em excesso. A queda em grande quantidade pode ser notada no cotidiano na hora de pentear o cabelo ou mesmo na hora de lavá-lo.

A queda dos fios é um processo normal, que ocorre diariamente. Porém, quando se nota muito cabelo caindo e a formação de tufos no chão do banheiro ou no pente, deve-se ficar atento.

Existem casos em que se sente uma coceira intensa na parte posterior do couro cabeludo e que pode estar relacionada ao surgimento do eflúvio telógeno.

Essa doença surge mais em mulheres, sendo caracterizada por  dois tipos distintos.

Quais tipos existentes?

Antes de apresentarmos maneiras de como evitar o eflúvio telógeno, devemos conhecer de que formas pode se manifestar para que, assim, possamos identificar e propor soluções para o quadro.

 Há dois tipos de eflúvio telógeno. Vejamos a seguir:

  • Agudo

Nesse caso, o processo se inicia por algum motivo ocorrido há algum tempo e que provoca uma acentuação da queda de fios, provocando, no mínimo o dobro de perda.  Isso costuma ocorrer alguns meses após o evento que desencadeou a queda de cabelo.

Pode ser originado por alguma situação de estresse ou até mesmo por causa de infecções que acometeram cada pessoa.

Dentre essas infecções, podemos exemplificar pneumonias, dietas muito fortes e restritivas, cirurgias e aumento de estresse.

Nesse primeiro tipo, a causa costume ser descoberta. Porém, existem situações que permanecem sem explicação.

  • Crônico

Similar ao tipo agudo, mas com uma evolução em longo prazo, esse tipo apresenta ciclos de quedas em períodos específicos durante o ano ou que se agravam após dois anos.

Eflúvio telógeno mantém os cabelos com volume em sua base e mais ralo no comprimento, deixando o cabelo mais curto e fino nas pontas.

Normalmente, ocorre devido a doenças autoimunes e, na maioria das vezes, não se identificam suas causas.

Como evitar eflúvio telógeno?

Identificar as origens da queda de cabelo é a melhor forma de descobrir maneiras de como evitar eflúvio telógeno. Dessa forma, pode-se atuar sobre suas causas e corrigir o problema.

 Contudo, existem alguns fatores que contribuem para minimizar o quadro, observando, principalmente, seus hábitos  para que sua rotina possa ser corrigida  e  o surgimento desse problema, combatido.

Podemos relacionar alguns fatores que auxiliam a combater o surgimento dessa doença:

  • Controlar o estresse através de prática de exercícios e de meditação;
  • Mudança de hábitos alimentares, introduzindo uma reeducação alimentar;
  • Realizar tratamentos para fortalecimento dos fios;
  • Reduzir a ansiedade;
  • Evitar excesso de calor no couro cabeludo.

Eflúvio telógeno tem tratamento?

 Prevenção é a melhor forma de evitar o eflúvio telófeno. Porém, caso o problema surja, deve ter suas causas investigadas e tratadas.

Na maioria das vezes, esse processo de solução é superior a  um ano, podendo chegar a mais de  três anos para sua cura.

Existe recuperação para o eflúvio telógeno?

Quando não se consegue meios de como evitar eflúvio telógeno é importante sempre procurar ajuda de um profissional em dermatologia, com especialização em tricologia, para que se possa identificar as origens e atuar para sua cura.

A recuperação dessa doença, muitas vezes, leva bastante tempo e pode provocar o surgimento de sinais de calvície caso não seja adequadamente tratada.

Porém, o principal é a identificação das causas e, em alguns casos, isso não ocorre , fazendo com que o problema  continue.

Por isso, é importante que seja adotado um estilo de vida que dificulte o surgimento dessa doença, por ela estar relacionada basicamente  a causas emocionais.

Conclusão: como evitar eflúvio telógeno

Controlar hábitos e ter mais cuidado com o tratamento dos cabelos são maneiras de como evitar eflúvio telógeno.

Entretanto, muitas vezes, não há como evitar eflúvio telógeno e, nesses casos, é importante consultar um médico especialista para que seja iniciado o tratamento adequado. Se a doença já tiver comprometido grande quantidade de fios de cabelo, expondo o início da calvície, o melhor caminho é usar maquiagem capilar.

E a melhor solução, nesse sentido, é optar por produto de qualidade com resultados comprovados. Estamos falando, de Jet Hair. Aproveite e deixe seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Busca

Recentes

Arquivos


Close