Como eliminar a calvície repentina em homens

Homens que vivenciam a perda repentina de cabelo geralmente tendem a acreditar que algum padrão genético masculino que possuam para a calvície seja o motivo pelo qual estão passando por esse problema ou condição, mas, na verdade, a temida alopecia androgênica é a causa mais frequente para a perda ou queda de cabelos. Por outro lado, homens não deveriam culpar tão imediatamente assim a sua genética por estarem ficando carecas, uma vez que existe outro desencadeador da perda ou queda de cabelo, conhecido como eflúvio telógeno.

Prevenções da Calvície Repentina

Esse eflúvio telógeno é, na verdade, o termo dado a uma reação típica do corpo a um estresse hormonal intenso, bem como estresse físico ou um efeito químico muito rápido, devido à utilização de medicamentos. Essa condição ou problema pode ocorrer em praticamente qualquer idade. Seu surgimento pode ser muito repentino e, frequentemente, faz com que os homens se sintam empurrados a encontrar uma “cura” para a calvície, o fim da calvície e até mesmo prevenções para a calvície e o fim da calvície em qualquer farmácia próxima ou online.

Entretanto, o eflúvio telógeno não costuma reagir aos tratamentos típicos que são vendidos para a perda de cabelos, nem às outras soluções que estão disponíveis no mercado. Isso acontece porque este problema não tem nada a ver com a calvície convencional que acomete os homens.

O eflúvio telógeno geralmente avança para um afinamento dos fios de cabelo e os seus efeitos estão fortemente ligados ao nosso ciclo de crescimento do cabelo. Muitos dos nossos fios de cabelo estão na fase anágena ou de crescimento. Depois dessa fase, o nosso cabelo entra naturalmente na fase telógena ou fase de descanso. Por alguns meses, o crescimento do cabelo chega a uma pausa e depois cai, sendo substituído por um novo cabelo em crescimento no fluxo inicial de energia da fase anágena.

Como eliminar a calvície repentina em homens

Efeito do eflúvio Telógeno

Em qualquer momento da vida, nós normalmente temos em torno de 15% a 20% dos nossos fios de cabelo na fase de descanso ou telógena. Mas, ainda assim, o efeito do eflúvio telógeno é aumentar de forma significativa a quantidade de fios de cabelo que nós temos que estão na fase telógena.

Entretanto, ainda que novos fios de cabelo cresçam e substituam todos os fios que caíram, a velocidade com que os fios de cabelo são enviados para a fase de descanso por conta dessa condição pode sobrecarregar a capacidade do corpo de lidar com ela, e a queda na quantidade de fios de cabelo que está ligada com esta condição pode, em pouco tempo, se tornar evidente, a tão temida calvície.

Felizmente, assim que a fonte do estresse é determinada e eliminada, o afinamento dos fios de cabelo e a calvície geralmente se revertem e o cabelo passa a crescer novamente, na mesma velocidade com a qual ele começou a cair de início. Ainda assim, essa condição e problema não deve ser considerada como uma situação simples já que, em alguns casos, pode evoluir e se desenvolver para um problema crônico.

Adicionalmente, o eflúvio telógeno é geralmente um sintoma de outros poucos problemas fundamentais físicos e qualquer pessoa que tenha inexplicáveis e repentinas perdas de cabelo serão espertas o suficiente para procurar por orientação de um médico propriamente qualificado.

Porém, muitas vezes o fim da calvície não é tão facilmente alcançado. Em alguns casos, o problema é mais complexo e envolve heranças genéticas e outros agravantes que podem tornar a reversão da perda de cabelos algo quase impossível.

Nestes casos, é sempre importante buscar a orientação médica e buscar as soluções cabíveis e possíveis. Se o seu caso for irreversível e você, ainda assim, não souber lidar com a queda de cabelos e a calvície, pode optar por métodos que reimplantam fios nos folículos, algo como uma cirurgia capilar.

O procedimento ainda não é dos mais acessíveis, mas se você possui algum dinheiro para investir na sua autoestima e as recomendações do médico, por que não dar uma chance, tentar realizá-lo e, quem sabe, dar adeus à calvície.

Calvície Repentina: se você percebeu que está acontecendo com você

  • Não deixe de procurar um médico dermatologista, de preferência um que seja especializado e mais entendido de casos de calvície;
  • Seguir as instruções que ele lhe passar;
  • Diminuir o estresse – por mais que a sua condição não seja necessariamente a eflúvio telógeno, ser mais calmo e sereno com certeza lhe poupará alguns fios de qualquer forma;
  • Não utilize produtos de origem duvidosa e que prometem milagres. É importante ter em mente que algumas condições não se resolvem da noite para o dia e que é necessário observá-las de perto para encontrar uma solução cabível para a mesma;
  • Se você sabe que existe a incidência de casos de calvície na sua família, não deixe de procurar métodos de prevenção, que vão desde mudanças alimentares e físicas até coisas mais complexas como mapeamento genético e medicamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close