Quais são os diferentes estágios de crescimento capilar?

Muitos acreditam que, para entender como funciona a perda de cabelos, é importante saber tudo quanto for possível sobre o cabelo em si, folículos capilares, couro cabeludo e etc.. Ainda que a calvície seja um problema que não tem cura definitiva, está-se trabalhando nisso com afinco para finalmente descobrir qual é o caminho a ser seguido para o fim da calvície.

De forma a entender como o sistema natural do nosso cabelo funciona, é muito importante entender como funcionam os diferentes estágios do crescimento capilar. Ele cresce da raiz, ou folículo, que está localizado abaixo da nossa pele. O cabelo, então, é alimentado pelas nossas veias na base do folículo, que lhe dá todo o suporte necessário para que cresça de forma saudável. No meio do processo entre crescimento e queda, cada fio de cabelo passa por diferentes estágios: anágena, catágena, descanso e exógena. Os nomes são um pouco incomuns, mas não é difícil entender como funciona o processo de crescimento capilar.

Estágios do crescimento capilar

Como mencionado anteriormente, existem quatro estágios de crescimento capilar. Com o passar do tempo, o período que o fio de cabelo passa no estágio de anágena começa a diminuir. Neste ponto, o cabelo pode começar a se tornar mais fino e fraco após completo cada ciclo. Esse é o motivo pelo qual é muito importante ter certeza de que a sua dieta contém os nutrientes necessários para manter o seu crescimento capilar normal e saudável.

Estágio 1 – Anágena

O estágio de anágena é a fase de crescimento do ciclo capilar. Esse período pode durar entre dois a sete anos. Ele também ajuda a determinar qual será o comprimento do nosso cabelo. Neste ponto, o cabelo continua crescendo meia polegada todos os meses. Praticamente 90% do nosso cabelo se encontra neste estágio. Pessoas que tem problemas de crescimento capilar geralmente tem fases anágenas muito curtas.

Estágio 2 – Catágena

Depois a fase de anágena é terminada, a fase que se segue é a de catágena. Ela é conhecida como a fase de transição nos estágios do crescimento capilar. Este período se mantém por até dez dias. Os fios de cabelo, então, nesta fase, começam a encolher e a se desanexar da papila dermal do couro cabeludo.

Quais são os diferentes estágios de crescimento capilar

Estágio 3 – Descanso

A fase de descanso do ciclo pode durar até três meses. Neste ponto, aproximadamente 10 a 15 por cento dos fios de cabelos encontram-se neste estágio em algum momento da sua vida útil. Enquanto o cabelo mais velho se encontra nesta fase de descanso, o cabelo novo está na fase anágena e o ciclo nunca para, sempre continuando até que o corpo já não tenha mais toda a vitalidade de antes.

Estágio 4 – Exógena

A fase exógena é, na verdade, uma parte da fase de descanso, porém ela acontece mais para o final da mesma. Essa parte dos estágios do crescimento capilar é onde o cabelo mais antigo finalmente começa a se desviar, mas o cabelo novo continua crescendo. Mais da metade dos nossos fios de cabelo caem diariamente. Essa queda é considerada normal nesta fase do crescimento capilar.

Como você pode ter notado, as fases do crescimento capilar acontecem simultaneamente entre si. Você não pode determinar quais fios estão em qual estágio. O que fica para nós destas informações é que todos os fios de cabelo nas nossas cabeças precisam passar por cada uma destas fases durante a sua vida útil. De forma a melhorar a condição de saúde dos seus fios de cabelo, tenha certeza de que você o está nutrindo de maneira correta.

É importante cuidar dos cabelos sempre, seja protegendo-os do calor, deixando-os sempre limpos ou melhorando a sua dieta, de forma a fazer com que eles cresçam cada vez mais fortes e por mais tempo.

Se você possui uma herança genética que indica que você tem grandes chances de desenvolver calvície, não hesite em procurar um dermatologista para guiá-lo no processo de melhorar as suas condições de vida para evitar ao máximo a queda de cabelos.

Ter esse conhecimento primário sobre as fases e estágios do crescimento capilar já é um excelente começo, uma vez que você já está se informando sobre como funciona o nosso organismo com relação ao cabelo.

Se você já sofre de calvície, procure terapias alternativas que possam ajudá-lo a passar por esta fase. Muitos realizam cirurgias de implantes capilares, usam remédios e cremes, e outros. Enquanto o fim da calvície não for determinado pela ciência, teremos que nos contentar com algumas poucas medidas paliativas que ainda não funcionam para todos os indivíduos.

Mas melhorar a qualidade de vida pode ser o primeiro e mais importante passo no combate à calvície: melhor a sua alimentação e o seu metabolismo e comece a sentir a diferença na pele e nos cabelos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close