Como a perda de cabelo pode afetar a sua vida sexual?

A perda de cabelo sempre se torna um problema para a vida de pessoas. A aparência da pessoa sofre abalos, o que derruba a autoimagem, mas queda de cabelos muitas vezes também pode ser associada a problemas hormonais e de alimentação. Tudo isso, sem dúvida, pode afetar a sua vida sexual. Mas como isso pode acontecer? Confira mais no artigo de hoje.

Como a perda de cabelo pode afetar a sua vida sexual?

Medicamentos para tratamento de calvície podem afetar desempenho sexual

Um dos efeitos mais comuns que são constantemente ouvidos por homens que estão sob tratamento de calvície é que os remédios acabam causando impotência sexual – se não por completo, ao menos uma redução significativa de libido.

Isso acontece porque boa parte dos medicamentos voltados para a calvície é feita a partir de hormônios que inibem a produção de testosterona, e, por isso, a produção de fios dos folículos capilares é reduzida, ou até mesmo, atrofiada.

Por isso, muitos homens acabam deixando de fazer o tratamento, mesmo com a calvície incomodando. O que não é recomendado. Não à toa, recomendamos sempre que procure sempre especialistas da área como os dermatologistas, uma vez que o uso de medicamentos deve ser feito somente com receita médica e acompanhamento periódico
Outros fatores também ocasionam a queda de cabelos. Veja:

1. Estresse

Se você se estressa facilmente por vários motivos, seus cabelos podem acabar caindo. Isso acontece por conta do excesso de produção de cortisol, que afeta o couro cabeludo – dentre uma série de prejuízos ao organismo, facilmente constatáveis.

Para saber mais o que está acontecendo com você, uma ideia seria descobrir melhor sobre a principal causa do seu estresse. Contudo, se os seus cabelos já estiverem sofrendo com os sinais de calvície já avançados, não se deve procurar medicamentos para tratá-la, especialmente se estiver sem a recomendação médica – como sinalizamos acima – pois essas substâncias podem causar efeitos adversos se não forem utilizados de forma correta.

2. Choques psicológicos

Podem estar ou não ligados ao seu estresse, mas casos muito repentinos, como a perda de algum ente, demissão inesperada e dívidas podem afetar a sua saúde – isso inclui a libido e a queda de cabelos – também por conta de desequilíbrios, do ponto de vista hormonal.

Não se pode procurar modos “fáceis” para aliviar o seu sofrimento. Mesmo se você estiver cuidando da sua saúde, os choques psicológicos ainda vão existir, por serem um fator externo que afeta o seu organismo. Respire fundo e cuidado!

3. Antidepressivos

Os medicamentos para combater o estresse, da mesma forma que os remédios contra a calvície, são compostos por vários hormônios. Não, obstante, os antidepressivos entram na categoria dos remédios que podem causar efeitos não apenas físicos, como também psicológicos.

Como um adendo, os antidepressivos não ajudam a prevenir a queda de cabelos, tampouco melhoram a sua vida sexual, além de criar dependência. Por conta disso, a recomendação é sempre manter uma vida saudável, com uma boa alimentação e exercícios físicos.

4. Alimentação irregular

E aqui temos o fator principal que causa a queda do cabelo e do desempenho sexual. Para um corpo funcionar de forma correta, a sua alimentação deve estar sempre balanceada para que o seu organismo sempre esteja funcionando bem.

Para isso, recomenda-se uma alimentação rica em vitaminas, proteínas e minerais, que podem ajudar tanto no controle da queda de cabelo, como também a melhorar a sua vida sexual.

5. Autoestima em baixa

A aparência sofre mudanças, com a perda de fios, não é mesmo? Isso é um fato. Inegável. E qual a consequência direta? Muitas pessoas que sofrem de calvície não conseguirem lidar com essa mudança e verem-se prejudicadas em sua vaidade. Isso gera efeitos muito negativos como, por exemplo, um abalo profundo da autoestima.

Por conta de tal processo, algumas pessoas se afastam da busca de relacionamentos sexuais-amorosos, por conta de sua própria relação com a aparência, já que podem passar a se considerar como desinteressantes, pouco ou nada capazes de atrair o sexo de interesse. Nesse sentido, a relação entre perda de fios e prejuízo da vida sexual é absolutamente evidente, não concorda?

E nem podemos culpar as pessoas, pois é de fato muito complexo lidar com o que afeta nossa imagem, sobretudo algo tão aparente, como os cabelos. Algo que, na maior parte dos casos não há como disfarçar sem ficar aparente.

Uma das poucas opções disponíveis no mercado para auxiliar a quem tem perda suave a moderada de fios é o uso da maquiagem capilar. Se você ainda não tem a noção do que seja, não perca tempo, pois pode auxiliar – e muito – na recuperação de sua autoestima, amor próprio e, por conseguinte, resgate de sua vida sexual plena!

O que achou do nosso artigo sobre como a perda de cabelo pode afetar sua vida sexual? Que tal comentar para a gente sobre sua opinião? Envie-a para nós! É sempre muito importante!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close