Sono e calvície: qual a relação

Você anda dormindo mal ultimamente e notou que os seus cabelos estão caindo? Será que há alguma relação entre o sono e calvície? Nesse artigo falaremos tudo sobre calvície e se há relação entre sono e calvície.

Sono e calvície: qual a relação

A calvície

Normalmente, perdemos cerca de 100 a 120 fios capilares no dia a dia, e sempre que um fio cai, ele é substituído por outro dando início a um novo ciclo. Mas, com o avanço de idade, os nossos fios ficam cada vez mais finos, podendo até mesmo resultar na calvície. Também conhecida como alopecia, a calvície é definida pela perda parcial ou total dos cabelos, sendo mais perceptível no couro cabeludo, porém pode ocorrer em outras partes do corpo que possuam pelos.

A calvície pode ocorrer por diversas causas, inclusive podemos relacionar a falta de sono e calvície, e cada um possui um tipo de tratamento. Lembrando que quando se percebe que está perdendo grandes quantidades de fio capilar é preciso consultar um profissional, como um dermatologista especialista em tricologia, para ele realizar o diagnóstico e indicar o melhor tratamento para o seu caso.

Qual a relação entre sono e calvície?

O sono é uma necessidade fisiológica, ou seja, não pode ser evitada. Não é resultado de uma atividade cerebral reduzida, porém, sim, de um estado de consciência diferenciado.

Durante o sono, a pessoa não possui movimentos conscientes e os seus olhos podem estar entreabertos ou fechados. O sono é um estado extremamente relaxante, um processo, como se sabe, vital para o nosso organismo.

O sono possui duas fases:

  • REM (Movimentos Oculares Rápidos);
  • NREM (Sem Movimentos Oculares Rápidos).

O REM possui apenas um estágio, enquanto o NREM possui quatro estágios de sono distintos. O NREM é um estado que representa aproximadamente 75% do sono de um individuo e é considerado como um sono fisiologicamente tranquilo, com baixa frequência respiratória e cardíaca.

Todos nós sabemos que dormir é fundamental para o nosso organismo e para a nossa saúde. Mas, é esperado que  qualidade de sono e calvície estejam relacionados.

Pois, o sono é o período natural de restauração do nosso organismo, é ele que repara e recarrega o nosso corpo dos danos sofridos durante o dia. Entre os possíveis responsáveis pelos efeitos de uma boa noite de sono está a melatonina.

A carência de melatonina pode ser um dos responsáveis pela falta de sono e calvície como consequência. A melatonina é um hormônio produzido pela glândula pineal que está localizada na parte central do nosso cérebro e é responsável pelo controle do ciclo sono-vigília.

A secreção e síntese são controladas pela falta ou presença da luz. Assim, quanto mais escuro, maior será a sua produção e quanto mais alta a concentração, maior é a sensação de sono. Além disso, a melatonina faz parte de diversos outros processos fisiológicos.

A relação entre o sono e calvície está ligada não somente a quantidade, mas também com a qualidade de noites bem dormidas. Algumas pessoas precisam de apenas algumas poucas horas de sono para se sentirem bem descansadas. Já outras se sentem apenas descansadas quando dormem de 6 a 8 horas por dia. A privação de sono prejudica a imunidade, o estado mental e físico e a secreção hormonal do indivíduo, o que acaba desencadeando o estresse.

O estresse leva a condições que geram a queda capilar, até mesmo pode acelerar essa perda. Os cabelos são sensíveis demais em relação a mudanças no organismo, sendo boa parte dos motivos que causam a queda capilar relacionadas aos distúrbios internos. Assim, não é de se estranhar que ocorram problemas capilares relacionados à falta de sono e calvície resultante. Além disso, o estresse acelera o inicio e progressão da calvície hereditária, tanto em homens quanto em mulheres.

Para diminuir a queda capilar decorrente da falta de sono, você pode:

  • Evitar distrações durante ou ao ir para a cama,como televisão, computador, ouvir músicas agitadas e altas, fumar, consumir produtos com guaraná, cafeína ou outros tipos de estimulantes;
  • Ajustar o padrão de sono, dormir em um horário fixo todos os dias e seguir essa rotina;
  • Reduzir o estresse diário, procurando reservar um tempo do dia para seus hobbies favoritos e praticar regularmente atividades físicas;
  • Não fazer refeições pesadas, grande quantidade de carne vermelha ou comidas gordurosas à noite, pois isso causa esvaziamento gástrico e prejudica o seu sono;
  • Evitar beber muito líquido à noite, pois pode provocar o seu despertar para ir ao banheiro.

Caso a queda capilar esteja causando estresse e você está passando noites sem dormir, é muito importante buscar ajuda de um profissional para ele realizar um diagnóstico para verificar qual é a causa do seu problema com exames específicos e, assim, indicar o melhor tratamento para o seu caso. O profissional mais indicado para esse tipo de problema é o dermatologista ou tricologista.

Gostou do artigo sobre a relação entre sono e calvície? Deixe o seu comentário e continue acompanhando o nosso blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close