O que é alopecia?

Você já ouviu falar da alopecia?

Neste texto lhe daremos um panorama geral a respeito de uma doença que pouco se fala e a qual, geralmente, não se sabe muito sobre.

Trata-se de um mal que é caracterizado pela rápida e repentina perda dos cabelos do couro cabeludo ou de qualquer outra região do corpo.

Nesta doença, o cabelo cairá em quantidades excessivas, em áreas determinadas, ficando o seu couro cabeludo, ou qualquer outra parta do seu corpo, totalmente visível e descoberto de pelos.

É uma situação que, apesar de necessitar de cuidados, possui variadas formas de tratamento e também pode estar associada a diversas causas.

É também uma doença caracterizada por diversos tipos, no entanto, neste texto falaremos mais de uma maneira geral, sem focar em nenhum deles, especificamente.

Confira algumas das principais informações sobre a alopecia

1# – Sinais de alopecia

O que é alopecia

Aos primeiros sintomas dessa doença, você precisa ficar atento, naturalmente, a queda específica de seus cabelos.

De uma maneira geral, essa doença provoca a perda de mais de cem fios de cabelo por dia. Portanto, estamos falando de algo considerável, principalmente no decorrer dos dias.

Entre algumas situações em que você pode verificar essa perda estão:

– Ao acordar, encontrar diversos fios de cabelo em seu travesseiro;

– Ao pentear, também poderá verificar a perda excessiva;

– Também em um simples passar da mão, você poderá verificar que há algo errado;

– Com o passar do tempo, você começará a notar o aparecimento de parte do couro cabeludo;

2# – Principais causas

As principais causas da alopecia estão relacionadas a:

– Uso de medicamentos;

– Micose no couro cabeludo;

– Reação hormonal no pós-parto;

– Stress;

– Utilização de produtos químicos inadequadamente;

– Deficiência de proteínas, biotina, ferro e zinco;

– Lúpus eritematoso sistêmico;

– Doenças como hipertireoidismo, sífilis secundária ou líquen plano;

– Também o câncer de pele e alguns outros tipos dessa doença podem provocar a alopecia;

3# – Principais formas de tratamento

Para o tratamento dessa doença, não vamos nos alongar a respeito de remédios ou qualquer outra intervenção medicamentosa sem antes um fator que deve ser visto como preponderante.

Sim, acertou quem apostou que estávamos falando em procurar um médico.

A alopecia, seja qual for seu fator causador, na maioria das vezes, tem cura. No entanto, é preciso que você procure um dermatologista – o profissional mais indicado para esse tipo de doença –, que ele poderá dar um diagnóstico mais preciso sobre a doença.

Apesar dos sintomas serem bem semelhantes, como já citamos no item anterior, as causas são diversas e, para cada uma delas, o tratamento pode ser diferenciado. Sendo assim, somente o médico, após a consulta e todo processo de atendimento, poderá dar um encaminhamento mais direcionado.

No geral, os atendimentos costumam alternar entre algumas opções terapêuticas com o uso de medicamentos orais ou tópicos, a utilização de produtos de cosméticos contra a queda, além de tratamentos mais específicos e efetivos como por exemplo intradermoterapia e carboxiterapia. Continue com o blog e até a próxima postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close