Existem formas de reverter a calvície masculina?

A calvície afeta diversas pessoas, principalmente os homens. A queda de cabelo deixa qualquer um desanimado com a aparência, até porque os cabelos são o “acessório” ideal. Será que há formas de reverter a calvície masculina? Neste artigo falaremos tudo sobre a queda de cabelos e se há formas de reverter a calvície masculina. Será mesmo que existe essa possibilidade? Entenda tudo a partir de agora!

Existem formas de reverter a calvície masculina?

A queda de cabelos

A queda de cabelos ocorre parcial ou totalmente, seja no couro cabeludo ou até mesmo em outras áreas do corpo. Há diversas causas, podendo ter uma evolução progressiva, resolução controlada ou espontânea com tratamento médico.

O que é calvície masculina?

A calvície masculina, conhecida também como alopecia androgenética, afeta cerca de 70% dos homens. Essa propensão genética faz com que o couro cabeludo tenha sensibilidade à testosterona, assim, a raiz se atrofia até que o bulbo capilar “morre”, danificando a fase de crescimento. Isso também pode ocorrer nas mulheres, mas com variações hormonais.

Os primeiros sintomas da calvície masculina podem surgir entre os 17 e 23 anos de idade. Os cabelos não caem de uma vez. No entanto, você pode ter atenção e perceber o seguinte aspecto: a queda é contínua e, por isso, bem persistente, pois é definida conforme os genes que o indivíduo herdou de seu pai e/ou de sua mãe. A calvície masculina se inicia com falhas perto da testa, as famosas entradas.

Após isso, surge um círculo sem cabelos no topo da cabeça. Na maioria dos casos, os cabelos continuam a cair e a calvície toma conta de toda área superior do couro cabeludo, deixando somente os fios que se concentram numa faixa nas laterais e atrás da cabeça.

Nos casos em que os sinais aparecem mais tarde, por volta dos 25 anos, a queda é mais lenta e obtém bons resultados ao tratamento. O mais provável é que, após os 50 anos de idade, todos os homens que são de família geneticamente predisposta apresentem, em maior ou menor grau, sinais da perda anormal dos fios capilares. E é aí que sua atenção precisa ser redobrada.

Lembre-se de que, como todas as outras funções do nosso organismo, a renovação dos cabelos fica mais lenta com o tempo e parte dos fios que caíram não voltem a crescer. Conforme a herança genética, essa forma de alopecia atinge graus diferentes em homens e até mesmo mulheres após a faixa etária de 50 anos.

É verdade que há formas de reverter calvície masculina?

Hoje em dia, há diversas formas de reverter calvície masculina, como o uso de cirurgias estéticas, implante e medicamentos, entre eles: o minoxidil, vasodilatador em forma de loção de uso tópico, que ajuda a bloquear a ação dos derivados da testosterona no bulbo capilar e auxilia no aceleramento do crescimento dos fios capilares; e o finasterida, que ajuda a reduzir o tamanho da próstata, ou seja, indicada para os homens.

As outras formas de reverter a calvície masculina são: consumir alimentos como soja, cenoura, feijão, aveia, arroz, espinafre, lentilhas, salmão, alecrim, vinagre de maçã, morango, iogurte magro, laranja, castanha-do-pará, frutos do mar, leite e derivados e agrião.

Para dar força ao organismo, procure consumir vitaminas B e C e minerais como o zinco, pois auxiliam no desenvolvimento e na resistência dos cabelos. E é isso que vai fazer com que seus fios cresçam saudáveis, afastando de vez o medo de calvície.

Também é preciso evitar alimentos como massas brancas, açúcar, bebidas alcoólicas e alimentos feitos com carboidrato refinado. Além de uma boa alimentação, é preciso evitar água quente na hora do banho, pois causa danos ao couro cabeludo. E não são poucos, indo desde provocar queimaduras no tecido, até mesmo gerando mais sebo na área, favorecendo surgimento de seborreia e caspa, o que pode deixar um possível quadro de queda capilar ainda mais agudo. Portanto, dê preferência à água fria quando for lavar os cabelos, ok?

Outra forma e novidade é o método CNC (Capelli Naturali a Contatto) em que ocorre a integração dos cabelos naturais de forma gradual, diferenciando-se de um implante tradicional.

É preciso tomar cuidado, pois nem todos os tratamentos para a calvície masculina geram os efeitos desejados. Por isso, é preciso ficar atento, principalmente com aqueles que se dizem “milagrosos”. As reações colaterais podem ser as mais diversas e complicar muito o quadro.

A recomendação é, portanto, a seguinte: jamais você deve se automedicar. Então, o melhor é, sem sombra de dúvidas, procurar consultar um dermatologista caso notar que os cabelos estão caindo mais rápido e em grande quantidade ou mesmo em tufos, couro cabeludo vermelho, coçando muito ou ardendo, produção acima do normal de oleosidade e, como consequência, caspa ou até pior, seborreia.

Gostou do artigo que enfoca o fato de se existem formas de reverter calvície masculina? Deixe o seu comentário e continue acompanhando o nosso blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close