Qual a estrutura de cada fio de cabelo?

Conhecer a estrutura de cada fio de cabelo, sem sombra de dúvida, vai ajudar você a entender suas características e aprender como lidar melhor com ele.

O cabelo é composto por proteínas, lipídeos ou gorduras, e uma pequena quantidade de água. A sua principal proteína, chama-se queratina, e o cabelo é formado por 85% dela.

A queratina, como já mencionado, é uma proteína, que possui moléculas grandes formadas por unidades menores chamadas aminoácidos, que se agrupam para formar uma cadeia.

Qual a estrutura de cada fio de cabelo?

Olhando mais de perto o couro cabeludo

Ao observar através da dissecação de uma pequena parte do couro cabeludo, a estrutura de cada fio de cabelo fica mais nítida e, portanto, mais fácil de entender.

Pois, o couro cabeludo, por também ser pele, é formado por várias camadas, partes e estruturas anexas. Estudos mostraram que não importa a cor e os formatos dos fios, todas as camadas do couro cabeludo são iguais para todos os tipos de cabelo.

O conjunto formado pelo fio mais essas estruturas que o cercam é conhecido como unidade pilossebácea.

Unidade pilossebácea

Internamente no couro cabeludo, a estrutura de cada fio de cabelo é a mesma. Além disso, ela possui também glândulas sebáceas e o músculo piloeretor compondo a unidade pilossebácea.

As glândulas, por sua vez, são as responsáveis pela lubrificação dos fios, assim também como o sebum produzido por elas é determinante para que o brilho e a hidratação sejam mantidos. E o músculo presente no couro cabeludo ajuda a levantar os fios de acordo com alguns estímulos que recebemos.

Somente o cabelo possui duas partes que são: a haste e o folículo capilar.

A haste capilar

Toda estrutura de cada fio de cabelo possui sua haste, mas o que é haste capilar? É a parte visível do cabelo, ou seja, é o fio que fica para fora do couro cabeludo.

Essa estrutura é composta ou formada por células mortas ligadas a queratina, unidas através de um material de adesão chamado de cimento intercelular, que é formado por proteínas e lipídeos.

Pela haste capilar ser formada por células mortas explica-se o fato pelo qual cortamos o cabelo e não sentimos dor.

A estrutura dos fios é formada por três partes que são:

  1. Medula: porção central dos fios;
  2. Córtex: camada intermediária;
  3. Cutícula: camada fina e incolor que cobre o fio de cabelo externamente.

Por isso, é importante não abusar dos tratamentos capilares tais como: alisamentos, tinturas, chapinhas, e etc.. Pois estes procedimentos estéticos podem afetar o córtex e a medula dos fios deixando-os frágeis e sujeitos a queda ou quebra.

Folículo piloso

Como sabemos, a estrutura de cada fio de cabelo não está somente na parte externa dos fios, pois parte dela está dentro da pele – no folículo piloso.

Digamos que essa é a parte mais importante da estrutura de cada fio de cabelo, pois se trata exatamente de onde são produzidos os fios de cabelo. Além disso, o bulbo também contém células chamadas melanócitos, capazes de produzir o pigmento melanina que dá cor aos cabelos.

Existem também duas partes no couro cabeludo que precisam ser lembradas: a papila dérmica e o bulge de células-tronco.

Papila térmica

A papila dérmica é o local que o nutriente e os hormônios provenientes da corrente sanguínea chegam e passam para o bulbo capilar. Ela está localizada abaixo do bulbo capilar.

Células-tronco

As células-tronco ou stem cells são células indiferenciadas capazes de se transformar em qualquer célula do organismo. No couro cabeludo elas estão localizadas próximo à inserção do músculo piloeretor.

Ciclo capilar

A estrutura de cada fio de cabelo depende dos diferentes ciclos que cada folículo apresenta, pois cada raiz de cabelo possui seu ciclo próprio. Essa é a explicação pela qual justifica o fato dos cabelos de alguém não caírem de uma só vez.

Cada fio tem ciclos de atividade e de queda. Esses períodos são divididos em fases, que são:

  • Anágema: a maioria dos fios de cabelo se encontra nessa fase. É onde estão em fase de crescimento pleno;
  • Catágema: é onde acontece o recolhimento do folículo capilar.  Período de algumas semanas em que há a diminuição do ritmo de produção do fio;
  • Telógema: é a fase da queda que dura por alguns meses. Nessa fase, o novo fio empurra o antigo para que possa nascer, o que ocasiona a queda.

O que fazer em caso de alteração do ciclo capilar?

Como já explicamos anteriormente conhecer a estrutura de cada fio de cabelo é necessário para que haja um entendimento mais apurado.

Assim como os fatores que alteram o ciclo que provocam a queda, as modificações em sua estrutura e levam à quebra ou queda. Mas o melhor método para saber como tratar possíveis alterações no ciclo capilar é consultando um médico especialista em problemas capilares.

Nunca abra mão de procurar um bom profissional da área para tratar da sua saúde, pois se autodiagnosticar não é e nunca será a melhor opção para tratamento, seja qualquer que for o problema de saúde.

Não deixe de nos dizer o que achou do nosso texto de hoje, no qual falamos sobre “qual a estrutura de cada fio de cabelo?”. Deixe sua pergunta ou comentário para nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close