4 procedimentos estéticos capilares que mais prejudicam os fios

O costume de arrumar o cabelo sempre foi comum, independentemente da época. As rainhas utilizavam determinados penteados que necessitavam de produtos e formas específicas para que ficassem do jeito que desejavam. A moda dos cabelos sempre existiu, mesmo que algumas maneiras e alguns usos danificassem o cabelo.

Agora, no século 21, temos uma série de métodos para deixar as madeixas da forma que desejamos. No entanto, essa luta para chegar ao padrão de beleza  leva a alguns problemas muito prejudiciais ao cabelo. Veja, a seguir, os quatro procedimentos estéticos capilares que mais prejudicam os fios. Acompanhe todos os detalhes desse assunto já!

4 procedimentos estéticos capilares que mais prejudicam os fios

Padrão de beleza da sociedade e saúde

Para entendermos tudo, precisamos compreender que muitas pessoas – principalmente as mulheres mais jovens – estão imersas no padrão de beleza imposto pela sociedade. Muitas delas sabem que os procedimentos estéticos capilares que mais prejudicam os fios são os mais comuns e realizados nelas mesmas.

A opressão feita na mente e na ideologia dessas garotas, na maior parte das vezes, faz com que esse risco seja esquecido e que apenas guie para o procedimento realizado. Os itens que serão citados a seguir prejudicam as madeixas, mas levam ao resultado que elas tanto desejam e são cobrados pela sociedade.

1.     Uso excessivo de chapinha, secador e babyliss

Essas três ferramentas são muito comuns no cotidiano, principalmente das mulheres, e no armário de todas as pessoas. Responsáveis por mudar a estrutura do fio capilar, elas modelam, alisam, esticam e fazem tudo o que é possível para que o cabelo fique da forma desejada. No entanto, esses produtos trabalham com formas que prejudicam toda a extensão da madeixa.

A tração feita no fio e no couro cabeludo e o calor em toda região prejudica o cabelo de forma progressiva e, às vezes, irreversível. Entre os procedimentos estéticos capilares que mais prejudicam os fios, esse é o mais comum e que muitas mulheres cometem devido a facilidade de encontrar em lojas de departamento e pelo manuseio pessoal.

2.     Química

O uso das ferramentas anteriores necessita de disposição e tempo. Muitas pessoas não têm nenhum dos dois e recorrem aos produtos carregados de químicas, que alteram a consistência do cabelo. Existem diversos tipos, que alisam, ondulam, tiram volume etc.

Os procedimentos estéticos capilares que mais prejudicam os fios são os que contêm algum tipo de química. Na composição desses produtos, há substâncias que podem gerar alguma reação alérgica e danos intensos às madeixas.

3.     Prender o cabelo molhado

Método muito comum entre mulheres que têm os fios crespos, prender o cabelo molhado prejudica toda a região e pode levar a problemas difíceis de serem tratados. A área quando é abafada e ainda está úmida pode gerar mofo no couro cabeludo, a falta de elasticidade do comprimento capilar, entre outros.

Além dos outros procedimentos estéticos capilares que mais prejudicam os fios, esse também pode causar danos irreversíveis, como a dermatite seborreica, um tipo de descamação que não tem cura. Apesar de haver tratamento, esse problema não pode ser superado por completo. Portanto, é necessário cuidado para o resto da vida.

4.     Apego ao comprimento

Sem sombra de dúvidas, esse é um dos procedimentos estéticos capilares que mais prejudicam os fios. O apego ao tamanho do cabelo é um grande problema quanto à saúde do indivíduo. Entretanto, pode ser explicado pelo padrão imposto a mulheres, perante a sociedade. Isto é, mulheres que são consideradas mais bonitas, na maior parte das vezes, têm as madeixas bem longas.

Para chegar a esse resultado, elas precisam se privar do corte de cabelo. Isso não é um método indicado, pois a nossa cabeça é composta de fio morto e fio vivo. Aquele que está para fora da cabeça é o morto, e, de acordo com o tempo que está exposto ao mundo, precisa ser cortado para que continue a crescer de forma saudável.

Como fugir dos procedimentos estéticos capilares que mais prejudicam os fios?

Isso não é uma tarefa fácil. Como dito no início do presente artigo, esse é um problema que está enraizado na cultura e nos padrões de beleza de boa parte do mundo. O cabelo faz parte do universo de beleza, sedução e estética das mulheres. e então, para ficar em dia com as ‘exigências’ faz com que muitas pessoas cometam loucuras para se encaixar nesse padrão desejado.

Há pessoas que radicalizaram e fizeram a conhecida “transição capilar”, que, nada mais é, que deixar o cabelo da forma que ele é. Porém, se você não quer isso, busque por produtos mais naturais, que levem seus fios à maneira que deseja, sem danificá-los. Se isso for feito, a extensão dele será mais saudável.

Gostou do nosso texto? Diga se você já se submeteu a procedimentos estéticos capilares que mais prejudicam os fios e como foi a sua experiência. Não se esqueça de compartilhar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close