Pode ocorrer queda de cabelo depois de transplante?

O transplante capilar é um método muito procurado nos dias de hoje, principalmente pelos homens. No momento, com os avanços da medicina, existem vários tipos dele.

Por isso, nesse texto, veremos como se dá o transplante capilar. Não deixe de acompanhar.

Pode ocorrer queda de cabelo depois de transplante?

Shock loss

A expressão shock loss vem do em inglês e significa queda de cabelo depois de um implante capilar. Mas por que isso ocorre e quanto tempo se espera que dure a queda?

A queda dos cabelos transplantados é vista como uma reação normal do corpo, Entretanto, é importante ficar bem clara a diferença entre a queda normal, do dia a dia, e a queda de cabelo após o transplante. Em média, após o procedimento, é normal que caia entre 50 e 100 fios por dia.

A queda normal dos cabelos

Todas as raízes dos cabelos de uma pessoa trabalham de forma individual. E todos os bulbos capilares apresentam seu próprio ciclo, caracterizando as chamadas fases anágena, catágena e telógena.

Na fase anágena, também chamada de fase de crescimento, o fio costuma crescer cerca de um centímetro por mês. Essa fase dura aproximadamente de 2 a 8 anos – e isso explica o fato de que algumas pessoas conseguem ter os cabelos grandes e outras não.

Logo depois, o cabelo se prepara para cair, essa fase é conhecida como catágena.

Após sofrer as alterações necessárias para a queda, o fio entra na fase de repouso ou fase telógena. Nesta fase, o fio para de crescer e cai dentro de um período que dura até quatro meses, geralmente.

É importante saber que, diferentemente dos animais, que têm os pelos numa só fase, e quando começam a cair acontece de uma só vez, nos humanos as raízes capilares funcionam de forma separada entre si.

Queda de cabelo depois de transplante capilar

As pessoas que se submetem ao transplante capilar são advertidas pelos médicos envolvidos que a queda de cabelo será normal durante o processo de cicatrização.

Essa queda de cabelo ocorre devido a resposta do trauma sofrido durante a cirurgia.

O transplante capilar é o procedimento pelo qual são retirados folículos capilares e implantados nas áreas calvas do paciente. Para que se implantem os enxertos de cabelos – retirados da nuca –, diversos pequenos buracos são feitos na área calva. Tanto a técnica FUE e a FUT costumam causar lesões na pele do couro cabeludo, por isso ocorre à queda de cabelo dias depois da cirurgia.

Esse fenômeno, conhecido como shock loss ou queda pós-traumática, faz parte de uma condição mais ampla, o eflúvio telógeno.

Tempo de duração da queda pós-cirurgia

O cabelo implantado pode começar a cair uma semana depois do procedimento, às vezes se estendendo até seis meses, o que faz com que vários pacientes fiquem preocupados se realmente o procedimento funcionou.

O cabelo que caiu após a cirurgia volta a crescer?

Novos fios costumam substituir aqueles que caíram, inclusive os que foram implantados. Porém, há casos em que pode ocorrer a alopecia (calvície) após o transplante capilar.

Os pequenos folículos voltam a crescer somente com o tempo.

Como evitar a queda de cabelo após o transplante?

A queda de cabelo depois do transplante, como se sabe, é inevitável, porém ela pode ser amenizada quando for tratada de forma correta. Por mais que o transplante capilar tenha sido bem-sucedido, os cabelos que estão ao redor do transplantado podem continuar a cair durante um determinado tempo e podem até mesmo desaparecer.

Portanto, é necessário que se realizem tratamentos contra a calvície para que parem de cair definitivamente. Assim, o paciente pode evitar o risco de voltar a apresentar calvície mesmo após um transplante capilar bem-sucedido.

Como evitar a calvície após o transplante?

Mas, afinal, como evitar a queda de cabelo depois de transplante capilar?

É importante ter em mente que, até certo ponto, a queda de cabelo após o transplante capilar faz parte do processo. E também a queda de cabelo não quer dizer que há um dano permanente acontecendo. A queda de cabelo é necessária para que os novos cabelos cresçam de forma normal e que façam seu próprio ciclo.

Entretanto, no caso da queda de cabelo depois de transplante persistir por longos períodos ou ocorrer rarefação capilar, é aconselhável que se procure um médico especialista.

Nunca abra mão de estar acompanhado de seu médico, assim seu transplante será bem-sucedido. E use sempre bons produtos em seu cabelo.

Muito obrigado por ler este texto, no qual abordamos um tema que traz muitas dúvidas sobre o transplante capilar. Esperamos ter ajudado. Deixe sua pergunta aos nossos especialistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close