3 tipos e 5 tratamentos para câncer no couro cabeludo

Você está por dentro dos tratamentos para câncer no couro cabeludo? É um tema muito relevante. Mesmo porque, o câncer no couro cabeludo é muito comum entre os casos diagnosticados no Brasil.

Devido às altas temperaturas em nosso país, a população brasileira tem como costume expor o corpo aos raios de sol em momentos de lazer e nem sempre toma os cuidados necessários para evitar possíveis problemas de pele.

Por ser uma área naturalmente exposta, o couro cabeludo precisa de cuidados especiais para não sofrer as consequências dos raios UV. Além do protetor solar, é importante deixar essa área coberta, com bonés ou chapéus, por exemplo. Nos casos em que a pessoa apresenta calvície, a importância de proteger o couro cabeludo é ainda maior.

Em nosso conteúdo, vamos deixar claro tudo o que você precisa para evitar que a sua saúde não seja afetada e os tipos mais comuns de câncer no couro cabeludo, além dos tratamentos para câncer no couro cabeludo.

3 tipos e 5 tratamentos para câncer no couro cabeludo

Melanoma

Apesar de aparecer em qualquer parte do corpo em formas de manchas ou pintas escuras, acompanhadas de coceiras, este tipo é o mais perigoso câncer no couro cabeludo, mas se detectado precocemente, possibilita uma maior chance de tratamento.

Este câncer costuma dar sinais, em suas fases iniciais, pela febre, perda de peso e mal-estar. Se você perceber alguma alteração no visual, como descamação da pele, lesões que não cicatrizam, perda da elasticidade da pele, fique atento(a).

O diagnóstico é dado após o exame de dermastocopia, em que é possível a visualização das camadas da pele não visíveis ao olho humano. Em alguns casos, a biópsia pode ser exigida.

Tratamento

O tratamento para câncer no couro cabeludo, no caso específico da melanoma, tem a cirurgia como processo mais indicado. Porém, dependendo do estágio da doença, a radioterapia e a quimioterapia também são utilizadas. Nos casos mais avançados, novos remédios para este tratamento têm se mostrado eficazes em reduzir o avanço da doença, permitindo uma grande chance de tratamento por mais tempo.

Carcinoma basocelular

Este é conhecido por ser o caso mais comum de câncer de pele. Apesar de registros apontarem baixa letalidade, seus casos aumentam cada vez mais com o passar do tempo.

Essa doença surge devido ao crescimento incomum de células que constituem a camada basal da pele. Os seus sintomas costumam dar sinais de feridas avermelhadas, com aparência elevada e que sangram com facilidade. O seu desenvolvimento é devagar, originando feridas que não cicatrizam.

Tratamento

Os tratamentos para esse caso variam, e o que deverá ser escolhido pelo especialista vai depender da gravidade e do local onde o tumor está localizado. O tratamento cirúrgico é o mais comum, que retira completamente a lesão da região atendida.

Em outros casos:

  • laserterapia
  • curetagem
  • crioterapia
  • eletrocoagulação
  • radioterapia

Carcinoma de células escamosas

Este câncer surge nas células escamosas da pele. Esta doença costuma aparecer em áreas mais expostas aos raios do sol, como o couro cabeludo, por exemplo. É o segundo tipo de câncer de pele mais comum e atinge, na maioria dos casos, pessoas de pele branca.

O carcinoma de células escamosas surge com uma aparência avermelhada na superfície. Em alguns casos, este tumor pode evoluir e aumentar de tamanho e desenvolver rigidez na pele, aparentando uma verruga grande e ressecada.

Para diferir esta doença das demais por terem semelhanças nos sintomas, os médicos especialistas sugerem a realização da biópsia para examinar precisamente o tumor encontrado.

Tratamento

Há diferentes formas de tratamento para câncer no couro cabeludo; no caso do carcinoma de células escamosas, o médico poder realizar a raspagem e cauterização para extraí-lo da pele. A quimioterapia também pode ser realizada nesse processo, utilizando medicamentos específicos na pele.

Como é feito o tratamento para câncer no couro cabeludo?

O médico especialista analisa alguns pontos antes de decidir qual tratamento irá submeter o paciente após sua análise. Idade, tipo de câncer, estágio da doença e tamanho do tumor são fatores determinantes na decisão por qual tipo de tratamento o paciente irá passar.

Radioterapia

A radioterapia é exigida quando não há chances de a cirurgia resolver totalmente o quadro da doença. Neste caso, costuma haver perda de cabelo na região em que está sendo tratada.

Quimioterapia

Nos tratamentos para câncer no couro cabeludo, o paciente pode ser submetido a dois tipos de quimioterapia: a sistêmica e a tópica.

A tópica costuma ser realizada em casos em que o câncer é menos invasivo. A medicação atua diretamente no tumor e as elimina.

A quimioterapia sistêmica é realizada nos casos mais graves, geralmente quando o quadro se desenvolve para outros órgãos.

Crioterapia

Nesta técnica é utilizado o nitrogênio líquido diretamente no local do tumor com o objetivo de congelar e eliminar as células anormais. É comum que o processo de cicatrização seja um pouco lento e deixe a pele um pouco mais clara na região afetada.

Terapia fotodinâmica

Este processo é realizado em casos menos agressivos ou invasivos, em que o câncer se localiza na superfície da pele. O paciente é submetido a tomar uma medicação e, após isso, o médico utiliza um laser para ativar o agente e eliminar as células cancerígenas.

Cirurgia

Esse é o tratamento para câncer no couro cabeludo mais utilizado no combate à doença. O método adotado pelo cirurgião consiste em mapear o câncer e retirar as células cancerígenas. Quanto mais simples for o ferimento, mais rápido é o tempo para a reconstrução dos tecidos, o que proporciona melhor cicatrização.

Câncer no couro cabeludo: tenha cuidado!

Em todo o caso, detectar o câncer precocemente é muito importante para facilitar o tratamento. Logo, se você perceber alguma diferença no aspecto de sua pele, procure um profissional dermatologista para se certificar do que pode estar acontecendo.

Algumas falhas no couro cabeludo podem acabar aparecendo com o tempo, mas não se preocupe, há uma grande linha de produtos voltados para disfarçar essas falhas e lhe proporcionar um visual natural e bonito. Recomendamos a linha de maquiagem capilar da marca Jet Hair, que não agride o couro cabeludo e preenche as falhas ocasionadas por problemas como a calvície e fatores externos do dia a dia.

Se você gostou de nosso conteúdo a respeito de tratamento para câncer no couro cabeludo, compartilhe com os seus amigos e deixe um comentário para tirarmos possíveis dúvidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Busca

Recentes

Arquivos


Close