Por que mulheres ficam com cabelos finos quando envelhecem?

Com o avanço da idade, as mulheres costumam ter cabelos mais finos. Mas por que isso ocorre? Neste artigo falaremos tudo sobre o avanço da idade, os cabelos e por que as mulheres ficam com cabelos finos quando envelhecem. Confira tudo sobre o assunto a partir de agora!

O avanço da idade

Os cabelos são as “peças” essenciais que fazem parte da nossa aparência, é aquilo que não pode faltar para nos sentirmos bem. Mas, e quando ocorre algum problema com eles, a nossa autoestima logo diminui, não é mesmo? Quando vamos envelhecendo, os nossos cabelos também acabam acompanhando esse processo e vão ficando cada vez mais finos, envelhecendo junto com a gente.

Por que mulheres ficam com cabelos finos quando envelhecem?

Por que mulheres ficam com cabelos finos quando envelhecem?

Alterações hormonais ou até mesmo fatores externos como o alcoolismo, falta de nutrientes e tabagismo pode ajudar no aceleramento desse processo de envelhecimento.

A partir dos 30 anos ocorre a redução do metabolismo e isso acaba provocando o afinamento da fibra e o desaceleramento na velocidade do crescimento capilar. As duas proteínas responsáveis pelo selamento e resistência dos fios (colágeno e elastina) são produzidas em menor velocidade, ocorrendo o afinamento dos fios, também por perda de massa estrutural de cada fio, gerando o estreitamento da fibra.

Em mulheres, na menopausa, a qualidade da queratina capilar é atingida pela queda da produção de hormônios pelo corpo, o que resulta em fios porosos, ásperos e sem brilho. Quando os níveis do hormônio estrogênio diminuem na menopausa, a qualidade da queratina fica comprometida e os cabelos se tornam mais frágeis e finos.

Lembrando que há diferenças entre um cabelo danificado e envelhecido. O danificado apresenta alterações da haste pilosa como fios quebradiços, pontas duplas, opacidade e perda do brilho. Já os envelhecidos apresentam alteração em toda a estrutura, ficam menos espessos, densos e em menor quantidade – não esquecendo também que alguns fios ficam brancos gradualmente.

Os cabelos finos quando envelhecem requerem mais cuidado e, para aumentar o tempo de vida deles, é preciso evitar procedimentos químicos como o secador e a chapinha, cortar o cabelo em camadas, utilizar tonalizantes periodicamente para devolver o brilho aos cabelos e utilizar máscaras capilares pelo menos uma vez por semana.

Caso cuidados simples não auxiliem no tratamento, procure procedimentos como o botox capilar, um reconstrutor da fibra do cabelo. O botox reage em áreas onde o cabelo mais necessita de reparos e essa técnica elimina pontas duplas, frizz e volume, resultando em cabelos mais sedosos, cheios de vida e brilhantes, com balanço e mais liso. É muito importante também estimular o couro cabeludo para melhorar a irrigação sanguínea e a renovação celular. A massagem, além de ser relaxante, também garante que os fios fiquem mais fortes e resistentes.

Além disso, para melhorar a vitalidade de seus cabelos é preciso fazer uma reeducação alimentar, pois até o que você come pode influenciar nesse procedimento. Procure incluir alimentos que fortaleçam, turbinam e nutram a saúde dos seus cabelos, como a cenoura, banana, nozes, abacate, leguminosas e proteínas, como a carne e os ovos. Os antioxidantes, aminoácidos e minerais como o zinco, selênio, potássio, magnésio e cálcio também são essenciais para fortalecer os cabelos e deixá-los mais brilhantes.

Sinais de envelhecimento capilar

Os sinais mais comuns de cabelos finos quando envelhecem são:

– Perda de volume dos fios capilares, além de ficarem mais frágeis. Se não ocorrer um tratamento adequado, os cabelos acabam não absorvendo a hidratação e as cutículas perdem o tamanho, resultando na perda de volume.

O ressecamento e a quebra também ocorrem quando os cabelos envelhecem a partir dos 40 anos de idade, que é quando começam a surgir fios brancos e os cabelos passam por transformações em sua textura. Com tantas químicas utilizadas no dia a dia, a vitalidade e a espessura dos fios capilares diminuem e se tornam mais finos e ralos.

Além disso, cabelos finos que perdem sua densidade quando mulheres envelhecem, tendem a perder o brilho e a vitalidade da cor por conta dos efeitos do sol, escovação, água quente, entre outros agentes externos. É justamente isso que deixa os fios mais opacos, principalmente nas pontas. E isso garante, como resultado, um cabelo fino, mas sem

Quem colore os cabelos sofre mais ainda com isso, pois a cor não se fixa nos fios por conta da fragilidade das cutículas da fibra capilar. Esses alimentos  antioxidantes são essenciais para estimular a queratina, retardar o envelhecimento do organismo e promove a renovação celular. Tudo sendo capaz de contribuir para um cabelo dos sonhos, fios sem qualquer sinal de fragilidade.

Gostou do artigo a respeito de por que mulheres ficam com cabelos finos quando envelhecem? Então, acompanhe a discussão, deixe o seu comentário e continue acompanhando o nosso blog. Até a próxima, com muito mais novidades e detalhes curiosos sobre o universo da saúde capilar e do combate à calvície!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close