O que é eflúvio telógeno?

Você sabe o que é eflúvio telógeno? Sabe o que é um eflúvio, quais são as suas causas e seus sintomas? Neste artigo iremos falar tudo sobre o eflúvio telógeno, os seus sintomas, causas, tratamentos e como se prevenir.O que é eflúvio telógeno?

O que é eflúvio telógeno: Como o fio de cabelo é formado?

O fio de cabelo possui a mesma estrutura de todos os pelos que temos em nosso corpo, porém tem suas particularidades. A haste do cabelo é a parte do fio que surge do couro cabeludo e é dividida em cutícula, córtex e medula. A cutícula é uma camada externa que se divide em 5 a 12 camadas que protegem as estruturas e essa é uma das partes que sofre mais agressões externas como a poluição, escova progressiva, tinturas, etc.

O córtex é a segunda parte, que está localizada na parte interna do fio. No córtex encontramos as seguintes ligações químicas: salina, hidrogênio e enxofre. O córtex é como se fosse o coração do fio e a elasticidade, cor e resistência dependem dessa estrutura. A fibra do pelo possui cerca de 2 a 3 tipos de células: ortho córtex, para córtex e meso córtex.

Já a medula é a parte central. Há fios que não tem medula e isso não modifica nada em sua estrutura. O canal da medula pode estar vazio ou pode conter queratina esponjosa. Ainda não se sabe qual é a sua função, mas há estudos que apontam que a medula está relacionada com o primeiro passo da fase de germinação do fio.

É muito importante manter os cabelos sempre saudáveis para evitar qualquer problema, principalmente o eflúvio telógeno e a calvície. Para isso procure sempre se alimentar bem e utilizar os produtos indicados ao seu tipo de cabelo.

O que é eflúvio telógeno?

O eflúvio é um termo dermatológico que caracteriza a perda de cabelos por conta de um distúrbio no ciclo de vida capilar. Há dois tipos de eflúvio, o telógeno e o anágeno, dependendo de qual segmento do ciclo capilar está sendo acometido.

Não sabe o que é eflúvio telógeno? É a queda acentuada dos fios capilares. De maneira geral, o eflúvio telógeno atinge cerca de 150 mil pessoas anualmente apenas no Brasil. Temos cerca de 100 mil fios no couro cabeludo e normalmente caem 50 a 100 fios diariamente. Isso ocorre porque o tempo de vida de um fio dura em média de 2 a 3 anos e, na fase do eflúvio, o fio cai para dar espaço a um novo que nascerá em breve.

Porém, é importante saber que a perda de alguns fios de cabelo por dia é natural. Faz parte do processo de renovação de nosso organismo. Mas, quando o problema de queda surge e a queda pode ultrapassar a perda de mais 300 fios por dia. Faz com que o individuo note essa perda e, em casos mais graves, haja o aparecimento de falhas que mexem com a autoestima.

O que é eflúvio telógeno: Causas, sintomas e como tratar

O eflúvio telógeno não possui uma causa especifica e pode estar relacionado a várias doenças físicas ou emocionais. Os fatores desencadeantes de eflúvio telógeno comuns são: estresse, ansiedade, depressão, síndrome do pânico, estresse do parto, má alimentação, pós-operatório, dietas extremamente restritivas, troca de remédios controlados, interrupção ou inicio da pílula anticoncepcional e doenças da pele como a dermatite seborreica.

Os sintomas de eflúvio telógeno são: falhas no couro cabeludo, excesso de queda de cabelo ao lavar a cabeça ou ao tomar banho, fios de cabelos encontrados no travesseiro ao acordar e excesso de fios grudados na escova ao penteá-los. É muito importante consultar um médico para diminuir esses sintomas e descobrir se há doenças relacionadas a esse problema. Lembrando que nem sempre ocorrerá falhas no couro cabeludo Esse sintoma surge por ultimo, quando o problema já está intensificado.

O eflúvio telógeno surge entre 2 a 4 semanas após o fator desencadeante. E na maioria dos casos, desaparece após 6 meses. A não ser quando tem uma doença de pele impedindo o crescimento dos fios ou se espalhando pelo couro cabeludo.

Embora tenha a possibilidade do paciente se autocurar, há formas que ajudam a reduzir o desconforto. Assim como: eliminação do fator desencadeante, em caso de doença de pele é preciso cessar imediatamente. Em caso de problemas emocionais o ideal é buscar ajuda de um psicólogo e diminuir o estresse.

Em outros casos, o médico receita a utilização de suplementos alimentares que auxiliam o corpo a recuperar a capacidade de manter os fios capilares e acelerem o processo de crescimento dos fios novos.

Considerações finais sobre eflúvio telógeno

De qualquer maneira, a melhor forma para entender melhor o que é eflúvio telógeno e trata-lo efetivamente, é marcar uma consulta com um médico para o mesmo verificar a possibilidade de outra doença causadora, para assim direcionar qual será o melhor tratamento para o seu caso. Não se esqueça, procure evitar a automedicação.

E então, já sabe o que é eflúvio telógeno? Deixe o seu comentário e continue acompanhando o nosso blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close