5 dicas para reduzir descamação no couro cabeludo no inverno

A descamação no couro cabeludo é algo comum do corpo do ser humano devido à renovação de células mortas na região. Ela se apresenta em pequenos “flocos” brancos, porém quando ocorre em grande quantidade e em aspectos diferentes, pode ser causados pela caspa, problema recorrente entre homens e mulheres de todo o mundo.

A caspa possui dois tipos: a gerada pela inflamação da região e que deixa o aspecto de excesso de sujeito branca no cabelo e na roupa, e pela Dermatite Seborreica, doença causada pela oleosidade no cabelo e também pelo clima frio. Dando ênfase ao segundo tipo, veja, mais a frente, 5 dicas para reduzir descamação no couro cabeludo no inverno.

5 dicas para reduzir descamação no couro cabeludo no inverno

Entenda o que é Dermatite Seborreica

Como já dito antes, a Dermatite Seborreica é um tipo de caspa, que pode ser considerada de grau mais avançado. Ela causa coceira na região, além de vermelhidão, ardência, queda de cabelo e fios com aspecto não-saudável. Suas características para serem identificadas são: pequenos aglomerados na cabeça, de cor amarelada ou cinza.

Uma das causas principais para ela surgir é o excesso de oleosidade no cabelo. Entretanto, existem outras demais, como estresse, má alimentação, falta de cuidado devido com o cabelo, etc. Aqui nós focaremos em um já citado, que é o clima frio, principalmente durante o inverno. Mas não se desespere, pois existem 5 dicas de como reduzir descamação no couro cabeludo nessas situações.

1.      Evite excesso de lavagens

Lavar o cabelo é de suma importância para manter a higienização dos fios e de toda região em geral. Porém, quando isso é feito em excesso, pode causar descamação na área e irritabilidade, algo que incomoda a todos. Ainda mais grave é quando se mistura essa quantidade grande de limpeza e água quente devido a temperatura no inverno.

Caso você tenha o costume de lavar o cabelo todos os dias, para reduzir a descamação no couro cabeludo é ideal que seja utilizado um produto leve, que não tenha tantos produtos químicos que causem irritabilidade. Além disso, deve-se intercalar o uso de xampus anticaspa com xampus hidratantes para que a área mantenha-se estável.

2.      Uso de cosméticos adequados

Pegando um gancho com algo citado antes, o uso de xampus adequados para o problema também diminui bastante a descamação na cabeça. Antes de comprar e utilizar o produto, certifique-se de que ele é o indicado para o momento, que é de um clima frio como o inverno se demonstra.

Ao utilizar o que é apropriado para aquela época, as chances de reduzir a descamação no couro cabeludo são grandes. Caso o problema persista e esteja piorando a cada dia, é recomendado a procura de um médico especialista para que não se desenvolva algo mais grave, trazendo incômodos à região capilar.

3.      Não use muitos produtos

Sabemos que é de suma importância o uso de mercadorias adaptadas para problemas que a caspa e clima geram ao couro cabeludo. No entanto, quando se utiliza em excesso esses produtos com componentes adequados há a sobrecarga do fio e o pode haver uma reversão no caso – ou seja, de vez solucionar, piorar.

Estipule uma quantidade de elementos e dias para utilizar xampus e outros cosméticos para reduzir a descamação no couro cabeludo. Caso seja utilizado de forma indiscriminada, as chances de outros problemas surgirem são altas e além do valor gasto com as mercadorias, será gasto com um dermatologista e remédios.

4.      Massagens capilares

A nossa raiz capilar possui diversos vasos sanguíneos, que levam o oxigênio para todo o couro cabeludo e mantém a região saudável e viva. Quando a temperatura abaixa, automaticamente a área também perde calor, algo muito necessário para estabilizar a saúde da área.

Para evitar e reduzir a descamação no couro cabeludo que é gerado por isso, aposte em massagens capilares todos os dias. Elas melhoram a circulação dos vasos sanguíneos em nossa cabeça, o que consequentemente deixará aquela região mais aquecida e menos atingida pelo frio do inverno.

5.      Esfoliação do couro cabeludo

A quinta, mas não menos importante dica para reduzir a descamação no couro cabeludo, é a esfoliação de toda a área durante as temperaturas frias – não somente nesse clima, mas também quando o tempo estiver quente ou fresco, em qualquer uma que seja.

Quando o couro cabeludo começa a descamar, antes de iniciar qualquer processo para a cura, é importante tirar todos os resquícios daquela pele morta que está em nossa cabeça. Ou seja, é adequado e interessante que se faça uma esfoliação na região de 15 em 15 dias para que não fique nenhum tipo de célula morta acumulada e atrapalhe o processo de melhora.

Gostou das nossas dicas? Tem mais alguma para reduzir a descamação no couro cabeludo durante o inverno? Não se esqueça de deixar logo abaixo seu comentário sobre nossa matéria de hoje, e até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close