Calvície e pós-parto: existe uma relação?

Você já ouviu falar que a calvície e pós-parto estão relacionados? Será mesmo que isso é verdade? O que fazer caso a queda de cabelo esteja ocorrendo por causa do pós-parto? Nesse artigo falaremos tudo sobre se há relação entre calvície e pós-parto.

A calvície

Normalmente perdemos cerca de 50 a 100 fios por dia, sempre que um fio cai, nasce outro no mesmo local dando início a um novo ciclo de crescimento. Com o avanço de idade, principalmente na velhice, o crescimento dos fios capilares tende a ficar mais lento e pode até mesmo parar, o que acaba resultando na calvície.

A calvície, conhecida também como alopecia, é definida pela redução parcial ou total dos fios capilares e pode até mesmo atingir outras áreas do corpo que possuem pelos. Geralmente, é mais perceptível no couro cabeludo. Há diversos tipos de calvície que são causadas por diversos motivos.Calvície e pós-parto: existe uma relação?

O pós-parto

O parto é um processo de transição que coloca ponto final na gravidez e dá inicio ao pós-parto. Essa nova fase abrange um período de 40 dias e se apresenta com características relevantes para pessoas desenvolvidas, especialmente, para a puérpera. O pós-parto é onde o bebê já nasceu e a mãe aproveita cada momento com ele e também ocorrem diversas mudanças na rotina da mulher, principalmente nos sentimentos que variam entre alívio e euforia.

Há relação entre calvície e pós-parto?

Toda mulher é vaidosa e está sempre preocupada com os seus cabelos. Geralmente, fica cuidando dos fios dos cabelos, pintando, alisando e hidratando até deixá-lo do jeito que quer. Porém, quando a maternidade chega alguns desses cuidados que são considerados como normais na vida feminina acabam sendo deixados de lado visto que alguns produtos podem trazer riscos ao desenvolvimento do feto.

Quando chega o dia do nascimento do bebê a mulher acredita que logo ela poderá retornar aos seus cuidados habituais, mas algumas não sabem que pode ocorrer a queda de cabelo após o parto. É muito comum escutar mulheres reclamando da calvície e pós-parto, principalmente aquelas que passam pela cesariana. Lembrando que a queda capilar não acontece por causa da anestesia recebida na cesárea e sim porque a calvície e pós-parto estão relacionados aos níveis hormonais femininos.

Podemos fazer uma ligação entre os hormônios e os cabelos desde a gravidez, onde é normal acontecer a mudança evidente neste período nos fios capilares. A queda considerada normal dos cabelos diminui nessa fase e o cabelo fica mais grosso, forte e sedoso. Após o nascimento, nos primeiros três meses, é onde os níveis hormonais se normalizam e é nessa fase que se pode relacionar calvície e pós-parto e dá a sensação de que a mulher ficará careca em breve, já que todo cabelo que não caiu durante a gestação resolve cair após o parto.

A queda de cabelo é algo bem comum em qualquer etapa da nossa vida, e perdemos cerca de 100 a 120 fios normalmente. Já na queda capilar pós-parto pode-se perder em torno de 500 fios por dia. Porém, não é o suficiente para que você fique careca; você pode até mesmo se assustar com a quantidade de cabelos, mas é só questão de tempo para tudo se normalizar, mas caso se você se preocupar demais com isso, procure um profissional para orientar sobre os cuidados e até verificar se algo está causando queda excessiva além do pós-parto.

Ainda não há uma fórmula para curar a queda capilar após o parto, porém há algumas técnicas que ajudam a controlar essa queda ou pelo menos para não assustar você com a intensidade com que os fios caem.

Uma das primeiras técnicas e que faz grande diferença não apenas na aparência dos cabelos, como na saúde em geral e ainda auxilia na amamentação é a alimentação correta. O consumo de alimentos nutritivos, balanceados e ricos em vitaminas e minerais auxiliam a manter a boa aparência dos fios capilares deixando-os mais firmes e fortes.

Outra dica para evitar a relação entre calvície e pós-parto é evitar lavar os cabelos todos os dias, principalmente com o uso de água muito quente que ajuda a aumentar mais a queda e provoca a oleosidade em excesso. A utilização de shampoos e cremes indicados para queda capilar podem ser usados também, mas lembre-se sempre de que para usar algum produto deve-se seguir a recomendação de seu médico caso esteja amamentando.

Evite as tinturas e produtos químicos nessa fase, pois como o seu cabelo está sensível, qualquer produto pode aumentar mais ainda a queda capilar. Lembre-se sempre de hidratar os seus cabelos e aguardar o crescimento dos fios até tudo voltar ao normal. Há também óleos reparadores que ajudam a controlar o volume e abaixar os fios que ficam espetados no alto da cabeça, conhecidos como fios novos que estão começando a crescer.

Gostou do artigo sobre se há relação entre calvície e pós-parto? Deixe o seu comentário e continue acompanhando o nosso blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close