Colírio para tratamento de alopecia: é possível?

Você já ouviu falar de colírio para tratamento de alopecia? E de alopecia, já ouviu alguma coisa? Para o caso de nunca ter ouvido falar disso, vamos explicar um pouco sobre cada coisa.

Vamos começar explicando o que é a alopecia, que apesar do nome estranho, é o pesadelo de muitas pessoas, principalmente dos homens, só que é conhecida por outro nome, muito popular inclusive, a calvície. Então, a alopecia ou calvície é a perda acelerada e constante dos cabelos, e na verdade não apenas dos cabelos, mas de pelos corporais em geral.

Ela atinge por volta de 50% a 70% dos homens, iniciando geralmente nos indivíduos entre os 30 e 40 anos, e ocorre, na maioria dos casos, devido às características hereditárias e também por causa da testosterona, o hormônio masculino.

Enquanto que, nas mulheres, pode atingir até 40% dessa população, que normalmente se inicia durante a menopausa e as causas estão mais ligadas à desregulação dos hormônios.

E o colírio para tratamento de alopecia, o que é? Na verdade, não é um colírio especificamente criado para o tratamento da calvície, mas sim um produto, chamado Xalatan, para o combate da hipertensão intraocular e do glaucoma.

Porém, esse colírio tem um composto chamado Latanoprosta que, através dos efeitos colaterais do produto, pode aumentar a quantidade, a pigmentação, a espessura e o comprimento dos cílios. A partir daí, então, passou-se a estudar a eficácia dessa substância para o tratamento da calvície.

Portanto, no texto de hoje vamos tratar do colírio para tratamento de alopecia. E então, vamos conversar?

Colírio para tratamento de alopecia: é possível?

 

Alopecia ou calvície

Como falamos anteriormente a calvície tem por causas, em grande maioria, fatores genéticos e desregulamentação hormonal com aumento da testosterona. Contudo, não são apenas essas as causas, por isso existem vários tipos de alopecia. Vamos exemplificar os tipos de calvície ou alopecia a seguir:

  1. Alopecia areata: causada por fatores emocionais ou autoimunes, se caracteriza pela perda de cabelos em determinadas áreas;
  2. Alopecia androgenética: mais frequente em homens, ocorre por causa de fatores genéticos ligados ao aumento da produção da testosterona;
  3. Alopecia traumática: causada por traumatismos na cabeça ou pelo hábito da pessoa de puxar os cabelos;
  4. Alopecia seborreica: causada por dermatites;
  5. Alopecia do eflúvio: esse é um período no qual é normal a queda de cabelos, entretanto, pode ocorrer desregulações aumentando o tempo e a quantidade da queda dos fios;
  6. Outros fatores: como a calvície causada por medicamentos ou estresse, por exemplo.

Nos homens a calvície é caracterizada pelas famosas entradas na testa e a coroa no centro da cabeça. Já nas mulheres não há um padrão, mas torna-se perceptível a perda no centro da cabeça.

Colírio para tratamento de alopecia

Ainda não é possível afirmar como age o colírio para tratamento de alopecia no couro cabeludo, mas acredita-se que não há relação com a testosterona e que ela opera em um receptor do folículo piloso que, de acordo com a Wikipédia, é uma estrutura dérmica tegumentar que é constituída por três invólucros (ou bainhas) epiteliais e é capaz de produzir um pelo. As bainhas rodeiam a raiz do pelo, na profundidade da pele.

Nesse sentido, o colírio para tratamento de alopecia atuaria como o oposto da testosterona, ou seja, fazendo com que os fios cresçam ao invés de cair, fazendo com que o cabelo possa se recuperar da calvície.

E ainda não é possível afirmar como age o colírio para tratamento de alopecia no couro cabeludo por que praticamente não existem estudos sobre esse tema.

E, em um desses poucos estudos, realizado na Alemanha, foi possível perceber que a substância Latanoprosta em uma concentração de 0,1%, quando aplicada na cabeça de voluntários todos os dias por seis meses produziu como efeito o aumento dos fios de cabelo nas áreas em que a substância foi aplicada.

Cerca de metade dos voluntários, 50% da amostra, aprovaram o uso da Latanoprosta, enquanto 6% não aprovaram e 44% afirmaram não perceber diferença.

Enquanto isso, outros estudos não comprovaram eficiência do colírio para tratamento de alopecia. Portanto, não existe um consenso de que a substância funcione, por isso a Latanoprosta só tem aprovação comercial para tratamentos oftalmológicos.

Como minimizar os efeitos da calvície?

Sabemos que a calvície pode ser o pior pesadelo tanto de homens quanto de mulheres. E foi pensando nisso que a Jet Hair, que é uma empresa 100% brasileira e especializada na produção de cosméticos de qualidade garantida, lançou a maquiagem capilar.

Essa maquiagem é um produto específico para disfarçar a calvície em todos os tipos e cores de cabelos, pois aumenta o volume dos fios uniformemente e ainda esconde os indesejáveis cabelos brancos. Vale muito a pena o investimento.

Esses foram os principais fatos a respeito do colírio para tratamento de alopecia que abordamos nesse texto. E então, o que achou deles? Tem alguma outra que você conhece? Comente!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close