Serenoa Repens e calvície: será a solução do seu cabelo?

Você está notando certa queda capilar e não sabe o que fazer? Será que Serenoa Repens é a solução? Neste texto falaremos tudo sobre se Serenoa Repens e calvície é mesmo uma solução para o seu problema.

Serenoa Repens e calvície: será a solução do seu cabelo?

A calvície

Geralmente, perdemos cerca de 100 a 120 fios capilares que são substituídos por outro no mesmo folículo, dando início a um novo ciclo. Com o avanço da idade, os fios ficam cada vez mais fracos e o seu crescimento tende a ser mais lento e até mesmo resultar em calvície.

Conhecida também como alopécia, a calvície é caracterizada pela perda parcial ou total dos fios capilares. Podendo até mesmo atingir outras áreas do corpo que possuem pelos. Porém, ela é mais perceptível no couro cabeludo.

A calvície pode afetar tanto os homens quanto as mulheres. E há diversos tipos e causas diferentes, desde a má alimentação, mudança hormonal e até mesmo hereditariedade.

Serenoa Repens

A Serenoa Repens é uma palmeira nativa da América do Norte, única espécie do gênero Serenoa, pertencente à família Arecaceae. Os extratos deste vegetal são utilizados pela medicina como antiedematoso e antiandrógeno.

Essa planta tem sido usada tradicionalmente como antisseborreica, diurética, afrodisíaca, inibidora das células prostáticas, antiestrogênica, no tratamento de desordem dos sistemas urinário e genital, de tumor benigno da próstata, hiperplasia da próstata e impotência.

Há um indício científico sobre a sua utilização e uma possível melhora nos sintomas da hiperplasia benigna prostática, que é o aumento da próstata que ocorre com o avanço da idade, que normalmente causa sintomas urinários. O mecanismo de ação do Saw Palmentto utilizado para esse problema não é popular, porém os pesquisadores acreditam que ele possa ser semelhante ao da Finasterida.

A Finasterida é um medicamento comprovado e eficaz para o tratamento da hiperplasia prostática e da calvície ou alopécia androgenética masculina.

Serenoa Repens e calvície: será que essa é a solução?

A calvície androgenética é uma condição que atinge grande parte da população masculina em alguma fase da vida. As mulheres também são afetadas, sendo presente em até 40% delas, logo após a menopausa. A calvície androgenética é caracterizada pela rarefação capilar secundária ao processo de miniaturização dos cabelos.

É onde ocorre o encurtamento e o afinamento progressivo dos fios causados pelo hormônio masculino DHT (dihidrotestosterona). Esse hormônio é formado pelo hormônio testosterona, por ação da enzima 5-alfa redutase. O bloqueio dessa enzima é o mecanismo principal da ação do medicamento Finasterida.

A semelhança possível com a Finasterida no tratamento da hiperplasia prostática causou a investigação da utilização da Serenoa Repens e calvície. A justificativa para tal possível relação é simples: o mecanismo de ação da Serenoa repens na próstata é desconhecido. Uma das possibilidades é o bloqueio da formação de dihidrotestosterona pelo bloqueio da enzima 5-alfa redutase.

Como a enzima 5-alfa redutase é evidente na próstata e no couro cabeludo, acredita-se que os medicamentos que ajudam a bloquear a enzima da próstata também podem atuar nos cabelos. Dessa maneira, assim como a Finasterida, Serenoa Repens e calvície também é a solução para tratamento.

Além do bloqueio do dihidrotestosterona, a Serenoa Repens tem uma vantagem adicional no tratamento da alopécia. Ainda de significado incerto, a inflamação parece possuir algum papel no desenvolvimento da calvície e sua evolução. Graças à ação anti-inflamatória, a Serenoa Repens e calvície podem ser relacionadas porque a mesma é eficiente para atuar nesse aspecto.

Há poucos estudos relacionados à Serenoa Repens e calvície androgenética. Um dos primeiros foi publicado no Journal of Alternative and Complementary Medicine em 2002. O estudo avaliou homens saudáveis entre 23 a 64 anos de idade com calvície leve a moderada. Dos 10 homens avaliados, seis apresentaram melhora da rarefação.

Todavia, o baixo número de participantes e a parcialidade dos parâmetros avaliados não permitem conclusões definitivas. Outro estudo publicado em 2012 comparou os resultados entre Finasterida e Serenoa Repens e calvície após dois anos de tratamento.

100 participantes com calvície leve ou moderada foram avaliados. Um grupo utilizou Serenoa Repens 320 mg por dia, enquanto o outro fez o uso de Finasterida 1 mg por dia. Os resultados demonstraram que a Finasterida foi mais eficiente em todos os parâmetros terapêuticos avaliados.

Atualmente, muitas pessoas procuram por tratamentos naturais, por eles serem associados a menos efeitos colaterais. O fato de ser um produto proveniente de uma planta, no entanto, não quer dizer que seja isento de efeitos colaterais, mesmo que raros. Apesar de ser segura quando utilizada de forma correta, ao associar a Serenoa Repens e calvície, pode causar efeitos colaterais como dor de cabeça, diarréia, tontura e náusea.

A Serenoa Repens está sendo utilizada em várias fórmulas de manipulação e produtos para os cabelos. Portanto, sem estudos e resultados que realmente comprovem a sua ação eficaz no tratamento da calvície androgenética, a sua indicação fica comprometida.

A utilização de medicamentos naturais, porém sem efeitos comprovados, pode retardar o tratamento e a recuperação capilar. Por isso que é muito importante consultar um especialista para ele verificar, diagnosticar e indicar o melhor tratamento cientificamente eficaz e seguro para a sua queda capilar.

Gostou do texto sobre se Serenoa Repens é uma solução para a sua calvície? Deixe o seu comentário e continue acompanhando o nosso blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Busca

Recentes

Arquivos


Close