Quatro fatos que a cor dos fios revela sobre seu cabelo

Hoje em dia, muitos buscam obter, através de tratamentos capilares, cabelos mais saudáveis, brilhantes e com uma cor vibrante. Processos químicos tendem a esconder de certa forma a cor dos fios impedindo que as pessoas possam identificar qualquer alteração na cor natural do cabelo.

Pensando nisso, este texto foi desenvolvido para explicar ou indicar quatro fatos que a cor dos fios revela sobre seu cabelo. Confira!

Quatro fatos que a cor dos fios revela sobre seu cabelo

O que a cor dos fios pode revelar sobre a saúde de seus cabelos?

A cor natural dos cabelos de uma pessoa é determinada pela sua herança genética. Mas é importante salientar que a cor de suas madeixas também releva muito além do que a sua idade, por exemplo, sua personalidade, suas características, assim como a saúde de alguém. Vejamos alguns fatos que podem determinar a cor de seus cabelos. Acompanhe.

1.      Melanina

Melanina nada mais é do que o elemento que dá a cor aos fios de cabelo. Esse termo, melanina, é usado de forma a descrever um grupo de pigmentos responsáveis pela pigmentação dos cabelos.

Sabemos que existem várias cores de cabelos pelo mundo, porém sabemos também que essas multicores derivam de apenas dois pigmentos que são a eumelanina e a feomelanina.

Tanto a eumelanina quanto a feomelanina são produzidas por células da pele chamadas de melanócitos.

A eumelanina é o pigmento escuro que dá origem aos tons de cabelos: castanhos claros, castanhos escuros e pretos, e esse pigmento é o responsável por proteger os fios contra os raios UV e UVB. Já a feomelanina é a responsável pela produção do pigmento mais claro dos fios, os loiros acobreados, loiros claros e ruivos.

A cor final dos fios resultará da mistura entre esses dois pigmentos. Podemos classificar:

  • Moreno: variados graus de eumelanina;
  • Loiro: ausência da eumelanina preta e presença de uma pequena quantidade de eumelanina marrom;
  • Ruivo: doses iguais de eumelanina e feomelanina.

Claro que, com o avançar da idade, os cabelos perdem a sua tonalidade adquirindo a cor grisalha. A velocidade dessa mudança de cor depende de cada pessoa, pois vai da genética de cada um. Uns ficam com os cabelos ‘brancos’ mais cedo do que outros, mas todos acabam passando por esse processo.

Outro fator que pode alterar a cor dos cabelos é a exposição ao sol, então nunca abra mão de um bom protetor solar para que seus cabelos estejam sempre protegidos.

2.      O que determina a cor dos cabelos?

Um estudo feito em gêmeos apontou que mais de 97% da variação da cor dos fios pode ser explicada através da herança genética.

Antes, acreditava-se que apenas 13 genes eram responsáveis pela determinação das cores dos cabelos. Porém, hoje com os novos avanços da medicina, comprovou-se que na verdade são 120 genes que determinam as cores dos cabelos.

Outro estudo afirma existir uma correlação entre o gênero e a cor dos cabelos. Analisando o DNA de mais de 300 europeus, contatou-se que as mulheres tendem a ser loiras e ruivas.

Além disso, esse estudo também apontou que europeias possuem de 3 a 5 vezes mais chances de serem morenas do que os homens.

3.      Relação entre doenças e cor dos cabelos

Além da medicina forense, outras áreas da ciência podem se beneficiar com esses estudos. Tudo isso porque a cor dos fios vai muito mais além de aspectos cosméticos.

A qualidade das cores vibrantes ou não dos fios de cabelo pode estar associada ao sistema imune e à possíveis doenças.

Sabendo disso, estudando esses genes é possível proporcionar novos tratamentos para tais doenças.

Entre os tipos de doenças que podem se beneficiar com esses estudos estão as autoimunes, como canceres de pele e alopécia areata (doença que faz com o que o sistema imunológico ataque os cabelos do próprio corpo).

Esses ataques acarretam na queda de cabelo em uma determinada área dando origem a falhas arredondadas no couro cabeludo. Com um tratamento adequado esse problema pode ser revertido.

Porém, no caso da alopécia (queda de cabelos), os fios podem voltar na cor grisalha, tanto em adultos quanto em crianças.

4.      Cor dos cabelos e região onde moramos

A cor dos fios de cabelo pode ter associação com a evolução humana e com a distribuição geográfica dos povos, é o que apontam certas teorias.

Alguns resultados de estudos apontam que os homens primitivos tinham a pele mais escurecida, tratando-se de uma adaptação natural do corpo para proteger a pele e os cabelos até mesmo pela adaptação ao meio onde habitavam.

Uma das teorias também diz que esses povos foram se deslocando para o norte da Europa e Ásia ocasionado, assim, no clareamento da pele como adaptação ao clima.

O motivo é que peles mais claras absorvem com mais facilidade a radiação, o que resultaria na grande produção da vitamina D. Essa vitamina é a responsável por atuar no corpo humano em vários aspectos, incluindo na queda de cabelo e alopécia areata.

Considerações

Nunca abra mão de cuidar da melhor forma possível de seus cabelos para que ele possua uma cor vibrante que faça com que melhore a sua aparência e a sua saúde.

Porque, além de revelar sua personalidade, os cabelos também podem revelar como anda sua saúde. Assim, qualquer alteração na cor dos fios procure um profissional da área para resolver seu problema, porque quanto mais rápido for diagnosticado o seu problema, mais rápido será o resultado e a sua melhora.

Muito obrigado por ler esse texto. Esperamos que tenha gostado do nosso tema sobre os quatro fatos que a cor dos fios revela sobre seus cabelos. Deixe um comentário ou uma sugestão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close