Produtos para finalização de cabelos e calvície: qual a relação?

Na indústria de cosméticos são fabricados produtos para a finalização de cabelos dos quais nós podemos ver todos os dias em comerciais televisivos, pela internet etc..

Sabe-se também que esses produtos podem conter aditivos químicos que são capazes de fazer tanto bem aos cabelos, como mal. É o que vamos descobrir hoje neste texto que fala sobre os produtos para finalização de cabelos e calvície: qual a relação? Acompanhe.Produtos para finalização de cabelos e calvície: qual a relação?

Produtos para finalização de cabelos e calvície existe alguma relação?

Produtos para finalização de cabelos e calvície será que realmente existe uma relação? Há muitas dúvidas sobre produtos que são feitos para a finalização de cabelos e que podem ter alguma relação com a perda de cabelo, ou até mesmo com a quebra dos fios, ressecamento e ou outros fatores. Se a queda é causada por gel, pomada finalizadora, spray, cera ou pasta para cabelos, por exemplo.

Para obter uma resposta concreta sobre estes questionamentos é necessário entender como funcionam esses produtos. Vamos descobrir?

Como funciona o gel de cabelo?

O que o gel, um dos produtos para a finalização de cabelos e calvície teriam relação? Ele é um cosmético para cabelos que pode ser encontrado nas versões em spray ou líquido, sendo muito usado como fixador para os cabelos.

Geralmente, ele é usado em cabelos úmidos para que fiquem com aparência de molhados. Esse efeito é possível por causa de sua composição, pois o responsável pelo efeito fixador da maior parte dos geles de cabelo são os acrilatos, como o PVP (polivinilpirrolidona), que são compostos que são facilmente dissolvidos em água ou em álcool.

Quando entram em contato com os cabelos úmidos, rapidamente absorvem a água e formam ao redor do cabelo uma espécie de filmes plásticos dando o efeito de cabelos plastificados e é o que mantém os cabelos com aparência de molhados.

O gel não tem relação com a queda de cabelo, porém é importante tomar certos cuidados na hora de dormir, pois dormir com o produto ainda nos cabelos pode causar a quebra dos fios durante o sono.

Pasta, pomada, cera e argila: qual a diferença entre elas?

Porque pasta, pomada, cera e argila poderiam ser produtos para finalização de cabelos e calvície que teriam alguma relação?

Esses produtos funcionam com o mesmo efeito do gel nos cabelos, servindo para a finalização de penteados dando um efeito de cabelos molhados. Porém, apesar de terem o mesmo propósito para com os cabelos, existem algumas diferenças entre eles.

A pomada, por exemplo, é muito usada quando se quer definir o penteado através do uso de um pente de cabelo. Onde o resultado final é o de um cabelo com um brilho nos fios.

A base da composição da pomada capilar pode ser do óleo e da água. As pomadas oleosas, geralmente, são feitas de óleos naturais e podem também conter derivados do petróleo, o que dificulta sua remoção.

Mas existem as pomadas feitas à base de água, que são as mais procuradas por serem de fácil remoção.

Não há um consenso sobre a definição de pasta e cera para cabelos. As pastas tendem a serem mais espessas que as pomadas, o que deixa os cabelos com menos brilho. Por serem feitas à base de água, o que torna sua remoção mais rápida, ela é recomentada para todos os tipos e estilos de cabelo e de comprimento.

Por sua vez, as ceras não endurecem como o gel, e proporcionam a finalização dos cabelos com mais brilho. Elas se assemelham com a pomada, porém, com um menor poder de fixação dos cabelos.

As argilas são de uma classe mais recente incorporada a gama de fixadores de cabelo.

Todos os produtos citados têm em comum com a argila ou clay em sua composição, sendo a principal a Bentonita. Bentonita é um pó de origem vulcânica que quando em contato com a água tem o seu tamanho aumentado.

Além de fixar os cabelos, as argilas costumam deixar os fios de cabelo mais espessos, o que pode ajudar no penteado. Ela também possui a capacidade de reter mais água, o que ajuda a definir melhor os cachos.

Por fim, esses produtos citados não teriam relação direta com a queda de cabelo, porém, é importante saber que qualquer um dos produtos para finalização de cabelos e calvície podem ter associação se existir por parte do usuário a falta de cuidado, no que diz respeito à remoção diária do produto finalizador utilizado, pois eles podem conter aditivos agressivos aos cabelos quando permanecem por muito tempo nos fios.

Mousse e spray

Esses produtos são mais usados em salões de beleza e por profissionais. Não são muito utilizados casa, por serem difíceis de manusear.

Mousse e spray podem ser usados com outros produtos finalizadores, pois eles são usados para dar mais volume aos cabelos e por conterem maior fixação que os demais.

Queda de cabelo causada pelo uso de produtos finalizadores para cabelos

Fazendo uma pequena reflexão sobre os produtos para finalização de cabelos e calvície se existe uma relação,  podemos chegar ao seguinte veredito: assim como pode ocorrer quebra dos fios, também pode haver queda dos fios por gel ou outros fixadores que citamos no decorrer desse texto.

Porque para que esse acontecimento ocorra é necessário que haja o uso de maneira incorreta desses finalizadores. Seja pela falta de cuidados necessários como a devida remoção ou pela frequência de seu uso de forma incorreta.

Casos de dermatites do couro cabeludo e predisposição a desenvolver dermatite seborreica, juntamente com o mau uso desses produtos finalizadores, podem ser a associação perfeita para causar a queda de cabelo ou até mesmo a calvície.

Portanto, pessoas com tendência a dermatite do couro cabeludo ou queda de cabelo devem evita-los.

Por fim, apesar de esses produtos poderem contribuir para a queda de cabelo ou calvície, eles não provocam calvície ou alopecia androgenética (perda de cabelo que afeta, principalmente, a parte superior e frontal do couro cabeludo, mais comuns em homens).

Muito obrigado por ler este texto sobre produtos para finalização de cabelos e calvície: qual a relação? Deixe suas perguntas ou sugestões nos comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Busca

Recentes

Arquivos


Close