4 sugestões para colorir cabelos sem agredir fios

De antigamente até os dias de hoje as pessoas têm o costume de mudar a cor dos seus cabelos como uma forma de diferenciar o seu status social e de se sentir melhor com a sua aparência. Porém, a química pode causar danos aos fios capilares. Como recuperá-los? Quais são as melhores formas para a coloração de fios sem danificá-los?

Neste artigo, falaremos tudo sobre coloração, estrutura capilar, quais são os danos causados pela tintura e 4 dicas para colorir cabelos sem agredir fios.

4 sugestões para colorir cabelos sem agredir fios

A coloração

Existem dois tipos de tinturas capilares: não oxidativas e oxidativas, podendo também ser classificadas conforme a sua durabilidade – temporária, semipermanente e permanente. As colorações semipermanentes e temporárias seguem uma forma de coloração por deposição (o corante é depositado nos fios sem reagir com componente químico). Já as temporárias são não oxidativas e não penetram a cutícula capilar, ou seja, a coloração sai na primeira lavagem após a aplicação.

A coloração permanente promove uma reação de oxidação irreversível, permanecendo nos fios até que a seção do fio seja cortada. A tonalidade é reduzida após o excesso de lavagens, mas a remoção completa é difícil.

Estrutura capilar e danos da química

Os fios capilares possuem três camadas: cutícula, córtex e medula. A cutícula é a camada externa do fio, ela é a que protege as estruturas. Essa camada é a que mais sofre agressões externas (calor, chuva, poluição etc.), transformações químicas (tintura, alisamento etc.) e por ação mecânica (escovar os fios de forma errada, por exemplo).

O córtex é protegido pela cutícula e nessa camada encontramos ligação salina, hidrogênio e enxofre. O córtex representa o coração do fio capilar e é com ele que o fio tem mais resistência, cor e elasticidade. Já a medula é a parte central do fio e não tem uma função determinada. Portanto, conforme estudos recentes, a medula serve como um “direcionador” de um novo fio.

A tintura age por oxidação e, com a presença de amônia, a cutícula do fio é aberta para depositar os pigmentos artificiais na parte interna. Quando isso acontece, ocorre uma reação entre os pigmentos, a coloração e a melanina, resultando em uma nova cor sobre os fios. Portanto, quando a amônia deposita a coloração artificial nos fios, ela acaba retirando alguns nutrientes.

Os maiores danos que a tintura pode trazer para os fios são:

  • Porosidade: se justifica pela cutícula que fica aberta por causa da ação da amônia, deixando o cabelo ressecado e áspero. Isso ocorre porque os fios perdem queratina, responsável pela maleabilidade e proteção;
  • Pontas duplas: elas surgem em cabelos que as pontas não conseguem ter uma boa hidratação por meio da oleosidade natural do couro cabeludo.

4 dicas para colorir cabelos sem agredir fios

Não basta colorir os cabelos, também é necessário saber cuidar dos fios para que eles fiquem saudáveis. Abaixo, listamos quatro sugestões para você colorir cabelos sem agredir fios. Confira:

1.       Evite a amônia

Evitar a amônia é uma das formas para colorir cabelos sem agredir fios. Como a amônia age dentro dos fios, oxidando os pigmentos naturais, os fios ficam ressecados e o couro cabeludo fica irritado, com descamação. Para isso, os tonalizantes são uma ótima opção, pois ele ajuda a intensificar o brilho ou potencializar a cor, ideal também para as pessoas que têm alguns fios brancos.

2.       Intervalo entre retoques

O intervalo entre os retoques é extremamente importante para colorir cabelos sem agredir fios. O retoque depende do crescimento da raiz, porém é recomendado esperar entre 15 e 45 dias. O curto intervalo entre os retoques pode causar a quebra dos fios, além de ficarem ressecados e porosos por conta do excesso de pigmentos de coloração no couro cabeludo.

Procure utilizar xampus, condicionadores e máscaras que sejam indicados para cabelos tingidos, pois eles são isentos ou apresentam baixa concentração de laurilsulfato de sódio. Já os cremes contêm agentes que ajudam a melhorar a textura e dão mais força ao fio capilar.

3.       Pesquise mais

Uma das dicas para colorir cabelos sem agredir fios é pesquisar mais no mercado quais são as melhores opções entre as marcas de tintura. A pesquisa é muito importante para ser feita antes de escolher a tintura que será utilizada. Já existe no mercado tinturas com ingredientes fabricados por meio de ativos naturais, sem tanta química, o que resulta em menos agressões aos fios e ao couro cabeludo.

4.       Hidratações e nutrições são bastante úteis

Investir em hidratações e nutrições dos fios é extremamente importante para colorir cabelos sem agredir fios. As hidratações são ideais para repor água e nutrientes que foram perdidos na coloração, porém se não vir algum resultado, aposte em nutrições e reconstruções para repor proteínas e lipídios, dando mais vida aos fios.

Gostou do artigo sobre formas de colorir cabelos sem agredir fios? Deixe o seu comentário e continue acompanhando o nosso blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Busca

Recentes

Arquivos


Close