Gastrite e calvície: existe relação?

Independentemente dos cuidados estéticos adotados, o nascimento e crescimento dos fios é um processo que se relaciona com o restante do funcionamento de seu corpo. Podemos afirmar, assim, que a saúde dos fios reflete a do organismo.

É sabido, por exemplo, a importância de uma alimentação saudável e balanceada para um crescimento saudável dos fios, uma vez que as refeições oferecem os nutrientes necessários para o devido funcionamento do corpo.

Nos últimos tempos, passou-se a estudar uma possível relação existente entre gastrite e calvície, a partir de um caso clínico em que houve a remissão da calvície após o tratamento de uma infecção causada por uma das bactérias responsáveis pelos quadros de gastrite. Sendo assim, a partir desses estudos, este artigo pretende, brevemente, apresentar a relação entre gastrite e calvície.

Gastrite e calvície: existe relação

O que é gastrite?

O organismo conta com uma enorme quantidade de bactérias em si. Algumas, benéficas e essenciais para seu devido funcionamento.

A bactéria Helicobacter pylori é uma das principais responsáveis pelos quadros de gastrite. Ao se instalar abaixo da camada de muco no estômago, aos poucos, libera a urease – uma enzima capaz de modificar o pH das áreas onde atua, criando um ambiente onde sua sobrevivência seja possível.

A multiplicação dessa bactéria causa uma reação inflamatória, capaz de corroer as mucosas que protegem as paredes estomacais, caso as células de defesa não contenham o avanço do agente infeccioso.

A inflamação das paredes estomacais causa os sintomas da gastrite. Entre eles, encontram-se:

  • Queimação;
  • Dor estomacal;
  • Náusea;
  • Vômito.

Pode ocorrer do seu organismo alojar a bactéria H. pylori sem sofrer consequências. Existem, ainda, uma série de fatores capazes de desencadear a irritação da mucosa estomacal, dentre eles:

  • Alimentação inadequada;
  • Uso contínuo de anti-inflamatórios;
  • Estresse;
  • Consumo abusivo de álcool;
  • Idade avançada.

A prevenção inclui a diminuição de alimentos responsáveis pelo aumento da acidez do estômago, como é o caso das comidas picantes, álcool e café, e a diminuição de alimentos altamente gordurosos.

O que é calvície?

A calvície pode ser desencadeada a partir de diversos fatores.

Quando se trata de uma condição hereditária, os primeiros sinais da chamada alopecia androgenética tendem a aparecer entre os 17 e 23 anos de idade, quando é irreversível. As falhas tendem a aparecer próximas à testa – as famosas “entradas”. Pode ser retardada, se afastados os fatores de risco e com o uso de medicamentos, como o minoxidil.

No caso da alopecia areata, trata-se de uma doença autoimune decorrente de uma resposta imunológica do organismo, que passa a desconhecer os folículos pilosos e a rejeitar o nascimento dos fios.

Outros fatores que podem levar à calvície são o excesso de oleosidade, aplicação contínua de produtos químicos, distúrbios relacionados à tireoide, alimentação inadequada, carência de nutrientes e vitaminas e estresse.

Diversos estudos apontam que tanto a infecção pela bacteria H. pylori como a alopecia areata relacionam-se a outras desordens autoimunes, como a doença da tireoide, psoríase e doença celíaca. Tal constatação passou a questionar se existe, de fato, uma relação entre a gastrite e calvície.

A relação entre gastrite e calvície

Como citado anteriormente, os estudos sobre a relação entre gastrite e calvície tiveram início após um estudo de caso. Refere-se a um homem, de 43 anos de idade, com alopecia areata e infecção causada por H. pylori.

O paciente em questão apresentava queda de cabelos e falhas no couro cabeludo há oito meses, quando fora também identificada a infecção.

Após tratamento para a infecção e total erradicação da bactéria H. pylori, verificou-se a remissão da alopecia em quatro semanas, com completa reversão em quatro meses.

Outro estudo realizado nesse sentido observou 162 pessoas, e constatou significante diferença na presença da infecção entre os indivíduos diagnosticados e não diagnosticados com alopecia areata. A partir desses dados, foram sugeridas as relações entre gastrite e calvície.

Conclusão sobre gastrite e calvície

A partir dos estudos elencados acima, surgiu-se a possibilidade de que houvesse uma relação entre gastrite e calvície.

Essas pesquisas, entretanto, demonstram suas limitações. O estudo de caso, por exemplo, afirma que, a partir de revisão da literatura médica, não foi demonstrada uma clara associação entre a infecção por H. pylori e a alopecia areata.

Já o segundo estudo, afirma que a correlação entre os fatores é insuficiente e que houve pouco controle sobre outros aspectos do organismo.

Sendo assim, mesmo que alguns estudos indiquem a possibilidade de uma relação entre gastrite e calvície, esta é improvável e pouco embasada, evidenciando a necessidade de mais estudos que objetivem pesquisar essa associação.

Alguns casos de calvície podem ser evitados e retardados. Para quem não deseja submeter-se a procedimentos cirúrgicos ou intervenções mais complexas, o Jet Hair é uma excelente alternativa.

Trata-se de uma maquiagem capilar, à base de queratina, de fácil aplicação, que promove a cobertura uniforme dos fios, disfarçando falhas e conferindo volume. Queremos saber de você! Gostou do nosso artigo que tratou da relação entre gastrite e calvície? Escreva-nos nos comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Busca

Recentes

Arquivos


Close