Falhas no cabelo e calvície: como identificar o processo

A calvície é um quadro que afeta ambos os gêneros, principalmente os homens, por conta da presença do hormônio sexual testosterona.

Embora esse hormônio também seja produzido no organismo feminino, isso se dá em menor quantidade. Dessa forma, os casos de calvície nessa população são mais raros e com efeitos menos drásticos.

A calvície se manifesta de modos diferentes, de acordo com suas causas. Entretanto, alguns sinais em comum são a queda dos fios e o surgimento de falhas no cabelo.

O tratamento de falhas no cabelo e calvície é amplo e pode envolver medicamentos, procedimentos e outras tecnologias. Além disso, a detecção do problema em seus estágios iniciais é extremamente útil para garantir a eficácia do tratamento.

Confira, neste artigo, algumas dicas de como identificar sinais de falhas no cabelo e calvície na origem do processo.

Falhas no cabelo e calvície: como identificar o processo

Quais são os tipos de calvície?

Como mencionado anteriormente, o curso da calvície se dá de modos diferentes, de acordo com os fatores que a desencadeiam.

Para identificar falhas no cabelo e calvície, atente-se ao comportamento dos diferentes tipos de calvície:

Calvície hereditária (alopecia androgenética)

A calvície hereditária é, como nome sugere, uma condição herdada geneticamente. Nesses casos, os folículos capilares são atrofiados e ocorre a queda definitiva dos fios.

Geralmente, os primeiros sinais desse tipo de calvície podem surgir entre os 17 e 23 anos de idade. No início, as falhas podem ser observadas próximas à testa, as famosas “entradas”.

Após isso, o topo da cabeça pode começar a perder cabelos, podendo se alastrar por toda a área superior da cabeça, restando apenas os fios das faixas laterais e atrás da cabeça.

Alopecia areata

A alopecia areata é um quadro de calvície que atinge regiões delimitadas, geralmente provocando falhas circulares nos cabelos, e pode afetar pessoas de qualquer idade.

Trata-se de uma doença autoimune, que surge de um ataque do sistema imunológico a estruturas saudáveis (os folículos pilosos). Desse modo, uma inflamação que afeta a raiz do fio promove a queda dos cabelos da região.

As causas da Alopecia areata ainda não foram totalmente especificadas, mas pode ser desencadeada por abalos emocionais, estresse, tensão, cansaço, além de doenças infecciosas.

Além disso, o quadro parece estar associado a outras doenças crônicas, como psoríase, vitiligo e alergias.

Eflúvio telógeno

O eflúvio telógeno é uma condição na qual ocorre a queda dos fios, com o retorno de seu crescimento em, no geral, até seis meses.

Fatores desencadeadores desse quadro incluem, sobretudo, experiências estressantes, como cirurgias, trabalho de parto e doenças graves.

Deve ser diferenciada de outras falhas no cabelo e calvície pois, geralmente, não necessita de tratamento.

Outros tipos de calvície

Menos frequentes, falhas no cabelo e calvície podem ser decorrentes:

  • Alopecia seborreica: causada pela dermatite seborreica;
  • Alopecia fúngica: causada por micoses no couro cabeludo; e
  • Alopecia traumática: a queda dos fios é ocasionada por exagero de produtos químicos ou penteados muito presos, queimaduras ou acidentes.

Como identificar falhas no cabelo e calvície na origem do processo?

Verifique a textura dos fios

Os primeiros sinais da calvície incluem a gradual mudança na textura dos fios, que se tornam mais finos e perdem o volume.

Atente-se ao couro cabeludo

Confira no espelho se o couro cabeludo se encontra mais evidente em algumas regiões. Se sim, isso pode ser indicação de falhas no cabelo e calvície.

Compare fotos passadas com atuais. Perceba se há menor volume de cabelo ou a ocorrência de “entradas”.

Queda dos fios

Fios caem diariamente. A queda dos fios faz parte de seu processo, dando espaço ao nascimento de novos fios.

Em episódios de calvície, entretanto, a queda ocorre de modo mais acentuado, sendo perceptível durante o banho, penteando o cabelo, no travesseiro ou até mesmo ao longo do dia.

Oleosidade dos fios

Verifique a oleosidade dos fios e use produtos adequados às necessidades do seu cabelo. O excesso de oleosidade nos fios de cabelo pode contribuir para o surgimento de falhas no cabelo e calvície.

Caspa

A caspa também pode agravar episódios de falhas no cabelo e calvície, quando o quadro não é devidamente tratado.

Principal fator da dermatite seborreica, é capaz de ocasionar a alopecia seborreica.

A calvície nas mulheres

Nas mulheres, a calvície tende a se manifestar a partir de fios mais finos e rarefeitos, principalmente no topo da cabeça. Às vezes, o couro cabeludo pode até se tornar visível nessa região.

Conclusão sobre falhas no cabelo e calvície: como identificar o processo

A detecção desses problemas nos estágios iniciais se mostra como um importante fator para o sucesso de tratamentos e intervenções.

Neste artigo, trouxemos algumas dicas de como você pode estar mais atento ao surgimento de falhas no cabelo, além dos primeiros sinais da calvície.

Esperamos que você tenha gostado de nosso artigo que fala sobre falhas no cabelo e calvície. Queremos saber a sua opinião! Não se esqueça de deixar seu comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Busca

Recentes

Arquivos


Close