Foliculite decalvante o que é e como cuidar

Problemas com os cabelos e o couro cabeludo sempre foram um grande transtorno e causam muita preocupação para as pessoas.

Cuidar adequadamente da limpeza da região capilar e do emprego de produtos de qualidade auxiliam a manter a saúde do couro cabeludo e dos fios de cabelo, evitando doenças que podem ocasionar queda de cabelos de maneira acentuada e até a calvície.

Existem doenças que são provocadas por situações emocionais ou até mesmo por algum fator genético e que devem ser conhecidas, identificadas e tratadas adequadamente.

Neste artigo, vamos apresentar o que é foliculite decalvante e como deve ser tratada.

O que é foliculite decalvante

Desconhecida pela maioria das pessoas, a foliculite decalvante não é uma doença comum de ser identificada e traz consequências bastante danosas aos cabelos – ressaltando que ela não é uma doença contagiosa nem um tipo de câncer de pele.

Ela pode aparecer em diversas partes do corpo que tenha pelos, porém surge com maior incidência no couro cabeludo, atingindo a perda dos fios de cabelos em regiões como a nuca ou laterais da cabeça.

Trata-se de uma inflamação crônica de longa duração, da glândula sebácea existente junto a base dos fios de cabelo, provocando a queda de cabelos por atuar de forma intensa pela inflamação e até surgimento de pus na região.

Essa doença tem características que podem ser passageiras ou permanentes, por isso exigem acompanhamento médico e tratamento adequado.

Existem pessoas mais propensas a contrair a foliculite decalvante?

Normalmente, as pessoas com essa doença têm predisposição genética.

É identificada entre jovens adultos e adolescentes, sendo mais observada em pessoas do sexo masculino e de pele negra.

A ciência ainda não concluiu o motivo para a seletividade da doença, dessa forma e a genética é a mais provável.

Como identificar a Foliculite decalvante

A foliculite decalvante se apresenta por meio de pequenas bolhas avermelhadas junto aos fios de cabelos, com alto grau de inflamação, provocando muita dor.

Com o passar do tempo, essas bolhas se tornam espécies de espinhas com pus em seu interior, sendo observadas tais reações pelas pontas brancas que se formam.

Geralmente, as pessoas acometidas pela doença sentem muita coceira, queimação e sangramento onde se localizam essas lesões, que trazem intenso desconforto e, às vezes, podem gerar uma junção de fios, como sendo provenientes de um único folículo capilar.

Passado algum tempo ocorrem quedas acentuadas dos cabelos nessas regiões atingidas, o que acaba formando áreas bastante significativas sem o surgimento de fios e provocando calvície localizada.

Tais situações são conhecidas como as cicatrizes causadas pela doença, impedindo o crescimento posterior dos fios.

Quanto aos danos decorrentes além da perda de cabelos, podem ser superficiais ou profundos, com efeitos atuação somente numa parte dos fios ou desde o folículo, danificando toda a estrutura do fio.

Como tratar a foliculite decalvante

A foliculite decalvante não tem tratamento simples, pois a própria pesquisa científica possui muitas dúvidas quanto a suas causas.

Porém, já foram identificados métodos que podem impedir sua propagação e até mesmo evitar que essa doença reapareça, após ser tratada. O importante é efetuar um acompanhamento constante de maneira pessoal e com o auxílio médico.

Normalmente são indicados tratamentos com antibiótico e uso de antibioticoterapia tópica, e tais medicamentos devem ser administrados em conjunto com a aplicação de produtos de limpeza dos fios, como xampu com antissépticos, auxiliando no combate à doença.

Recorrer a corticosteroides, isotretinoína e dapsona também ajuda no tratamento, como forma de obter maior eficácia e acelerar o tratamento.

Como essa doença produz cicatrizes no couro é possível efetuar a remoção dos fios pelo uso de tratamento a laser, que visa atuar e tratar os folículos capilares e evitar as lesões provocadas pela doença.

Como se percebe, essa é uma doença com grande resistência e por isso o indivíduo deve seguir um tratamento bastante intenso e com acompanhamento adequado, por isso nunca tente fazer automedicação, que pode agravar a situação e levar a outros problemas de saúde.

Foliculite decalvante e saúde de seus cabelos

A foliculite decalvante deve ser tratada de maneira adequada para se evitar ou eliminar suas sequelas, por isso é fundamental procurar auxílio médico para iniciar uma avaliação e tratamento.

Uma das consequências dessa doença é a perda de pelos em certas regiões da cabeça, que provocará um início de calvície.

Se esse for o seu caso e desejar disfarçar a perda de cabelos, o ideal é contar com o auxílio de uma maquiagem capilar de qualidade. E a Jet Hair é aconselhado para tais casos, por ser uma maquiagem capilar de fácil aplicação e bastante resistente à ação do tempo. Além disso, tem sua comercialização autorizada pela Anvisa. Deixe seu comentário sobre este artigo a respeito de Foliculite decalvante no nosso blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Busca

Recentes

Arquivos


Close