É possível ter queda de fios por alergia à tintura?

Você sabe o que é queda capilar? Já notou que os seus fios caíram após o uso de tintura? Já teve alergia à tintura de cabelo? Neste artigo falaremos tudo sobre a queda capilar, alergia a tintura e se é possível ter queda de fios por alergia à tintura e como evitar isso.

É possível ter queda de fios por alergia à tintura

Queda capilar

A queda capilar é um dos problemas que atinge a população mundialmente em grande proporção, sejam homens ou mulheres. Há diversas causas para a queda capilar, mas é importante saber diferenciar a queda da calvície. Normalmente, nós perdemos cerca de 50 a 100 fios diariamente, mas quando notamos que estamos perdendo uma grande quantidade de fios capilares, é recomendado consultar um profissional para saber a causa da queda capilar e qual o tratamento adequado para o seu caso. O profissional ideal para fazer o diagnóstico é o dermatologista que fará exames de sangue e observações clinicas.

Alergia à tintura

As tinturas capilares é costume antigo na história da humanidade. Antigamente as mulheres utilizavam henna, e atualmente, há diversas opções para tingir os fios graças aos avanços na química e as tintas adquiriram maior duração, diversidade de cores e popularidade. Cerca de 26% da população brasileira utiliza tintas capilares, sendo que 85% são do sexo feminino. Porém, a tintura de cabelo tem os seus efeitos colaterais, assim como a queda de fios por alergia à tintura.

Os sintomas de alergia à tintura de cabelo são:

  • Aumento de alergia na pele;
  • Sensação de queimação ou coceira no couro cabeludo;
  • Inchaço dos olhos, rosto, lábios e vias respiratórias;
  • Feridas no couro cabeludo;
  • Queda capilar;
  • Choque anafilático.

Para saber se você possui alergia a tintura, deve-se fazer um teste de mecha, onde a reação alérgica pode ocorrer entre 24 ou 48 horas. Devido ao fato que as alergias surgem no organismo inesperadamente, é recomendado realizar um novo teste todas as vezes que for fazer aplicações de tinturas em seu cabelo.

É possível ter queda de fios por alergia à tintura?

Muito pelo contrário, a alergia a tintura não ocorre na primeira vez em que se utiliza nos fios. É preciso que ocorra uma exposição previa ao produto para assim ocorrer a sensibilização do organismo. Somente após a sensibilização é que os sintomas e lesões como coceira, irritação e descamação se manifeste podendo até mesmo se tornar mais forte a cada exposição. Esse tipo de queda de fios por alergia à tintura é chamado como dermatite de contato ou eczema.

Nesse momento é preciso diferenciar a alergia da dermatite irritativa. A dermatite repetitiva não precisa de uma exposição prévia e pode ocorrer desde o primeiro uso da coloração nos cabelos. Sua intensidade é proporcional a quantidade e tempo em que o produto ficou em contato com a pele. Os sintomas podem ser semelhantes, podendo ser necessário realizar um teste de contato para identificar as diferenças e saber quais substâncias causaram a alergia.

Quando a tintura é aplicada aos fios, ocorrem dois processos que danificam os fios: a abertura da cutícula e a oxidação da melanina que causam danos na estrutura dos fios capilares e isso está relacionado à queda de fios por alergia à tintura. Por possuir parafenilnodiamino, perfume, amônia e resorcinol em sua composição, a tintura torna-se mais irritante para a pele.

Podemos dizer que é possível ocorrer a queda de fios por alergia à tintura, pois a inflamação da reação alérgica pode induzir a queda precoce dos fios e é conhecida como eflúvio telógeno, que é o aumento da proporção de fios que caem por conta de agravos ao organismo ou ao couro cabeludo.

O eflúvio telógeno costuma causar queda temporária dos fios capilares, com reposição de fios novos após agravos serem identificados e afastados. Em caso de queda de fios por alergia à tintura é muito importante que ela seja reconhecida o quanto antes para se ter uma rápida recuperação e evitar a utilização do produto.

É comum notar os fios capilares mais ressecados, finos e sem brilho quando se utiliza tintura capilar com frequência. Portanto, ao contrário do que muitos acreditam, isso não se deve ao efeito da coloração nas raízes dos cabelos. A aparência de fios sem vida após a coloração se deve as alterações estruturais no fio causado pelas tinturas.

De maneira geral, as tinturas capilares são seguras, sendo baixa a incidência de alergia. Segundo estudos, estima-se que a prevalência de alergia causada pela PPD presente na tintura varia de 4 a 6% da população. Por mais que seja incomum, em caso de ocorrer queda de fios por alergia à tintura, independente da intensidade, deve-se interromper imediatamente a utilização desse produto. É recomendado também buscar ajuda de um profissional assim como um dermatologista para diagnosticar o seu caso e verificar qual o tratamento adequado para você.

Gostou do artigo sobre a relação entre queda capilar e alergia à tintura? Deixe o seu comentário e continue acompanhando o nosso blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Close